Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Nervos da pelve masculina - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Nervos da pelve masculina

Objetivos de aprendizagem

Depois de completar esta unidade de estudo, você será capaz de:

  1. Identificar os nervos envolvidos na inervação somática da pelve masculina. 
  2. Nomear os nervos envolvidos na inervação autonômica da pelve masculina. 
  3. Descrever as funções da inervação somática e autonômica da pelve masculina.

Navegue pelo atlas

A inervação da pelve masculina inclui a inervação somática (motora e sensitiva) da pele e músculos esqueléticos e a inervação autonômica (visceral) dos órgãos pélvicos e glândulas.

A inervação somática para a pelve masculina tem a sua origem nos plexos lombar, sacral (sagrado) e coccígeo. Os nervos que se originam desses plexos, incluindo o nervo pudendo, os nervos escrotais e o nervo dorsal do pênis, inervam os músculos da pelve e a pele do pênis e do escroto.

A inervação autonômica provém de fibras simpáticas e parassimpáticas. A inervação simpática origina-se dos nervos esplâncnicos lombares e sacrais, enquanto que a inervação parassimpática tem origem nos nervos esplâncnicos pélvicos. Esses nervos e seus ramos formam os plexos hipogástrico superior e inferior, que se dividem em vários plexos menores. As fibras desses plexos inervam os vasos sanguíneos, as glândulas e os órgãos da pelve masculina, incluindo o reto, a bexiga, a uretra, os testículos e epidídimo, a próstata, e as glândulas seminais e bulbouretrais.

Curioso para descobrir mais detalhes sobre os nervos da pelve masculina? Então estude as imagens abaixo.

Explore cada estrutura em detalhe na galeria de imagens abaixo.

Teste seus conhecimentos

Faça o teste abaixo para consolidar os seus conhecimentos:

Teste o seu conhecimento sobre assuntos mais variados com o nosso teste personalizado sobre os vasos, nervos e linfáticos da pelve!

Resumo

Informações importantes
Inervação somática Plexos: plexo lombar, plexo sacral, plexo coccígeo.
Nervos: nervo obturatório, nervo pudendo, nervos retais, nervos escrotais, nervo dorsal do pênis.
Função: Inervação sensorial do pênis, escroto, períneo; inervação motora dos músculos da pelve.
Inervação autonômica Plexos: plexo hipogástrico superior, plexo hipogástrico inferior, plexo retal, plexo vesical, plexo deferente, plexo prostático.
Nervos: nervos esplâncnicos lombares, nervos esplâncnicos sacrais , nervos hipogástricos, nervos esplâncnicos pélvicos.
Função: Inervação simpática e parassimpática do reto, da bexiga, da uretra, dos testículos e epidídimo, da próstata, das glândulas seminais e dos corpos cavernosos do pênis.

Muito bem!

Artigos relacionados

Continue aprendendo

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!