Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Pulmões in situ - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Pulmões in situ

Objetivos de aprendizagem

Esta unidade de estudo irá ajudá-lo a aprender:

  1. A posição dos pulmões na cavidade torácica e as principais características de sua superfície.
  2. As relações dos pulmões com as estruturas adjacentes.

Navegue pelo atlas

O que significa in situ? Se removermos a parede anterior do tórax sem remover ou alterar nenhuma das estruturas abaixo, veríamos os pulmões em seu lugar original ou in situ. O exame dos pulmões in situ nos permite apreciar sua anatomia normal, topografia e relações com outras estruturas do tórax.

Localizados nas cavidades pleurais, os pulmões estão em íntima relação com o mediastino, o diafragma e os ossos da caixa torácica. Portanto, cada pulmão possui uma superfície mediastinal, uma diafragmática e uma costal. Observe que os pulmões não ocupam totalmente as cavidades pleurais. Assim, inferior e anteriormente, existem dois espaços potenciais, ou recessos pleurais, para os quais o tecido pulmonar não se estende (ou se estende apenas durante a inspiração forçada), denominados recessos costodiafragmáticos e costomediastinais, respectivamente.

Cada pulmão possui um ápice e uma base, além das bordas anterior, posterior e inferior. Os ápices dos pulmões projetam-se na abertura torácica superior, enquanto as bases repousam em seus respectivos hemidiafragmas. Embora sejam órgãos bilaterais, os pulmões esquerdo e direito têm algumas diferenças anatômicas. O pulmão esquerdo possui apenas dois lobos (superior e inferior), separados pela fissura oblíqua. O pulmão direito possui três lobos (superior, médio e inferior), separados pelas fissuras oblíqua e horizontal.

Explore as imagens do nosso atlas para uma visão geral detalhada da localização e das características e relações anatômicas dos pulmões.

Explore a nossa galeria do atlas para saber mais sobre os marcos anatômicos dos pulmões em sua localização original.

Teste seus conhecimentos

Agora é hora de transmitir o conhecimento recém-adquirido para a memória de longo prazo. Faça nosso teste e solidifique o que você acabou de aprender.

Você está pronto para consolidar seus conhecimentos sobre a anatomia dos pulmões? Experimente nosso teste totalmente personalizado abaixo:

Resumo

Informações importantes
Pulmão direito Lobos superior, médio e inferior, separados pelas fissuras horizontal e oblíqua, respectivamente
Pulmão esquerdo Lobo inferior esquerdo e lobo superior, separados pela fissura oblíqua. Incisura cardíaca perceptível, que expõe o pericárdio sobre o ápice do coração.
Marcos de superfície Ápice do pulmão: ~ 2,5 cm acima da clavícula
Borda inferior do pulmão:
6ª, 8ª e 10ª costelas
Borda inferior da pleura:
8ª, 10ª e 12ª costelas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!