Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Inervação e vascularização da órbita

Objetivos de aprendizagem

Ao completar essa unidade de estudo você será capaz de:

  1. Identificar as artérias e os ramos que irrigam as estruturas da órbita.
  2. Nomear as veias e suas tributárias que drenam a região orbital.
  3. Descrever a inervação da órbita.

Navegue pelo atlas

As órbitas são cavidades ósseas do viscerocrânio que abrigam os músculos extraoculares, o aparelho lacrimal, o globo ocular e o tecido adiposo. 

A artéria oftálmica é a principal fonte de sangue arterial para a órbita, com uma pequena contribuição da artéria carótida externa. Ela surge como um ramo da artéria carótida interna e segue pelo canal óptico para entrar na órbita. Uma vez no seu interior, ela emite vários ramos que irrigam as estruturas orbitárias. 

De forma semelhante à irrigação arterial, o principal sistema de drenagem venosa da órbita é constituído pelas veias oftálmicas. As veias oftálmicas superior e inferior recebem sangue do teto e do assoalho da órbita e drenam para o seio cavernoso, na cavidade craniana, ou para o plexo venoso pterigóideo, na fossa infratemporal.

Os nervos da órbita proporcionam a visão, os movimentos oculares, a produção lacrimal e a sensibilidade geral. Eles incluem o nervo óptico (NC II), o nervo oculomotor (NC III), o nervo troclear (NC IV), o nervo abducente (NC VI) e os nervos autonômicos. Os ramos oftálmico (V1) e maxilar (V2) do nervo trigêmeo (NC V) também fornecem ramos que inervam estruturas da órbita. 

Descubra mais sobre as várias estruturas neurovasculares da órbita vendo as imagens abaixo!

Dê uma olhada mais de perto nos vasos sanguíneos e nervos da órbita nas galerias abaixo.

Artérias e veias da órbita

Nervos da órbita

Teste seus conhecimentos

É muita informação para aprender! Aumente a sua taxa de retenção fazendo o teste abaixo.

Se quiser se desafiar ainda mais, experimente nosso teste totalmente personalizável abaixo sobre a estrutura da órbita e seu conteúdo. Você pode inclusive salvar o teste que você criou para resolvê-lo mais tarde.

Resumo

Informações importantes sobre os vasos sanguíneos da órbita
Artérias Artéria oftálmica
Artéria lacrimal
Artérias ciliares posteriores curtas e longas
Ramos musculares da artéria oftálmica (artérias ciliares anteriores)
Artéria central da retina
Artéria supraorbital
Artérias etmoidais anterior e posterior
Artérias palpebrais mediais
Artéria supratroclear
Artéria dorsal do nariz

Artéria maxilar

Artéria infraorbital
Veias Veia oftálmica superior
Tributárias:
Veia nasofrontal, veias etmoidais anterior e posterior, veia lacrimal, veias vorticosas, veias ciliares, veia central da retina, veias episclerais
Drenam para: seio cavernoso

Veia oftálmica inferior

Drena para:
veia oftálmica superior / seio cavernoso / plexo venoso pterigóideo

Veia central da retina

Drena para:
seio cavernoso, mas pode se juntar à veia oftálmica superior

Veias vorticosas

Drenam para:
veias oftálmicas

Veia infraorbital

Drena para:
plexo venoso pterigóideo
Informações importantes sobre os nervos da órbita
Nervos cranianos Nervo óptico (NC II)
Nervo oculomotor (NC III)
Nervo troclear (NC IV)
Ramo oftálmico do nervo trigêmeo (V1)
Ramo maxilar do nervo trigêmeo (V2)
Nervo abducente (NC VI)
Nervo oculomotor (NC III) Ramo superior do nervo oculomotor

Ramo inferior do nervo oculomotor

Ramo do nervo oculomotor para o gânglio ciliar
Nervo oftálmico (V1) Nervo frontal
Nervo supraorbital
Nervo supratroclear

Nervo nasociliar

Nervo etmoidal posterior
Nervo etmoidal anterior
Nervo infratroclear
Nervos ciliares longos
Ramo do nervo nasociliar para o gânglio ciliar

Nervo lacrimal
Nervo maxilar (V2) Nervo zigomático
Nervo zigomaticotemporal (Ramo comunicante do nervo zigomaticotemporal para o nervo lacrimal)

Nervo infraorbital
Gânglio ciliar Definição
Gânglio parassimpático periférico que transmite impulsos parassimpáticos do nervo oculomotor para estruturas alvo. O gânglio ciliar também conduz impulsos simpáticos do plexo carotídeo interno e impulsos sensitivos do nervo nasociliar.

Ramos

Nervos ciliares curtos

Muito bem!

Artigos relacionados

Continue aprendendo

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!