EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Glote - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Glote

A glote, também conhecida como rima da glote ou rima glótica, é o espaço natural entre as pregas vocais.

Esse artigo irá destacar as principais informações que devem ser conhecidas sobre a rima da glote e a anatomia interna adjacente da laringe.

Irá também citar brevemente algumas condições patológicas comuns relacionadas às cordas vocais.
 

Fatos importantes sobre a glote
Rima da glote É o espaço entre as cordas vocais
Cavidade laríngea É dividida em vestíbulo, ventrículo e cavidade infraglótica
Pregas vocais São estruturas anatômicas pareadas que produzem sons e atuam como um esfíncter da laringe.
As pregas consistem do ligamento vocal ou ligamento cricotireóideo, bem como do músculo vocal, que se origina das fibras mediais do músculo tireoaritenóideo e da mucosa sobrejacente que o reveste.
Pregas vestibulares São também conhecidas como cordas vocais falsas, encontram-se logo acima das cordas vocais verdadeiras, protegendo-as. 

Rima da glote

O espaço entre as cordas vocais se modifica dependendo da atividade em que a laringe encontra-se envolvida. Durante a respiração regular, em repouso, a glote é um espaço estreito em cunha, mas durante a respiração forçada ela possui uma forma alargada e triangular, e as cordas vocais são afastadas tanto quanto possível. Durante a fonação, as cordas vocais se fecham e a glote se torna estreita, ou mesmo indistinguível. Durante a pronunciação, as cordas vocais vibram e produzem um som, que constitui a voz humana.

Para aprender mais sobre as cordas vocais, verifique os recursos disponíveis abaixo:

Anatomia interna da laringe

A cavidade laríngea se estende do intróito laríngeo até a borda superior da cavidade traqueal, sendo dividida em:

  • vestíbulo
  • ventrículo
  • cavidade infraglótica
Intróito laríngeo - vista posterior

A parte vestibular, que é a mais superior, pode ser encontrada acima das pregas vestibulares. O ventrículo é o seio entre o vestíbulo e as cordas vocais e liga o vestíbulo e a cavidade infraglótica. A parte mais inferior da cavidade laríngea é a cavidade infraglótica, que se inicia abaixo das cordas vocais e termina na margem inferior da cartilagem cricóide.

Cartilagem cricóide - vista sagital

A laringe é uma estrutura complexa do trato respiratório. Você conhece todas as estruturas componentes deste sistema? Tire todas as suas dúvidas com a nossa apostila de exercícios sobre o sistema respiratório!

As pregas vocais são estruturas anatômicas pareadas que se projetam bilateralmente para o interior da cavidade laríngea. Sua função é a de produzir sons ao permitir que suas bordas livres vibrem umas contra as outras e também a de atuar como um esfíncter da laringe quando elas são fechadas. As pregas consistem em:

  • ligamento vocal, que é na verdade a borda medial livre do cone elástico, ou ligamento cricotireóideo
  • músculo vocal, que se origina das fibras mediais do músculo tireoaritenóideo e da mucosa sobrejacente que o reveste

As pregas vestibulares, que são também conhecidas como cordas vocais falsas, são pregas de membrana mucosa que recobrem os ligamentos vestibulares que se encontram logo acima das cordas vocais verdadeiras, protegendo-as. Essas pregas se estendem entre as cartilagens tireoide e aritenoide. Finalmente, o ventrículo da laringe é constituído de bolsas laterais que são criadas naturalmente de cada lado entre as pregas vocais e vestibulares.

Aprofunde o seu conhecimento sobre a laringe e aprenda a identificar suas cartilagens, ligamentos, membranas e músculos fazendo os testes abaixo:

Glote - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!