Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Articulação do cotovelo

Videoaula recomendada: Articulação do cotovelo [22:57]
Ossos, ligamentos e inervação da articulação do cotovelo.

A articulação do cotovelo é uma articulação encontrada no membro superior, entre o braço e o antebraço. É o ponto de articulação de três ossos: o úmero, localizado no braço, o rádio e a ulna, localizados no antebraço.

Estruturalmente, a articulação do cotovelo é classificada como sinovial. As articulações sinoviais, ou diartroses, têm as extremidade ósseas revestidas por uma cápsula articular. No interior dessa cápsula, as superfícies articulares são revestidas por cartilagem hialina e estão banhadas por um líquido sinovial viscoso, o que permite um movimento suave da articulação. Além disso, a articulação do cotovelo também é classificada como composta, pois na verdade é formada por duas articulações distintas, uma entre o úmero e a ulna e outra entre o úmero e o rádio.

Funcionalmente, a articulação do cotovelo é uma articulação uniaxial em dobradiça, pois permite o movimento em apenas um único plano.

Informações importantes sobre a articulação do cotovelo
Tipo Articulação em dobradiça
Ossos Úmero, rádio e ulna
Ligamentos Ligamento colateral ulnar, ligamento colateral radial, ligamento anular, ligamento quadrado
Vascularização Proximal à articulação do cotovelo - artéria colateral ulnar, artéria colateral radial, artéria colateral média
Distal à articulação do cotovelo
- artéria recorrente radial, artéria recorrente ulnar
Movimentos Flexão - músculos bíceps braquial, braquial, braquiorradial
Extensão
- músculo tríceps braquial
Notas clínicas Fraturas, epicondilite, artrite, venopunção
Conteúdo
  1. Articulações
  2. Ligamentos
  3. Vascularização e inervação
  4. Movimentos
  5. Notas Clínicas
    1. Fraturas
    2. Epicondilite e Artrite
    3. Punção venosa
  6. Referências
+ Mostrar tudo

Articulações

Antes de iniciar sua leitura, assista a videoaula abaixo:

  • A articulação umeroulnar é o ponto de contato entre o úmero e a ulna. Ela possui um único eixo, e é portanto uma articulação sinovial em dobradiça, que simplesmente se abre e fecha. As superfícies articulares podem ser encontradas entre a tróclea do úmero e a incisura troclear da ulna.
  • A articulação umeroradial é o ponto de contato entre o úmero e o rádio. Ela também é uma articulação uniaxial sinovial em dobradiça, que articula o capítulo do úmero à cabeça do rádio.

Se você está perdido, dê uma olhada neste artigo sobre o antebraço e o cotovelo antes de prosseguir.

  • A articulação radioulnar é formada por duas articulações separadas, nas extremidades proximal e distal dos ossos. Somente a parte proximal será discutida neste artigo, uma vez que ela é encapsulada pelo tecido sinovial do cotovelo. A articulação radioulnar proximal também é uniaxial, mas funciona como uma articulação em pivô. Suas superfícies articulares são a cabeça do rádio e a incisura radial da ulna.

Ligamentos

Existem vários ligamentos que ajudam a reforçar a articulação do cotovelo. Eles incluem os ligamentos colaterais radial e ulnar, bem como o ligamento anular:

  • O ligamento colateral ulnar é um ligamento triangular que possui uma banda anterior, uma posterior e uma oblíqua. Ele se estende do epicôndilo medial ao processo coronoide e ao olécrano da ulna.
  • O ligamento colateral radial cursa entre o epicôndilo lateral, o ligamento anular e as margens anterior e posterior da incisura radial da ulna.
  • O ligamento anular possui a forma de um forte círculo fibroso que cursa desde a margem da incisura radial da ulna, envolvendo a cabeça do rádio. Sua função é manter a posição da cabeça do rádio durante a pronação e a supinação.

Que tal uma estratégia nova para aprender o sistema esquelético de uma vez por todas? Confira a apostila de exercícios sobre o sistema esquelético que preparamos para você!

Vascularização e inervação

As articulações umeroulnar e umeroradial possuem o mesmo suprimento sanguíneo e a mesma inervação, uma vez que estão muito próximas uma da outra: 

  • Ao redor do cotovelo existe uma anastomose entre a artéria braquial, a artéria radial e a artéria ulnar, que fornece dois terços do suprimento sanguíneo do cotovelo.
  • Os nervos musculocutâneo, radial e ulnar contribuem com fibras para a inervação das articulações umeroulnar e umeroradial.

A articulação radioulnar proximal encontra-se ligeiramente afastada das articulações mencionadas previamente e, por isso, possui vascularização e inervação próprias: 

  • Seu suprimento sanguíneo surge das artérias interósseas anterior e posterior.
  • Os nervos musculocutâneo, mediano e ulnar participam da inervação desta articulação.

Movimentos

As articulações umeroulnar e umeroradial são responsáveis pela flexão que ocorre em ângulos maiores que 180º, e pela extensão. A articulação radioulnar proximal e o ligamento anular permitem a pronação e a supinação com rotação da cabeça do rádio. 

O ângulo de carga é o ângulo formado entre o eixo longo do úmero e o eixo longo da ulna quando o membro superior encontra-se completamente estendido e supinado, na posição anatômica. Este ângulo varia entre dez e quinze graus em homens e acima de quinze graus em mulheres.

Agora que você acabou de estudar este artigo, não deixe de avaliar seus conhecimentos sobre a articulação do cotovelo com nosso teste abaixo.

Articulação do cotovelo - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais.

Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!