Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Escroto e cordão espermático - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Escroto e cordão espermático

Objetivos de aprendizagem

Após completar esta unidade de estudo você será capaz de:

  1. Descrever a estrutura e o suprimento neurovascular do escroto.
  2. Identificar o conteúdo do cordão espermático e as estruturas que o revestem.

Assista à videoaula

O escroto, também chamado de saco escrotal, é um saco cutâneo fibromuscular composto por uma pele fina e pigmentada e por múltiplas camadas de fáscia e músculo liso. O escroto contém os testículos, epidídimos e as partes inferiores dos cordões espermáticos. O saco escrotal permite que os testículos fiquem posicionados fora da cavidade abdominal o que é fundamental para a manutenção de uma temperatura ótima para a espermatogénese: vários graus inferior à temperatura corporal normal. 

Os testículos encontram-se suspensos no escroto pelo cordão espermático. O cordão espermático consiste num conjunto de estruturas (vasos, nervos e ductos), que estão circundadas por fáscias em todo o seu trajeto. O cordão espermático tem origem no anel inguinal profundo, passa através do canal inguinal e emerge ao nível do anel inguinal superficial, acabando por terminar no escroto, na parte posterior do testículo. As fáscias que revestem o cordão espermático se originam  na parede abdominal anterior, uma vez que os testículos “arrastam” as diferentes camadas da parede abdominal à medida que descem para o escroto durante a vida fetal.

Teste seus conhecimentos

Consolide o seu conhecimento sobre a anatomia do escroto e do cordão espermático, fazendo o teste a seguir.  

Se você quiser se desafiar ainda mais, personalize o seu próprio teste para obter uma coleção mais ampla de perguntas sobre os órgãos reprodutores masculinos.

Navegue pelo atlas

Reveja todas as estruturas do escroto e do cordão espermático que aprendeu hoje na galeria de imagens abaixo.

Resumo

Informações importantes sobre o escroto
Conteúdo Testículos, epidídimos, partes inferiores dos cordões espermáticos
Camadas Pele, fáscia dartos (músculo dartos), fáscia espermática externa, fáscia cremastérica (músculo cremaster) e fáscia espermática interna
Função Mantém uma temperatura ótima para a espermatogénese
Informações importantes sobre o cordão espermático
Conteúdo Ducto deferente, artéria do ducto deferente, artéria testicular, plexo pampiniforme (veias testiculares), artéria e veias cremastéricas, ramo genital do nervo genitofemoral, plexo autonômico testicular e vasos linfáticos do cordão espermático
Revestimento Fáscia espermática interna, fáscia cremastérica (músculo cremaster), fáscia espermática externa
Função Contém estruturas que passam de e para o testículo; suspende o testículo no escroto

Muito bem!

Artigos relacionados

Continue aprendendo

Complete o seu conhecimento sobre os órgãos reprodutores masculinos com as seguintes unidades de estudo.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!