Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo flexor superficial dos dedos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo flexor superficial dos dedos

Músculo flexor superficial dos dedos (Musculus flexor digitorum superficialis)

O flexor superficial dos dedos é o maior músculo do compartimento anterior do antebraço. Pertence ao grupo de músculos flexores superficiais do antebraço, juntamente com o pronador redondo, o flexor radial do carpo, o flexor ulnar do carpo e o palmar longo. Alguns autores classificam esse músculo como parte independente de uma camada média/intermediária do antebraço anterior, situada entre os grupos superficial e profundo.

Baseado em seu local de origem, o músculo flexor superficial dos dedos pode ser dividido em duas cabeças: cabeça úmero-ulnar e cabeça radial. Seu grande ventre muscular segue distalmente em direção ao punho, onde se divide em quatro tendões que se inserem nas falanges médias do segundo ao quinto dedos da mão. Devido à sua localização superficial, esses tendões podem ser facilmente palpados na parte distal do antebraço.

A principal ação desse músculo é a flexão do segundo ao quinto dedos nas articulações metacarpofalângicas e interfalângicas proximais.

Notas importantes sobre o músculo flexor superficial dos dedos
Origem Cabeça úmero-radial: epicôndilo medial do úmero, processo coronoide da ulna
Cabeça radial:
metade proximal da borda anterior do rádio
Inserção Lateral das falanges médias dos dedos 2-5
Ação Articulações metacarpofalângicas e interfalângicas proximais 2-5: flexão dos dedos
Inervação Nervo mediano (C8, T1)
Vascularização Artéria ulnar, artéria radial, artéria mediana

Este artigo discutirá a anatomia e a função do músculo flexor superficial dos dedos.

Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Relações
  3. Inervação
  4. Vascularização
  5. Função
  6. Nota Clínica
  7. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

O músculo flexor superficial dos dedos se origina a partir de duas cabeças:

  • Cabeça úmero-ulnar: como o nome sugere, essa cabeça se origina tanto no epicôndilo medial do úmero, através do tendão flexor comum, quanto na margem medial do processo coronoide da ulna. Algumas fibras também se originam na banda anterior do ligamento colateral ulnar da articulação do cotovelo.
  • Cabeça radial: origina-se nos dois terços superiores da borda anterior do rádio. Tem uma origem linear longa, que se estende da tuberosidade do rádio à inserção do pronador redondo no antebraço distal.

A partir desses pontos de origem, as cabeças musculares do flexor superficial dos dedos seguem um trajeto distal pelo antebraço anterior. Geralmente, o músculo é organizado em duas camadas: superficial e profunda. Na metade do antebraço cada camada emite dois tendões. Os tendões da camada superficial se direcionam aos dígitos 3 e 4, enquanto os tendões da camada profunda se inserem nos dígitos 2 e 5. Além disso, a camada profunda emite um pequeno tendão que se une ao tendão da camada superficial direcionada ao dígito 2. Na articulação do punho, os tendões passam profundamente ao retináculo dos flexores através do túnel do carpo, após o qual se dividem nos dois pares acima mencionados.

Quando os tendões do flexor superficial dos dedos entram na mão, eles seguem superficialmente aos tendões do flexor profundo dos dedos correspondentes. Após passarem pela articulação metacarpofalângica, os dois tendões entram na bainha flexora dos dedos. Antes de atingirem a articulação interfalângica proximal, cada tendão do flexor superficial dos dedos bifurca-se para permitir a passagem entre eles do tendão correspondente do flexor profundo dos dedos.

Uma maneira fácil de lembrar esse pequeno detalhe é ter em mente o seguinte mnemônico:

  • Superficial Separa, para Passagem do Profundo

O tendão dividido do flexor superficial dos dedos volta a se juntar profundamente ao tendão do flexor profundo dos dedos, ao redor do qual forma uma alça. Os tendões do flexor superficial dos dedos inserem-se na superfície palmar da base da falange média.

Relações

O flexor superficial dos dedos localiza-se no compartimento anterior do antebraço, superficial ao flexor profundo dos dedos e ao flexor longo do polegar, e profundo aos músculos pronador redondo, palmar longo, flexor radial do carpo e flexor ulnar do carpo. As duas cabeças do flexor superficial dos dedos formam um arco muscular, através do qual passam o nervo mediano e a artéria ulnar.

Inervação

O músculo flexor superficial dos dedos é inervado por ramos musculares do nervo mediano, que deriva das raízes C8 e T1 dos fascículos medial e lateral do plexo braquial. A pele que cobre o músculo é inervada pelas raízes C6-8 e T1.

Vascularização

A vascularização do músculo flexor superficial dos dedos é realizada pela artéria ulnar e seu ramo recorrente anterior. Além dos ramos da artéria ulnar, as superfícies anterior e lateral do músculo são irrigadas pelos ramos da artéria radial; e sua superfície posterior também recebe ramos da artéria mediana.

Função

A principal função do músculo flexor superficial dos dedos é a flexão dos dedos 2-5 nas articulações interfalângicas e metacarpofalângicas proximais. Ao contrário do flexor profundo dos dedos, o flexor superficial dos dedos apresenta feixes musculares independentes para cada um dos quatro dígitos. Isso faz com que ele seja capaz de flexionar os dedos individualmente em suas articulações interfalangeanas proximais. Além disso, o flexor superficial dos dedos ajuda na flexão do punho.

Avalie seus conhecimentos recém-adquiridos sobre o flexor superficial dos dedos e outros flexores do antebraço com o nosso teste!

Músculo flexor superficial dos dedos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!