EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Ciclo cardíaco - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.234.089 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Ciclo cardíaco

O ciclo cardíaco é um padrão contínuo de eventos que ocorre para que o sangue seja bombeado pelo corpo, em nosso sistema cardiovascular. Consiste de quatro estágios que ocorrem no intervalo de um batimento, incluindo a sístole e a diástole cardíacas.

Esse artigo irá destacar os principais estágios do ciclo cardíaco, os movimentos valvulares do coração em conjuntonção com o movimento do sangue entre as câmaras cardíacas, e também a forma como o miocárdio reage aos estímulos elétricos que ele recebe periodicamente.

Fatos importantes sobre o ciclo cardíaco
Sístole atrial

Valvas atrioventriculares abertas. Valvas semilunares fechadas.

Átrios contraem, passando algum sangue para os ventrículos.

Contração isovolumétrica

Valvas atrioventriculares e semilunares fechadas.

Início da contração dos ventrículos, com aumento de pressão sem alteração de volume sanguíneo.

Ejeção ventricular

Valvas atrioventriculares fechadas. Valvas semilunares abertas.

Há saída de sangue dos ventrículos para a artéria pulmonar e aorta.

Relaxamento isovolumétrico

Valvas atrioventriculares e semilunares fechadas.

Ocorre relaxamento dos ventrículos.

Enchimento ventricular

Valvas atrioventriculares abertas. Valvas semilunares fechadas.

Começa a entrar sangue nos ventrículos a partir dos átrios, porque as valvas atrioventriculares abrem ainda antes da contração atrial.

Nota prévia sobre a terminologia anatômica do coração em Português:

Existem algumas variações entre a nómina do coração em Português Brasileiro e Português Europeu que podem causar confusão. Para esclarecimento dos leitores, esclarecemos que:

  • Átrio, em Português Brasileiro, traduz-se para Aurícula em Português Europeu.
  • Aurícula, em Português Brasileiro, traduz-se para Apêndice Auricular ou Auriculeta em Português Europeu.
  • Valva, em Português Brasileiro, corresponde a Válvula em Português Europeu. Em Português Europeu, Valva é sinônimo de Cúspide.

Para tornar o texto mais claro, ao longo do artigo, utilizaremos exclusivamente a terminologia em Português Brasileiro relativamente a estes termos. Todos os outros terão os seus equivalentes apresentados entre parênteses.

Sístole atrial

Durante a sístole atrial, as valvas atrioventriculares se abrem e permitem que o sangue flua dos átrios para os ventrículos, enquanto as valvas semilunares permanecem fechadas de forma a evitar a ejeção prematura para o interior dos grandes vasos. Durante essa fase, os átrios se contraem simultaneamente com a abertura da valva mitral e da valva tricúspide, forçando o sangue para as câmaras cardíacas inferiores.

Os ventrículos já possuem uma pequena quantidade de sangue em seu interior, que foi deixado após a última fase do ciclo anterior. Esse sangue remanescente é acrescido de outros trinta por cento, de forma que o volume ventricular final em repouso é atingido em cerca de 130 ml.

Contração isovolumétrica

Na segunda fase do ciclo cardíaco as valvas atrioventriculares e semilunares permanecem fechadas. Nesse ponto os ventrículos começam a se contrair e, apesar das fibras miocárdicas ventriculares se encurtarem somente um pouco, a pressão intraventricular aumenta rapidamente. Deve-se notar entretanto que durante esse estágio, apesar de várias mudanças cardíacas, o volume ventricular de sangue permanece o mesmo.

Ejeção ventricular

Ao contrário da sístole atrial, durante a ejeção ventricular as valvas semilunares são abertas, e as valvas atrioventriculares permanecem fechadas. Isso ocorre porque a pressão nos ventrículos excede a pressão nos troncos arteriais e as valvas são abertas forçadamente. A pressão no ventrículo esquerdo supera a pressão aórtica em cerca de 80 mmHg, e a pressão no ventrículo direito faz o mesmo com a pressão da artéria pulmonar em 10 mmHg.

Conforme a sístole progride, a ejeção do volume sanguíneo se torna cada vez mais lenta, e eventualmente, quando um volume sanguíneo de 70 a 90 ml tiver sido ejetado do coração, a sístole termina e somente o sangue remanescente permanece no interior dos ventrículos, conforme discutido previamente. O volume de sangue remanescente é de cerca de 50 ml.

Relaxamento isovolumétrico

Durante o relaxamento isovolumétrico, que é a penúltima fase do ciclo cardíaco, todas as valvas cardíacas se fecham. Isso significa que não há sangue passando entre as câmaras cardíacas ou para fora do coração. A pressão cai abaixo de 120 mmHg conforme os ventrículos se relaxam, causando o fechamento das valvas semilunares. Conforme a pressão continua caindo, a pressão atrial supera a dos ventrículos, e as valvas atrioventriculares se abrem. Enquanto isso o sangue está sendo bombeado ao redor do corpo.

Face diafragmática do coração

Enchimento ventricular

Finalmente, o enchimento ventricular é o estágio final do ciclo cardíaco. Como o nome diz, essa fase é quando os ventrículos começam a se encher com sangue vindo dos átrios, significando que as valvas semilunares estão fechadas e as valvas mitral e tricúspide estão abertas. Os ventrículos estão relaxados e são preenchidos em até aproximadamente setenta por cento de sua capacidade máxima.

As valvas atrioventriculares começam a se fechar lentamente conforme a pressão atrial se reduz e o volume ventricular aumenta. Nesse ponto os átrios começam a se encher novamente.

Nota clínica

Existem vários distúrbios patológicos potenciais ao ciclo cardíaco, surgidos de uma ampla gama de causas possíveis.

Falhas mecânicas, como defeitos de valvas cardíacas, distúrbios hematológicos, como hipovolemia, e uma falta de condução elétrica devido a danos em nervos são alguns dos muitos exemplos.

Ciclo cardíaco - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.234.089 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • John T. Hansen and Bruce M. Koeppen, Netter’s Atlas of Human Physiology, 1st Edition, Cardiovascular Physiology, Figure 4.9 Cardiac Cycle, Page 74.

Autor:

  • Dr. Alexandra Sieroslawska

Ilustrações:

  • 1.ª galeria: Átrio direito - Yousun Koh
  • 1.ª galeria: Átrio esquerdo - Yousun Koh
  • 1.ª galeria: Ventrículo direito - Yousun Koh
  • 1.ª galeria: Ventrículo esquerdo - Yousun Koh
  • 2.ª galeria: Valva mitral - Yousun Koh
  • 2.ª galeria: Valva tricúspide - Yousun Koh
  • 2.ª galeria: Valva aórtica - Yousun Koh
  • 2.ª galeria: Valva pulmonar - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Valva mitral - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Valva tricúspide - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Valva aórtica - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Valva pulmonar - Yousun Koh

Tradução para o português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Rafael Vieira
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 7 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!