Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Nervos e vasos do reto e do canal anal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Nervos e vasos do reto e do canal anal

Objetivos de aprendizagem

Depois desta unidade de estudo, você será capaz de:

  1. Citar os nervos e os vasos sanguíneos que suprem o reto e o canal anal.
  2. Compreender suas relações anatômicas, funções e importância clínica.
  3. Identificar com sucesso os principais nervos e vasos em um teste.

Assista à videoaula

O reto e o canal anal são supridos pelas três artérias anorretais e drenados pelas três veias anorretais; superior, média e inferior. Até recentemente, esses vasos eram conhecidos como artérias e veias retais. De superior para inferior, as artérias anorretais se ramificam das artérias mesentérica inferior, ilíaca interna e pudenda interna. As veias seguem o mesmo trajeto das artérias, drenando para os vasos correspondentes: veias mesentéricas inferiores, ilíacas internas e pudendas internas. As veias anorretais formam um plexo venoso hemorroidal que tem um significado clínico especial, pois pode inchar e resultar em diversos tipos de hemorroidas.

A inervação do reto e do canal anal é um pouco mais complexa, envolvendo um componente intrínseco e um extrínseco. 

  • O componente intrínseco é o sistema nervoso entérico, que consiste nos plexos submucoso (de Meissner) e mioentérico (de Auerbach), que controlam as contrações peristálticas e as secreções mucosas.
  • O componente extrínseco do reto e da parte superior do canal anal é o sistema nervoso autônomo. Consiste nas porções simpática e parassimpática que controlam a indução/contenção da defecação. Em suma, os nervos autônomos fazem sinapses com os plexos hipogástricos superior e inferior, que emitem os ramos correspondentes para o reto e para a porção superior do canal anal.
  • A porção inferior do canal anal é extrinsecamente suprida pelo sistema nervoso somático por meio do nervo pudendo. A inervaçãosomática impõe o controle consciente da defecação por meio do controle do esfíncter anal externo.

A seguinte videoaula explora a anatomia e a inervação do reto e do canal anal.

Teste seus conhecimentos

Faça nosso teste para praticar e reforçar o que você aprendeu ao longo do vídeo.

Está se sentindo preparado para solidificar seus conhecimentos? Experimente este teste totalmente personalizável sobre a anatomia de todo o intestino grosso.

Navegue pelo atlas

Navegue pela galeria do nosso atlas para analisar o trajeto e as relações dos vasos anorretais.

Resumo

Informações importantes sobre a vascularização do reto e do canal anal
Artéria anorretal superior Origem: artéria mesentérica inferior
Suprimento:
dois terços superiores do reto
Artéria anorretal média Origem: artéria ilíaca interna
Suprimento:
partes intermediária e inferior do reto
Artéria anorretal inferior Origem: artéria pudenda interna (ramo da artéria ilíaca interna)
Suprimento:
canal anal, esfíncter anal interno e externo, pele perianal
Veias anorretais Veias anorretais superiores -> veia mesentérica superior
Veias anorretais médias -> veia ilíaca interna
Veias anorretais inferiores -> veia pudenda interna (drena para a veia ilíaca interna)
Informações importantes sobre a inervação do reto e do canal anal
Inervação intrínseca do reto e do canal anal Sistema nervoso entérico
Plexo submucoso (de Meissner)
Plexo entérico (de Auerbach)
Controla as contrações peristálticas e as secreções mucosas.
Inervação extrínseca do reto e da metade superior do canal anal Sistema nervoso autônomo
Entrada simpática:
nervos esplâncnicos sacrais
Entrada parassimpática:
nervos esplâncnicos pélvicos
Os nervos esplâncnicos fazem sinapses nos plexos hipogástricos superior e inferior e dão origem aos nervos anais (retais) superiores.
Inervação extrínseca da metade inferior do canal anal Sistema nervoso somático
Nervo pudendo:
nervo anal inferior (retal)
Controle voluntário do esfíncter anal externo e da defecação

Muito bem!

Artigos relacionados

Continue aprendendo

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!