Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Nervo óptico

Objetivos de aprendizagem

Após terminar esta unidade de estudo, você será capaz de:

  1. Identificar as características e funções do nervo óptico.
  2. Reconhecer as estruturas da via visual.
  3. Compreender o papel do nervo óptico na via visual.

Navegue pelo atlas

O nervo óptico (NC II) é um nervo sensitivo especial (fibras aferentes viscerais especiais) que transporta a informação visual da retina até o cérebro. Ele faz parte da via visual, que é a rota percorrida pelos impulsos elétricos desde a retina até o lobo occipital do cérebro, onde eles são interpretados na forma de imagem. Mais especificamente, a via visual se refere à série de sinapses que começam na retina, onde o estímulo luminoso é convertido em potenciais de ação, e é transmitido por várias estruturas neurais até alcançar o córtex visual primário.

As estruturas da via visual incluem os neurônios da retina (fotorreceptores, células bipolares e células ganglionares), o nervo óptico, o quiasma óptico e o trato óptico, que segue até o núcleo geniculado lateral. Os axônios do núcleo geniculado lateral se projetam então para o córtex visual primário do lobo occipital através da radiação óptica.

O nervo óptico é formado pelos axônios das células ganglionares da retina, após sua passagem pela lâmina cribriforme da esclera. O nervo segue posteromedialmente dentro da órbita e passa pelo canal óptico para entrar na cavidade craniana onde, junto o nervo contralateral, forma o quiasma óptico.

Dê uma olhada na galeria de imagens abaixo para visualizar ainda melhor as estruturas da via visual. 

Teste seus conhecimentos

Teste seus conhecimentos sobre a via visual e estruturas relacionadas.

Quer aprender mais sobre o olho, a organização e as estruturas relacionadas ao sistema visual? Experimente o teste a seguir! Você ainda pode escolher os temas de sua preferência para fazer seu próprio teste e salvá-lo para se desafiar mais tarde.

Resumo

Informações importantes
Components Retina → nervo óptico (NC II) → quiasma óptico → trato óptico → núcleo geniculado lateral (90%) → radiações ópticas → córtex visual primário

Retina → nervo óptico (NC II) → quiasma óptico → trato óptico → colículo superior (10%) → pulvinar do tálamo→ córtex visual secundário
Retina Túnica externa (neural) do globo ocular
Neurônios:
 Fotorreceptores (cones e bastonetes), células bipolares, células ganglionares, células horizontais e células amácrinas
Nervo óptico (NC II) Formado pelos axônios das células ganglionares da retina, que se unem no disco óptico
Quiasma óptico Ponto de decussação dos nervos ópticos: as fibras provenientes da retina nasal se cruzam para o trato óptico contralateral, enquanto as fibras provenientes da retina temporal permanecem do mesmo lado
Tratos ópticos  Esquerdo: transporta as fibras da retina temporal do olho esquerdo e da retina nasal do olho direito
Direito: transporta as fibras da retina temporal do olho direito e da retina nasal do olho esquerdo
Núcleo geniculado lateral Recebe 90% das fibras da retina
Representa um centro de retransmissão do tálamo que se projeta até o córtex visual primário através das radiações ópticas
Colículo superior Recebe 10% das fibras retinianas
Integra informações visuais, auditivas e somatosensoriais espaciais
Controla os movimentos reflexos do olho
Radiações ópticas  Grande feixe de fibras separado em duas divisões principais que recebem impulsos dos quadrantes superior e inferior do hemicampo contralateral
Córtex visual primário Área 17 de Brodmann: Região do lobo occipital que recebe e processa a informação visual do campo visual contralateral

Muito bem!

Artigos relacionados

Continue aprendendo

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!