EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Parede medial da cavidade nasal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.102.418 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Parede medial da cavidade nasal

A parede medial da cavidade nasal compreende:

Fatos Importantes
Cavidade Nasal

Teto: ossos frontal, etmoide e esfenoide

Assoalho: palato duro e mole

Septo nasal

Ossos: placa perpendicular do osso etmoide (septo superior), vômer (septo inferior), crista dos ossos maxilar e palatino (septo posterior)

Cartilagens: cartilagem quadrangular (septo anterior)

Esqueleto nasal Osso etmoide, maxilar, vômer e palatino

Anatomia

Este artigo aborda cada estrutura da parede medial da Cavidade Nasal e conclui com um resumo dos fatos mais importantes.

Videoaula recomendada: Parede medial da cavidade nasal
Ossos, cartilagens e mucosa da parede medial da cavidade nasal.

Septo Nasal

O septo nasal é uma estrutura que consiste de componentes ósseos e cartilaginosos. Os componentes ósseos são:

  • a placa perpendicular do etmoide, superiormente e inferiormente
  • o vômer, posteriormente e inferiormente
  • as cristas do osso maxilar, anteriormente e inferiormente
  • a crista do osso palatino inferior ao vômer

O septo nasal pode ser desviado em alguns indivíduos, sendo sinal de trauma nasal ou crescimento anormal.

Esqueleto Nasal

Osso Etmoide

A parede medial da cavidade nasal é formada por elementos ósseos e cartilaginosos. Posteriormente, a placa perpendicular do osso etmoide forma o septo superior e o vômer forma a parte inferior do septo. A placa perpendicular do osso etmoide é a parte superior e posterior do septo nasal ósseo, e se articula superiormente com a placa cribriforme. A borda posterior se articula superiormente com a crista esfenoidal e com o vômer, por sua margem inferior. 

A placa cribriforme é encontrada na linha média no assoalho anterior da fossa craniana anterior. Ela pode ser descrita como uma fina placa óssea perfurada, através da qual as fibras do nervo olfatório ascendem e atingem o córtex entorrinal. A placa é dividida pela crista galli na linha média.

Osso Maxilar

Mais posteriormente a crista dos ossos maxilar e palatino completam o septo posterior. O septo anterior é formado inteiramente pela cartilagem quadrangular, que divide a cavidade na linha média.

Vômer

O vômer é um osso único do crânio. Ele está localizado no plano sagital médio, e se articula com o osso etmoide, com ambos os ossos palatinos e ambos os ossos maxilares.

Osso Palatino

A placa horizontal do osso palatino é um osso de formato retangular que se projeta medialmente e forma um ângulo com a placa perpendicular do etmoide. A superfície nasal do osso forma parte do meato inferior do nariz, e a superfície serrilhada maxilar anterior se articula com a maxila. Lateralmente o osso se articula com a placa perpendicular, e a porção superior da placa forma a parte posterior da cavidade nasal. A superfície inferior da placa é áspera e fornece ligação para a mucosa oral do palato duro.

Cartilagem Nasal e outras estruturas

A parte posterior da cartilagem do septo nasal é expandida para formar o processo posterior. Essa expansão é formada na junção com a cartilagem nasal lateral. A cartilagem septal possui espessura de aproximadamente 3 a 4 mm. Ela divide a cavidade nasal em duas metades. A parte anterior  inferior da cartilagem possui uma expansão conhecida como base, que possui 4 a 8 mm de largura. Essa base encontra-se em contato livre com o septo membranoso. A cartilagem se expande em outras regiões, como a junção com a cartilagem nasal, chamada de processo posterior. A cartilagem está firmemente aderida ao osso nasal por fibras colágenas/colagénias tensas.

A cartilagem do septo também é chamada de “cartilagem quadrangular”, devido à sua forma. A espinha nasal posterior é uma projeção pontiaguda da borda posterior do osso palatino. O músculo da úvula se insere ali.

A tonsila faríngea também é conhecida como adenoide. É uma massa de tecido linfático localizada no teto da nasofaringe. A estrutura se degrada com a idade, sendo quase inteiramente ausente na puberdade. O torus tubário também é conhecido como tonsila tubária. Ele se encontra na base da parte cartilaginosa da tuba de Eustáquio.

A coana é uma abertura na parte posterior da passagem nasal que se abre na nasofaringe, próximo a onde estão as adenoides. A passagem forma um fluxo da nasofaringe para a boca e garganta.

Assoalho da Cavidade Nasal

Palato Duro

A abertura faríngea da tuba auditiva pode ser descrita como uma abertura triangular, cercada por uma proeminência elevada firme, conhecida como torus. A parte mais medial da cartilagem causa uma elevação da membrana mucosa.

O palato duro é uma placa horizontal de osso formado pelo processo palatino da maxila e pela placa horizontal do osso palatino.

Sua função é formar a separação entre a nasofaringe e a orofaringe. Insuficiência dessa estrutura pode causar dificuldade na deglutição.

Palato Mole

O palato mole também é chamado de véu. Essa é a continuação do palato duro posteriormente, mas não possui estrutura óssea. Essa estrutura é constituída de 5 músculos, sendo crucial para a deglutição. Eles são:

  • o tensor do véu palatino (inervado pelo ramo mandibular do nervo trigêmeo)
  • o palatoglosso
  • o palatofaríngeo, que possui um papel fundamental na respiração
  • o levantador do véu palatino, que eleva o palato mole para abrigar o bolo alimentar,
  • o músculo da úvula, que move a mesma

A úvula possui um papel essencial na fala humana, e trabalha com a parte posterior da língua para criar sons guturais. O processo palatino da maxila é uma estrutura que forma 75% do palato duro, com os 25% restantes sendo formados pela placa horizontal do osso palatino. Essa estrutura óssea possui numerosas perfurações para permitir a passagem de vasos nutridores.

Sumário

O septo nasal é uma estrutura que consiste de componentes ósseos e cartilaginosos. Os componentes ósseos são:

  • a placa perpendicular do etmoide, superiormente e inferiormente
  • o vômer, posteriormente e inferiormente
  • as cristas do osso maxilar, anteriormente e inferiormente
  • a crista do osso palatino inferior ao vômer

A cartilagem septal divide a cavidade nasal em duas metades. A parte anterior  inferior da cartilagem possui uma expansão conhecida como base, que encontra-se em contato livre com o septo membranoso. A cartilagem se expande em outras regiões, como a junção com a cartilagem nasal, chamada de processo posterior. A cartilagem está firmemente aderida ao osso nasal por fibras colágenas/colagénias tensas.

O assoalho da cavidade nasal é formado pelos palatos duro e mole.

Parede medial da cavidade nasal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.102.418 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Johannes Lang: Clinical Anatomy of the Nose, Nasal Cavity and Paranasal Sinuses, Thieme, Chapter 2 Nasal Cavity, page 31 to 35.
  • Frank H.Netter MD: Atlas of Human Anatomy, 5th Edition, Elsevier Saunders, Chapter 1 Head and Neck: Medial Wall of the Nasal Cavity, Page 38 and 39.
  • Chummy S.Sinnatamby: Last’s Anatomy Regional and Applied, 12th Edition, Churchill Livingstone Elsevier, Chapter 6 Head and Neck and Spine, Page 375.
  • Richard L. Drake, A. Wayne Vogl, Adam. W.M. Mitchell: Gray’s Anatomy for Students, 2nd Edition, Churchill Livingstone Elsevier, Chapter 8 Head and Neck: Nasal Cavities, Page 1014 to 1020.
  • Richard L. Drake, A. Wayne Vogl, Adam. W.M. Mitchell: Dorland’s Gray’s Pocket Atlas of Anatomy, Churchill Livingstone Elsevier , Chapter 8 Head and Neck, Page 361.

Autor and Layout:

  • Shahab Shahid
  • Catarina Chaves

Ilustrações:

  • Septo nasal - vista medial - Yousun Koh
  • Cartilagem do septo nasal - vista medial - Yousun Koh
  • Septo nasal - vista posterior - Yousun Koh
  • Placa perpendicular do osso etmoide - vista medial - Yousun Koh
  • Placa cribriforme - vista medial - Yousun Koh
  • Placa cribriforme - vista superior - Yousun Koh
  • Superfície nasal da maxila - vista medial - Yousun Koh
  • Vômer - vista medial - Yousun Koh
  • Osso palatino - vista medial - Yousun Koh
  • Placa horizontal do osso palatino - vista medial - Yousun Koh
  • Processo posterior da cartilagem do septo nasal - vista medial - Yousun Koh
  • Osso nasal - vista medial - Yousun Koh
  • Espinha nasal posterior - vista medial - Yousun Koh
  • Tonsila faríngea - vista medial - Yousun Koh
  • Coana - vista superior - Yousun Koh
  • Coana - vista inferior - Yousun Koh
  • Palato duro - vista lateral-esquerda - Begoña Rodriguez
  • Palato duro - vista anterior - Paul Kim
  • Palato mole - vista sagital - Yousun Koh
  • Palato mole - vista posterior - Yousun Koh
  • Úvula - vista anterior - Paul Kim

Tradução para o português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 15 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.