EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Músculos da língua

Este vídeo tem legendas em Português

Generalidades sobre os músculos intrínsecos e extrínsecos da língua.

Fantástico!
A sua primeira videoaula. Continue para o teste abaixo para solidificar o seu conhecimento.

Destaques

Transcrição

Oi pessoal! Daqui fala a Megan do Kenhub, e sejam bem-vindos ao nosso tutorial sobre os músculos da língua. No tutorial de hoje, nós iremos dar uma olhada na anatomia destes músculos, incluindo suas ações, seu suprimento sanguíneo e sua inervação. Então, nós podemos ver aqui uma vista coronal anterior da língua.

Para contextualizar, aqui nós vemos o palato duro e aqui o osso hioide. Agora, a língua consiste de dois grupos de músculos. Nós temos os músculos intrínsecos e os músculos extrínsecos.

Os músculos intrínsecos são o músculo longitudinal superior, o músculo vertical, e o músculo transverso e o músculo longitudinal inferior. Depois, temos os músculos extrínsecos, que são o genioglosso, o hioglosso, o estiloglosso e o palatoglosso.

Depois de discutirmos sobre estes músculos, iremos ver algumas notas clínicas relacionadas com eles. Mas, antes disso, deixe-me falar-lhe um pouco sobre a língua e seus músculos.

A língua é um órgão muscular que ajuda na formação do pavimento da cavidade oral. Ela tem três funções principais - deglutição ou engolir, paladar ou gosto, e fonação ou fala. Ela consiste em uma raíz, que é o terço posterior da língua, e um corpo, que são os dois-terços anteriores.

O dorso da língua se divide em duas metades por um sulco mediano, que se localiza aqui, no corpo da língua. Então, na próxima imagem, nós vemos uma vista coronal da língua e seus músculos. A mucosa lingual está realçada aqui e ela é geralmente rosada e úmida. Esta é a parte da língua que cobre o dorso da língua e contém as papilas e terminações nervosas para o sentido do paladar.

Para aprender mais sobre as papilas da língua e como elas percebem o gosto, por favor, dê uma olhada no nosso vídeo sobre as papilas linguais em nosso site. Assim, na imagem seguinte, nós podemos ver toda a língua realçada a verde. Ela está separada em duas metades direita e esquerda por um septo lingual vertical, que está subjacente ao sulco mediano e se continua inferiormente para se fixar no osso hioide.

A língua consiste em oito pares de músculos, que se localizam bilateralmente de cada lado do septo lingual. Quatro desses músculos são músculos intrínsecos, que se localizam na língua em si, e estão realçados nesta imagem aqui. Os outros quatro músculos localizam-se fora da língua e são chamados de músculos extrínsecos. Os músculos intrínsecos atuam para mudar a forma da língua, enquanto que os músculos extrínsecos estão envolvidos no movimento da língua.

Então, vamos começar por olhar os músculos extrínsecos da língua. O primeiro músculo extrínseco que nós vamos ver é o músculo genioglosso. Este músculo se origina das espinhas mentonianas da mandíbula. E depois se insere na região inferior da língua e no osso hioide.

A principal ação do genioglosso é protrudir ou colocar a língua para fora. Ele também atua na depressão da língua. Ele é vascularizado pelo ramo sublingual da artéria lingual, assim como pelo ramo submentoniano da artéria facial. Quer a artéria lingual quer a facial são ramos da artéria carótida externa.

O genioglosso é inervado pelo nervo hipoglosso, que é o décimo segundo nervo craniano. Se nós mudarmos para uma vista lateral, você pode ver que o genioglosso tem uma forma triangular e tem origem nas espinhas mentonianas da
Mandíbula.

O próximo músculo extrínseco que vamos ver é o hioglosso. O hioglosso é um músculo fino que se estende do lado da língua para o osso hioide. A sua ação principal é deprimir a língua. Tal como o genioglosso, ele é vascularizado pelo ramo sublingual da artéria lingual e pelo ramo submentoniano da artéria facial. Ele também é inervado pelo nervo hipoglosso.

Uma boa forma para se lembrar deste músculo é desconstruindo o seu nome. Então, “hio” refere-se à sua relação com o osso hioide, e “glosso” tem que ver com o fato de ele ser um músculo da língua. Então, se nós mudarmos para uma vista lateral, podemos ver que ele se insere no lado da língua, entre o músculo longitudinal inferior e o músculo estiloglosso.

O músculo que vamos ver de seguida é o estiloglosso, que é um músculo extrínseco da língua. O estiloglosso insere-se de cada lado da língua e estende-se em torno de cada lado, lateralmente, para encontrar o processo (apófise) estiloide do crânio.

A principal ação do estiloglosso é puxar a língua para cima, mas ele também atua para retrair a língua para trás na boca. Ele é vascularizado pelo ramo sublingual da artéria lingual e é inervado pelo nervo hipoglosso. Mais uma vez, você pode se lembrar do nome deste músculo devido à sua relação com o processo (apófise) estiloide.

Se nós olharmos a vista lateral deste músculo, nós podemos ver a sua inserção no processo (apófise) estiloide do osso temporal. À medida que ele viaja deste processo (apófise) para a língua, ele se divide em duas partes - uma parte longitudinal, que se mescla com o músculo longitudinal inferior, e uma parte oblíqua, que se sobrepõe ao hioglosso.

O quarto e último músculo extrínseco da língua é chamado músculo palatoglosso. Ele também é considerado um músculo do palato mole. Nesta imagem, nós podemos ver o palatoglosso se originando do palato mole e continuando inferiormente para se inserir no lado da língua.

O palatoglosso eleva a raíz da língua e fecha a cavidade oral da orofaringe. Ele é vascularizado pela artéria faríngea ascendente, que é um ramo da artéria carótida externa. Ele também é vascularizado pelo ramo palatino ascendente da artéria facial..

O palatoglosso é o único músculo da língua que não é inervado pelo nervo hipoglosso. Em vez disso, ele é inervado pelo plexo faríngeo. O plexo faríngeo é derivado dos nervos cranianos nove, dez e porção craniana do décimo primeiro. Tal como o estiloglosso e o hioglosso, o nome deste músculo pode ser lembrado devido à sua relação com o palato mole.

A partir de uma vista lateral, nós podemos ver que o palatoglosso tem origem no palato mole e depois passa anteriormente, lateralmente e inferiormente para se inserir no lado da língua.

Então, agora, vamos avançar para os músculos intrínsecos da língua. O primeiro músculo intrínseco que nós vamos olhar é o músculo longitudinal superior. Individualmente, o músculo longitudinal superior puxa a extremidade e os lados da língua para cima para a tornar côncava.

Juntamente com o músculo longitudinal inferior, ele atua para encurtar a língua. Como nós podemos ver nesta imagem, o músculo longitudinal superior se localiza inferiormente à mucosa lingual e se estende do septo lingual até à extremidade da língua de cada lado.

Se nós olharmos este músculo de uma vista lateral, nós podemos ver que o músculo longitudinal superior se estende posteriormente e sempre se localiza profundamente à mucosa lingual.

O próximo músculo intrínseco que nós vamos olhar é o músculo longitudinal inferior. O músculo longitudinal inferior se localiza inferiormente à face lingual inferior. Atuando por si só, o músculo longitudinal inferior puxa a extremidade da língua inferiormente, dando à língua uma forma convexa.

Como foi referido anteriormente, quando ele atua juntamente com o músculo longitudinal superior, ele atua para encurtar a língua. De uma vista lateral, nós podemos ver que o músculo longitudinal inferior se estende desde a raíz da língua até à frente, onde ele se mescla com o músculo estiloglosso.

Agora, vamos olhar o próximo músculo intrínseco da língua, o músculo vertical da língua. Este músculo se estende do lado dorsal da língua para o lado ventral. O músculo vertical atua para achatar e alargar a língua. O último músculo intrínseco que nós vamos olhar é o músculo transverso da língua. Este músculo passa lateralmente a partir de cada lado do septo lingual. A função deste músculo é estreitar e alongar a língua.

Todos os músculos intrínsecos da língua são vascularizados pela artéria lingual e são inervados pelo nervo hipoglosso, que é o décimo segundo nervo craniano.

Então, para resumir, há oito pares de músculos da língua localizados de cada lado do sulco lingual mediano. Quatro destes músculos são músculos extrínsecos cuja função é mover a língua. Eles são o genioglosso, o hioglosso, o estiloglosso e o palatoglosso.

Além disso, há quatro músculos intrínsecos cuja função é alterar a forma da língua. Eles são o músculo longitudinal superior, o músculo longitudinal inferior, o músculo vertical e o músculo transverso.

Para terminar este tutorial, vamos olhar algumas notas clínicas relacionadas com a língua. Uma vez que sete dos oito músculos da língua são inervados pelo nervo hipoglosso, uma lesão neste nervo pode causar fraqueza dos músculos do mesmo lado da lesão. Também pode causar paralisia unilateral, que se traduz clinicamente como um desvio da língua para o lado da lesão quando a língua é protrudida.

A lesão no nervo hipoglosso pode ser causada por derrames, esclerose múltipla ou tumores do tronco encefálico. Então, isso conclui o nosso tutorial sobre os músculos da língua. Espero que você tenha gostado e obrigada por assistir.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!