EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Jejuno - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Jejuno

O jejuno é a parte média das três que constituem o intestino delgado (parte do sistema digestório), localizando-se entre o duodeno e o íleo.

Seu suprimento arterial é fornecido pelas artérias jejunais, enquanto a inervação pelo plexo celíaco e mesentérico superior, juntamente com o nervo vago.

Ele desempenha um papel fundamental na digestão, já que 40% do intestino delgado é jejuno. Suas funções incluem absorção de água e nutrientes.

Histologicamente falando, sua mucosa é revestida por epitélio colunar (cilíndrico) simples e contém as características criptas de Lieberkühn juntamente com as vilosidades.

Fatos importantes
Localização Entre o duodeno e o íleo (intestino delgado)
Vascularização Artérias: 5 artérias jejunais
Veias: veias correspondentes para a veia mesentérica superior
Inervação Simpática: plexo celíaco e plexo mesentérico superior
Parassimpática: nervo vago (X nervo craniano)
Histologia Estrutura básica: mucosa, submucosa, muscular e serosa
Achados importantes: criptas de Lieberkühn, vilosidades digitiformes, células de Paneth, plexo de Meissner, plexo de Auerbach, folículos linfóides isolados
Função Quebra de nutrientes, absorção de nutrientes lipofílicos e absorção de água

Neste artigo vamos falar sobre a anatomia, histologia e função do jejuno e no final incluiremos uma breve síntese com os pontos abordados mais importantes.

Anatomia macroscópica

A transição da parte ascendente extraperitoneal do duodeno para o jejuno intraperitoneal ocorre na flexura duodenojejunal (ao nível de L2). A transição para o íleo não é marcadamente definida e só é visível microscopicamente.

O jejuno representa aproximadamente 2/5 do comprimento total do intestino delgado (1,5 a 3,5 metros).

Jejuno (verde) - vista anterior

Macroscopicamente visíveis são as muitas dobras paralelas correndo circularmente na mucosa (válvulas de Kerckring). Como todos os órgãos intraperitoneais, tanto o jejuno quanto o íleo estão ligados à parede posterior do abdome (abdómen) pelo mesentério. Dessa forma todo o convoluto do intestino delgado é bastante flexível na cavidade abdominal, "emoldurado" entretanto pelo cólon.

O suprimento sanguíneo é levado por cerca de 5 artérias jejunais, que estão interconectadas com as outras artérias do intestino delgado por numerosas arcadas. O sangue venoso drena através das veias correspondentes para a veia mesentérica superior.

Para aprender mais sobre as artérias que suprem o intestino delgado, faça os exercícios a seguir:

A inervação simpática é levada pelos nervos do plexo celíaco e plexo mesentérico superior. A inervação parassimpática pelo nervo vago (X nervo craniano).

O íleo constitui uma parte do sistema digestório, que envolve diversos órgãos, artérias, veias e nervos com os quais você deve se familiarizar. Precisa dar uma revisada no sistema digestório? Não deixe de conferir nossa apostila de exercícios sobre o sistema digestório para aprofundar seus conhecimentos.

Anatomia microscópica

O jejuno tem o padrão histológico típico, de todo o intestino delgado: mucosa, submucosa, muscular e serosa.

  • A mucosa é revestida por epitélio colunar simples na superfície luminal (lâmina epitelial). Ela contém enterócitos e células caliciformes. Achados característicos são as criptas de Lieberkühn e vilosidades digitiformes que se projetam no lúmen intestinal. De forma semelhante ao duodeno, células de Paneth são encontradas na profundidade das criptas.
  • A camada epitelial é seguida por uma camada de tecido conectivo (conjuntivo) (lâmina própria) e uma camada muscular (lâmina muscular da mucosa).
  • A submucosa consiste de tecido conectivo frouxo (laxo) com vasos sanguíneos, linfonodos (gânglios linfáticos) e o plexo de Meissner.

Aprofunde os seus conhecimentos com os seguintes materiais de estudo sobre as características histológicas do jejuno:

  • Conforme usual, a muscular possui uma camada interna circular e uma externa longitudinal de musculatura lisa entre as quais encontra-se o plexo de Auerbach.
  • Todo o jejuno é coberto por serosa exteriormente, que consiste de epitélio escamoso (pavimentoso) simples e uma camada de tecido conectivo subjacente (lâmina própria serosa).

Histologicamente o jejuno se diferencia do restante do intestino delgado pela ausência das glândulas de Brünner (duodeno) e placas de Peyer (íleo), mas estão presentes folículos linfóides isolados.

Lâmina histológica - Jejuno

Função

As principais tarefas do jejuno são:

  • quebra de nutrientes (ex.: através da amilase e proteinase ou protease)
  • absorção de nutrientes lipofílicos (proteínas, gorduras, colesterol e as vitaminas lipossolúveis A, D, E e K)
  • absorção de água (aproximadamente 90% da água secretada, 6 a 8 litros/dia). Isto induz um gradiente osmótico levando a um transporte paracelular de eletrólitos, carboidratos e aminoácidos.

Jejuno - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!