EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Noções básicas de anatomia humana - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.160.999 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Noções básicas de anatomia humana

Posição e planos anatômicos

Aprender anatomia é como construir uma casa; se a fundação for forte, ela vai durar por toda a vida. Este assunto é definitivamente difícil e cheio de detalhes obscuros, mas o básico continua voltando a ser importante de tempos em tempos. Você vai constantemente utilizá-lo como referência quando for aprender novos conceitos anatômicos, então dominar estes elementos é essencial.

Então, quais são estas fundações? No reino da anatomia elas incluem:

  • Terminologia, planos, movimentos corporais

  • Regiões do corpo

  • Sistemas orgânicos

  • Inervação e vascularização regionais

Neste artigo nós vamos dar uma olhada rápida em tudo isso para te oferecer as ferramentas necessárias para ter sucesso neste assunto e ser capaz de aprender tanto quanto é possível.

Terminologia anatômica

O conceito anatômico mais básico, e igualmente o mais importante, é a orientação. Todas as estruturas e as relações entre elas são nomeadas em relação à posição anatômica. Nesta orientação a pessoa é considerada estando de pé, com os braços relaxados ao lado do corpo, as palmas voltadas para a frente e os polegares apontando para longe do corpo. Os pés são quase paralelos, e os dedos dos pés orientados para a frente.

Para comparar a localização das partes do corpo umas em relação às outras, a anatomia utiliza alguns termos direcionais universais: anterior, posterior, ventral, distal, proximal, medial, lateral, mediano, superior, inferior, externo, interno, frontal, occipital, rostral, caudal, superficial, profundo, central, periférico, ipsilateral, contralateral, cranial e cefálico.

Além dos termos direcionais e relações, você ainda precisa saber a partir de qual direção está você está olhando. Isto é fornecido pelos três planos corporais e eixos: coronal (frontal), sagital e transverso (axial).

Planos anatômicos e termos direcionais

Se você quer aprender mais sobre os planos, direções e relações, dê uma olhada no conteúdo abaixo e comece a construir uma fundação sólida para o seu estudo de anatomia do corpo humano!

O corpo humano é capaz de realizar muitos movimentos. Dependendo do tipo de articulação em questão (sendo as articulações sinoviais as mais flexíveis), existem: flexão, extensão, abdução, adução, protrusão, retrusão, elevação, depressão, rotação lateral (externa), rotação medial (interna), pronação, supinação, circundução, desvio, oposição, reposição, inversão e eversão.

Regiões anatômicas

Todo o corpo humano é dividido em regiões, uma abordagem chamada de anatomia regional. Cada área principal (cabeça, pescoço, tórax, abdome [abdómen] e extremidades superior e inferior) são divididas em várias regiões menores, o que auxilia na compartimentalização.

Regiões anatômicas do corpo humano
Cabeça Regiões frontal, parietal, temporal, occipital, auricular, orbital, infraorbital, bucal, parotídea, zigomática, nasal, oral e mentual (mentoniana).
Pescoço Triângulos ou regiões submandibular, submentual (submentoniana), carotídea, muscular, supraclavicular menor, occipital, omoclavicular, suboccipital.
Tronco posterior Deltoide, supraescapular, interescapular, escapular, infraescapular, vertebral, lombar, sacral (sagrada), glútea e anal.
Tronco anterior Regiões pré-esternal, peitoral, inframamária, hipocôndriaca, epigástrica, lombar, inguinal, umbilical e púbica.
Membro superior Infraclavicular, clavipeitoral, axilar, deltoide, escapular, braço anterior, braço posterior, antebraço anterior, antebraço posterior, cubital anterior, cubital posterior, carpal anterior, carpal posterior, palma da mão, dorso da mão
Membro inferior Femoral, coxa anterior, coxa posterior, joelho anterior, região da perna anterior, região da perna posterior, calcânea, retromaleolar, dorso do pé, planta do pé

Existem várias regiões no total, então aqui estão alguns recursos que vão te ajudar a aprender mais sobre elas.

Além da abordagem regional, existe a abordagem da anatomia de superfície. Aqui as estruturas evidentes e palpáveis do corpo são descritas. Existem algumas comuns a homens e mulheres, mas também estruturas superficiais marcadoras de gênero.

Anatomia de superfície masculina - vistas anterior e posterior

Anatomia de superfície feminina - vistas anterior e posterior

Se você quer elevar o seu conhecimento a um nível além de uma ilustração do corpo humano, assista às seguintes videoaulas e complete os testes.


Abaixo da superfície do corpo existe outra 'região anatômica'. Ela consiste nas cavidades do corpo humano, que abrigam muitos órgãos vitais, nervos, vasos e estruturas anatômicas. Existem quatro cavidades principais: as cavidades craniana, torácica, abdominal, pélvica e vertebral. Muitas delas são subdivididas em cavidades menores. Em particular a cavidade torácica, que consiste nas cavidades pleural, pericárdica e mediastinal.

Cavidades do corpo humano - vista anterior

Se você quiser aprender mais, aqui estão alguns recursos adicionais do Kenhub.

Sistemas do corpo humano

Existem aproximadamente 79 órgãos anatômicos, entretanto não há um número padrão ou aceito universalmente. Qual seria o resultado se cada um destes órgãos funcionasse de forma independente? Caos! Portanto, eles funcionam em grupos chamados sistemas.

Um sistema de órgãos consiste em vários órgãos trabalhando em conjunto para realizar tarefas semelhantes e atingir um objetivo comum. Existem onze sistemas no corpo humano: os sistemas circulatório (suprimento sanguíneo), respiratório, digestório (digestão e absorção), nervooso (sensação e movimento), excretor (eliminação de subprodutos), endócrino (controle hormonal), reprodutivo, linfático (defesa), esquelético (suporte) e muscular (movimento). Os dois últimos normalmente são combinados no sistema músculo-esquelético.

Sistema músculo-esquelético

Vamos analisar um sistema em particular, o sistema músculo-esquelético, que é composto de três partes: ossos, articulações e músculos. A parte esquelética, que funciona principalmente para suporte, consiste em ossos dispostos em dois esqueletos:

  • Esqueleto axial: crânio, ossículos auditivos, osso hioide, costelas, coluna vertebral, esterno, sacro e cóccix

  • Esqueleto apendicular: cintura escapular, membro superior, cintura pélvica, membro inferior


As articulações são estruturas situadas entre dois ou mais ossos. Existem várias articulações no corpo humano, mas as mais importantes são as suturas cranianas, e as articulações temporomandibular, do ombro, cotovelo, punho, quadril, joelho e tornozelo.

Os músculos são o aparelho contrátil ligado aos ossos que os movem ao redor das articulações. Eles agem como pares antagonistas. O principal tipo de músculo no sistema músculo-esquelético é o músculo esquelético. Existem centenas de músculos, agrupados em cinco regiões anatômicas:

Se você quer aprender mais sobre cada grupo muscular, dê uma olhada nos seguintes vídeos!

Principais artérias, veias e nervos do corpo

A inervação e vascularização do corpo também é dividida de acordo com regiões. Existem milhares e milhares de artérias, veias e nervos levando sangue e impulsos de várias estruturas anatômicas. Nós vamos mencionar somente as mais importantes nesta página.

O suprimento arterial da cabeça e do pescoço é fornecido pelas artérias carótidas - comum, internas e externas. A artéria carótida interna supre o cérebro, os olhos e a fronte. A artéria carótida externa possui oito ramos que suprem as estruturas externas da cabeça e da face, bem como o pescoço. O sangue venoso da face é drenado pelas veias facial, supraorbital, frontal, angular, retromandibular, maxilar e auricular posterior. Estas drenam para as veias jugulares. O pescoço é drenado pelas veias jugular, vertebral e subclávia, que terminam nas veias braquiocefálicas. A inervação da cabeça e do pescoço se dá através dos doze nervos cranianos e do plexo cervical.

Continuando, nós chegamos no tronco. As artérias mais importantes do tórax, abdome (abdómen) e pelve são a aorta, o tronco celíaco, a artéria mesentérica superior e a artéria mesentérica inferior, as artérias ilíacas comuns e todos os seus ramos. Elas suprem todos os músculos, órgãos e tecidos destas regiões. As principais veias do tórax são a veia cava superior, a braquiocefálica, a ázigos, hemiázigos, intercostais e torácica interna. As do abdome (abdómen) e da pelve são a veia cava inferior, epigástricas, ilíacas (internas, externas e comuns), espinhal, hepática, renal e gonadal. O suprimento nervoso do tronco consiste em ramos dos plexos cervical, braquial e lombossacro (lombossagrado). Outros nervos, como o nervo frênico, o vago, intercostal, subcostal, ilio-hipogástrico, ilioinguinal, genitofemoral, cutâneo femoral lateral, obturador, glúteo e pudendo suprem várias estruturas no tronco anterior e posterior. A inervação autônoma é fornecida pelas cadeias simpáticas, nervos esplâncnicos e vários outros plexos orgânicos.

A parte mais difícil da inervação e vascularização já passou, porque nós finalizamos as regiões mais intrincadas. As extremidades são mais estruturadas, sistemáticas e fáceis de digerir. Todas as artérias da extremidade superior se originam do arco aórtico (crossa da aorta). Elas incluem as artérias subclávia, escapular, axilar, braquial, radial e ulnar. Existem algumas que suprem as articulações, como o cotovelo e o punho. A drenagem venosa segue o suprimento arterial muito de perto, mas não de forma idêntica. As veias profundas do braço incluem a subclávia, a axilar, e as braquiais, enquanto as veias superficiais são a cefálica e a basílica. Avançando inferiormente nós encontramos as veias radial e ulnar (cubital) do antebraço; bem como a rede venosa dorsal e os dois arcos palmares (um profundo, outro superficial), na mão. No que diz respeito à inervação, todos os nervos do membro superior se originam do plexo braquial. Eles são chamados musculocutâneo, axilar, mediano, ulnar (cubital) e radial. Eles suprem todos os músculos e regiões da extremidade superior.

E finalmente, nós chegamos no membro inferior. As artérias mais importantes se originam das artérias ilíacas e incluem as artérias glútea, ilioinguinal, obturadora, femoral, femoral circunflexa, poplítea, genicular, tibial, fibular (peronial), tarsal e dorsal do pé. As principais veias de drenagem do membro inferior são superficiais e profundas. O sistema profundo é composto pelas veias ilíacas, femoral, poplítea, fibular (peronial) e tibial, junto com os arcos venosos plantar profundo e dorsal do pé. Todos os nervos do membro inferior se originam do plexo lombossacro (lombossagrado). Os principais incluem o cutâneo femoral, femoral, obturador, ciático e glúteo. Mais inferiormente ao longo da extremidade temos os nervos genicular, tibial, fibular (peronial), safeno, medial, plantar e digital.

Videoaulas relacionadas

Testes relacionados

Noções básicas de anatomia humana - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.160.999 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Artigo, Revisão, e Layout:

  • Adrian Rad
  • Nicola McLaren

Ilustrações:

  • Posição e planos anatômicos - Irina Münstermann
  • Planos anatômicos e termos direcionais - Irina Münstermann
  • Anatomia de superfície masculina - vistas anterior e posterior - Irina Münstermann
  • Anatomia de superfície feminina - vistas anterior e posterior - Irina Münstermann
  • Cavidades do corpo humano - vista anterior - Paul Kim

Tradução para Português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Rafael Vieira
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 1 artigo

Assista videoaulas

Mostre mais 4 videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!