Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Coroide

A coroide forma parte da membrana vascular do globo ocular, juntamente com o corpo ciliar e a íris. É uma camada fina de tecido conjuntivo vascular pigmentado do globo ocular que se estende desde a ora serrata até ao nervo óptico (NC II). Ela localiza-se entre a esclera fibrosa, mais externa, e a retina, mais interna, estendendo-se posteriormente a partir do nervo óptico.

A coróide tem cerca de 200 μm de espessura ao nascimento, e diminui de espessura com a idade (diminuindo até cerca de 80 μm aos 90 anos de idade). Essa estrutura de tecido vascular do olho é formada por cinco camadas principais (de interna para externa): a membrana de Bruch, os coriocapilares, as duas camadas vasculares (de Haller e de Sattler), e a supracoroide.

A membrana de Bruch forma a camada mais interna da coroide. É uma fina camada de tecido conjuntivo que separa a retina da coroide e fornece oxigênio e nutrição para a parte mais externa da retina.

A camada coriocapilar é imediatamente adjacente à membrana de Bruch, e é formada por uma rede anastomótica de capilares. Esses capilares originam-se na camada de arteríolas de Sattler da coroide. Os coriocapilares fornecem nutrição ao epitélio da retina e aos fotorreceptores. Eles também filtram os resíduos da parte mais externa da retina, e são responsáveis pela termorregulação da parte posterior do olho.

A região altamente vascularizada da coroide é composta pela camada externa de Haller e pela camada interna de Sattler, inseridas no estroma coroidal. A camada de Haller é formada por grandes vasos sanguíneos, enquanto a camada de Sattler é composta por artérias e arteríolas menores. O estroma circundante é formado por colágeno, fibras elásticas, fibroblastos, células musculares lisas, assim como macrófagos, mastócitos e linfócitos.

A camada mais externa da coroide é a supracoroide, que é uma zona de transição entre a coroide e a esclera adjacente. Ela é composta por fibras de colágeno, fibroblastos e melanócitos. Essa fina camada externa contém espaços revestidos de epitélio que drenam para as veias e que se acredita que desempenhem um papel na drenagem linfática do olho.

A coroide recebe o seu rico suprimento vascular das artérias ciliares posteriores curtas e longas, e é drenada pelas veias vorticosas. As paredes dos vasos da coroide recebem inervação parassimpática do gânglio pterigopalatino e inervação simpática do gânglio cervical superior.

A principal função da coroide é fornecer oxigênio e nutrição para a parte externa da retina. Contudo, também é importante para a termorregulação do aspecto posterior do olho, para a modulação da pressão intraocular e para a drenagem do humor aquoso da câmara anterior.

Informações importantes sobre a coroide
Definição Camada de tecido conjuntivo vascular do globo ocular
Camadas Da mais interna para a mais externa: membrana de Bruch, coriocapilares, duas camadas vasculares (de Haller e de Sattler), e supracoroide
Funções Fornece oxigênio e nutrição para a parte externa da retina, termorregulação do aspecto posterior do olho, modulação da pressão intraocular, drenagem do humor aquoso da câmara anterior

Explore a anatomia do globo ocular na unidade de estudo abaixo.

Coroide - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!