EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Musculatura lisa - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.074.267 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Musculatura lisa

O músculo liso é um tipo de tecido encontrado nas paredes dos órgãos ocos, como os intestinos, o útero e o estômago. O músculo liso também está presente nas paredes dos vasos, incluindo artérias e veias do sistema cardiovascular.

Este tipo de músculo não estriado involuntário é ainda encontrado nos sistemas urinário, respiratório e reprodutor.

Além disso, também se pode encontrar músculos lisos nos olhos, onde age alterando o tamanho da íris e a forma da lente. A pele também contém músculo liso, o que permite que o cabelo aumente em resposta a temporais frios ou medo.   

Fatos importantes sobre a musculatura lisa
Localização

Paredes de vasos e órgãos (sistemas digestivo, respiratório, urinário e reprodutor)

Função Controlo do diâmetro dos vasos, movimento de conteúdos em órgãos ocos
Anatomia Células pequenas, fusiformes unidas entre si por junções comunicantes
Início da contração Alguma contração está sempre presente, mas pode ser modificada por nervos
Contração Involuntária, lenta e sustentável indefinidamente
Fadiga Geralmente não é suscetível a fadiga

Este artigo irá abordar a estrutura, histologia, localização, função e inervação da musculatura lisa. No final, será apresentado um breve resumo com os pontos abordados mais importantes.

Estrutura

A célula muscular lisa possui uma espessura de 3 a 10 µm e um comprimento de 20 a 200 µm. O citoplasma é homogeneamente eosinofílico e consiste principalmente de miofilamentos. O núcleo é localizado no centro e assume uma forma semelhante a um cigarro quando contraído. A membrana celular forma pequenas invaginações em forma de bolsa para o interior do citoplasma (cavéolas), que são funcionalmente equivalentes aos túbulos-T da musculatura esquelética. As células musculares lisas são ancoradas ao tecido conectivo (conjuntivo) circunjacente por uma lâmina basal.

Tecido muscular liso - lâmina histológica

As fibras musculares lisas se agrupam em bandas ramificadas. Opostamente às fibras musculares esqueléticas essas bandas não correm estritamente paralelas e ordenadas, mas consistem em um complexo sistema. Assim as células podem se contrair muito mais fortemente do que na musculatura estriada. Os filamentos de actina são distendidos entre corpos densos no citoplasma e placas fixadas à membrana celular. Os filamentos de miosina encontram-se entre os filamentos de actina. Além disso, filamentos intermediários como a desmina e vimentina suportam a estrutura celular.

Função

Musculatura lisa é encontrada em (quase) todos os sistemas orgânicos como em órgãos ocos (ex.: estômago, bexiga), em estruturas tubulares (ex.: vasos, ductos biliares), em esfíncteres, no útero, no olho, etc. Além disso ela possui um importante papel nos ductos das glândulas exócrinas. Ela cumpre várias tarefas como o fechamento de orifícios (ex.: piloro, óstio uterino) ou o transporte do quimo através de contrações em onda do tubo intestinal. Se por um lado as células musculares lisas se contraem mais lentamente que as células musculares esqueléticas, por outro lado elas são mais fortes, mais sustentadas e requerem menos energia.

Videoaula recomendada: Músculo liso
O tecido muscular liso forma a parede dos vassos sanguíneos e dos orgãos internos ocos, como por exemplo, o estômago, o intestino, etc.

Miofibroblastos representam um tipo especial de célula muscular lisa que adicionalmente possui qualidades de fibrócitos. Eles produzem proteínas de tecido conectivo (conjuntivo) como colágeno (colagénio) e elastina, razão pela qual eles são também chamados de células fixas (ou estacionárias) do tecido conectivo (conjuntivo). Miofibroblastos são encontrados, entre outros, nos septos alveolares dos pulmões e tecidos cicatriciais.

Miofibroblastos (verde) - lâmina histológica

Inervação

A inervação da musculatura lisa é extremamente complexa. Ela ocorre sob a influência do sistema nervoso visceral e funciona autonomamente ao mesmo tempo. 

Além disso, ela é regulada por:

  • neurotransmissores -> ex.: norepinefrina, acetilcolina
  • hormônios (hormonas) -> ex.: estrogênio, ocitocina (oxitocina) 
  • hormônios (hormonas) tissulares -> ex.: prostaglandinas, histamina

Mudanças locais (ex.: distensão) podem possuir um efeito estimulante ou relaxante. Em contraste à musculatura esquelética a musculatura lisa é contraída involuntariamente.

Funcionalmente, diferenciam-se entre os tipos unidade única e unidades múltiplas. As células musculares lisas do tipo unidade única são eletricamente conectadas por junções comunicantes (junções gap ou nexos) e contraem uniformemente. Esse tipo de célula é encontrada na parede de órgãos internos e vasos sanguíneos (musculatura lisa visceral). As células de unidades múltiplas da musculatura lisa são independentes umas das outras e portanto precisam ser inervadas individualmente, permitindo um controle muscular muito mais preciso. Elas são encontradas, entre outros, na íris e nos músculos eretores dos pelos.

Destaques

O músculo liso é encontrado na parede de órgãos ocos, passagens, tratos, olhos e pele.

Estrutura

As fibras do muscular liso agrupam-se em feixes ramificados, o que permite que as células se contraiam muito mais fortemente do que as da musculatura estriada.

Funções

Músculo liso tem diferentes funções no corpo humano, incluindo:

  • Vedação de orifícios;
  • Transporte do quimo através de contrações peristálticas do tubo intestinal;
  • Produção de proteínas do tecido conjuntivo, como colágeno (colagénio) e elastina (miofibroblastos).

Inervação

O músculo liso é regulado pelo seguinte:

  • sistema nervoso visceral;
  • neurotransmissores -> ex.: norepinefrina, acetilcolina
  • hormônios (hormonas) -> ex.: estrogênio, ocitocina (oxitocina) 
  • hormônios (hormonas) tissulares -> ex.: prostaglandinas, histamina 

Musculatura lisa - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.074.267 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • U. Welsch: Lehrbuch Histologie, 2.Auflage, Urban & Fischer Verlag/Elsevier (2006), S.152-157
  • D. U. Silverthorn: Physiologie, 4.Auflage, Pearson Studium (2009), S.595-606

Ilustrações: 

  • Músculo liso - lâmina histológica
  • Camada circular do músculo liso - lâmina histológica
  • Músculo liso do bronquíolo terminal - lâmina histológica
  • Fibras musculares - lâmina histológica
  • Fascículo muscular liso - lâmina histológica
  • Miofibroblastos - lâmina histológica

Autor & Layout:

  • Achudhan Karunaharamoorthy
  • Christopher A. Becker 

Tradução para português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.