EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Como ensinar anatomia com o Kenhub: a história de sucesso do Eric

“O Kenhub afirma ajudar os seus alunos a aprender anatomia passo a passo, e é exatamente isso que temos experimentado.”
Foto de perfil de Eric Fajardo
Eric Fajardo

Treinador Atlético, Escola Secundária Montwood, El Paso, Texas

Você sabia que o Kenhub é usado não só por mais de 1.000.000 alunos em todo o mundo, como também por professores de ensino médio ao ensino universitário?

Quando o treinador atlético Eric Fajardo introduziu a sua turma de medicina desportiva numa prestigiada competição de anatomia, ele sabia que precisava de algumas ferramentas de ensino eficazes que estimulassem os seus alunos a aprender anatomia. Depois de nos contatar e dar a notícia que eles tinham vencido com distinção, tivemos que compartilhar sua história inspiradora.

Nesta entrevista emocionante, nós tivemos oportunidade de conversar não só com o Eric, mas também com os seus alunos. Veja o que eles disseram.

Ensinar anatomia em Medicina Desportiva

Foto do Eric Fajardo

Por que razão é importante ter uma boa compreensão da anatomia no campo da medicina desportiva, e como é que ela entra no seu ensino diariamente?

Eric: Muitos dos alunos da minha turma pretendem entrar no campo da medicina - para se tornarem fisioterapeutas, enfermeiros, médicos, treinadores atléticos, entre outros. Para qualquer uma dessa profissões, você tem que ter um base bastante sólida em anatomia.

Quais são as suas ferramentas para ensinar anatomia favoritas? Você sempre usou o Kenhub?

Eric: Na verdade, não houve nenhum recurso, antes do Kenhub, que eu tivesse usado consistentemente. Como professor do ensino médio (secundário), a maior parte do tempo simplesmente usava o que aparecia no Google e fazia disso a base para o desenvolvimento de uma apresentação ou plano de aula.

Eu comecei a reparar que as imagens de anatomia mais claras e fáceis de perceber que estava a encontrar eram todas do Kenhub, assim sendo, comecei a usar apenas essas imagens para as aulas de anatomia.

Você quer usar as nossas ilustrações para ensinar anatomia nas suas aulas, tal como o Eric? Entre em contato conosco, para saber mais sobre as diferentes licenças de ilustrações.

Quando inscrevi a minha turma numa competição de anatomia, decidi fazer um upgrade para o Premium para ajudar os meus alunos a melhorar as suas capacidades de identificação de estruturas.

Por que é que os testes são a chave para uma aprendizagem de sucesso

Conte-nos sobre a competição de anatomia em que você e os seus alunos ficaram em primeiro lugar.

Eric: A competição foi organizada pela Anatomage, que usa um software de computador baseado em cadáveres que permite que você use o seu dedo como um bisturi para identificar e manipular estruturas. Houve uma ronda de pré-qualificação, onde eles levavam 2 escolas secundárias para a sala de competição de cada vez. Para se qualificar, você tinha de usar este software para identificar 30 estruturas do ombro em menos de 3 minutos.

Quando chegou a nossa vez de entrar na sala de competição, as regras foram explicadas para nós e para a escola que ia competir connosco, e perguntaram se já tínhamos usado o software antes. A outra escola disse que tinha um Anatomage na sua sala de treino, mas como é lógico, a nossa turma nunca tinha usado, visto ou ouvido falar do software antes. Nós nos preparamos para a competição usando o Kenhub.

“Eu fiz o upgrade para o Kenhub Premium para que minha turma pudesse usar os testes para melhorar a sua capacidade de identificar diferentes estruturas. A diferença notou-se de imediato.”

Qualquer estrutura do ombro e do antebraço poderiam ser perguntadas - nervos, artérias, veias, ligamentos, bursas, para além de outras. A outra escola fez a prova primeiro e identificou corretamente 15 de 24 estruturas, durante o tempo definido, a minha turma conseguiu identificar corretamente 29 de 30 estruturas. Todas as pessoas que estavam na sala ficaram a olhar para nós, como que a dizer “O que é que acabou de acontecer? Vocês disseram que nunca tinham usado este software antes - como é que conseguiram ter uma pontuação tão boa?!”

Na última ronda fomos nós contra duas outras equipes. Desta vez, havia 60 estruturas para identificar em 5 minutos. A primeira equipa acabou com cerca de 31 pontos, e depois a segunda equipa, que já tinha usado o software da Anatomage, teve 47 pontos. Nós ganhamos a competição com 67 pontos.

Foto da turma do Eric que ganhou a competição

Como é que vocês usaram o Kenhub Premium em sua turma?

Elias (um dos alunos de Eric): Nós usamos uma combinação de recursos. Primeiro usávamos as videoaulas para ter uma visão geral do tópico e de seguida fazíamos o teste para garantir que tínhamos entendido tudo.

Eric: Antes da realização dos testes, explorava as ilustrações do atlas e descreveria aos alunos o que eles poderiam ver, para que depois tivessem uma melhor classificação. De seguida, assistíamos às videoaulas, e por último usávamos os testes para identificar as estruturas. Nós fazíamos o mesmo teste duas ou três vezes. Mesmo que acertássemos em todas as respostas em todas as vezes, repetíamos o teste para ter a certeza que percebíamos a matéria.

Elias: A parte mais desafiante de aprender anatomia é identificar as estruturas. Aprender a partir de um cadáver é difícil, porque não está organizado com cada estrutura claramente destacada. Tudo está misturado e por todo o lado. A vantagem de usar imagens computorizadas como as dos testes do Kenhub é o facto de elas serem ao mesmo tempo precisas e fáceis de aprender.

Foto da Karla (uma das estudantes de Eric) durante a competição

Eric: A pontuação elevada que nós tivemos na competição deveu-se simplesmente aos testes de identificação de estruturas que nós fizemos no Kenhub. As ilustrações do Kenhub foram criadas com tanta precisão que eram extremamente parecidas com as estruturas que estávamos a ver no cadáver computadorizado.

“A vantagem de usar imagens computorizadas como as dos testes do Kenhub é o facto de elas serem ao mesmo tempo precisas e fáceis de aprender.”

Nós tínhamos praticado a identificação de estruturas usando os testes tantas vezes, que quando fomos confrontados com o cadáver real, os alunos sabiam de imediato qual era a estrutura.

O que é que vos levou a comprar a assinatura Premium?

Eric: Havia muitos conteúdos fantásticos na versão gratuita do Kenhub, mas a repetição espaçada nos testes foi o que me fez querer experimentar o Kenhub Premium.

“Eu decidi, 'os meus alunos precisam de se testar a si próprios, porque só assim os seus conhecimentos serão testados'.”

Em vez de ensinar simplesmente a minha turma usando uma apresentação powerpoint com imagens anatômicas, diapositivo após diapositivo, eu decidi “os meus alunos precisam de se testar a si próprios, porque só assim os seus conhecimentos serão testados”.

A vantagem das ferramentas de ensino interativo da anatomia

O que é que acha que existe no Kenhub que torna a aprendizagem de anatomia particularmente fácil?

Eric: Alguns testes tinham centenas de questões, mas os meus alunos nunca se aborreciam. Eles se divertiram imenso usando os testes - nunca houve uma altura em que se queixassem. Pelo contrário, você conseguia ver que a luz se estava a acender nas suas mentes quando eles começavam a entender e ganhar confiança nos diferentes assuntos. Rapidamente, eles começaram a conseguir identificar qual a estrutura para a qual estavam a olhar em poucos segundos.

“Os meus alunos se divertiram imenso usando os testes. Você conseguia ver que a luz se estava a acender nas suas mentes quando eles começavam a entender e ganhar confiança nos diferentes assuntos.”

Karla (Aluna): Usar os testes foi um desafio, mas foi divertido e emocionante. Eles eram algo novo que nós nunca tínhamos visto nem usado antes, o que fez com que nos sentíssemos otimistas ao usá-los para melhorar o nosso conhecimento.

Megan (Aluna): Eu gosto da forma como o Kenhub destaca uma estrutura específica para a qual você está a olhar e disseca tudo o que se sobrepõe, para que se possa concentrar apenas nessa estrutura.

Karla (Aluna): Eu gostei que as ilustrações do Kenhub fossem capazes de fazer as estruturas anatômicas parecer mais chamativas, atraentes e fáceis de identificar do que num cadáver, embora permanecessem bastante precisas.

Um dos muitos exercícios nos testes do Kenhub

Você recomendaria o Kenhub a outros professores de anatomia como ferramenta de ensino?

Eric: Sem dúvida. O Kenhub afirma ajudar os seus alunos a aprender anatomia passo a passo, e é exatamente isso que temos experimentado. Ele divide o corpo humano nas suas formas mais simples e depois junta todas as peças novamente para criar uma imagem completa da anatomia humana. Isso incentiva os alunos e faz com que eles sintam que a anatomia é algo que eles podem realmente entender.

Por mais que queiramos manter isto em segredo para que possamos continuar a ganhar, acho que qualquer pessoa que esteja a ensinar sobre o corpo humano - quer seja numa escola ou numa universidade - pode beneficiar com o uso do Kenhub. Eu recomendo avidamente.

“Qualquer um que esteja a ensinar sobre o corpo humano pode beneficiar com o uso do Kenhub. Eu recomendo avidamente.”

Eu acho que algumas das equipes na competição ficaram estupefatas com o que os meus alunos sabiam. Mas o segredo foi o Kenhub. Então eu achei que era certo dar-vos o crédito por disponibilizarem o Kenhub e tornarem a aprendizagem mais simples para os estudantes.

Gostaria de compartilhar a sua história sobre como o Kenhub o ajudou a aprender anatomia? Contacte-nos!

Se quiser melhorar a sua aprendizagem de anatomia e as suas notas tal como Eric e a sua turma, não se esqueça de criar a sua conta gratuita do Kenhub hoje. Os nossos testes, artigos, videoaulas, atlas e especialistas em Anatomia estão aqui para guiá-lo(a) ao longo de todo o seu percurso de aprendizagem de anatomia.

Continue lendo casos de sucesso

Por que você deveria conhecer o Kenhub Premium? Porque com ele, você poderia também ter sucesso aprendendo anatomia

Imagem de perfil deKiron Kabir

Kiron Kabir

Aluno do segundo ano de medicina, Universidade de Masaryk, República Checa

Imagem de perfil deOsman Elmais

Osman Elmais

Estudante de odontologia do segundo ano, Universidade Médica de Varna

Imagem de perfil deErin Kirby

Erin Kirby

Aluna de pré-enfermagem, Olympic college

Imagem de perfil deKim Bengochea

Kim Bengochea

Aluna de fisioterapia, Universidade de Regis, Denver

Imagem de perfil deTracey McNamara

Tracey McNamara

Aluna da licenciatura em ciências da saúde, Australian College of Natural Therapies

Imagem de perfil deAlexandra Orfanides

Alexandra Orfanides

Aluna do terceiro ano de osteopatia, The University College of Osteopathy, Londres

Imagem de perfil deTyler Kyle

Tyler Kyle

Professora de Ioga em Napa, Califórnia