Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Linha alba

Linha alba
Linha alba

Linha alba (do latim 'linha branca') é uma rafe fibrosa e tendinosa que desce verticalmente na linha média do abdome. Estende-se entre o limite inferior do esterno e o púbis, separando os músculos retos abdominais. Em indivíduos mais magros e musculosos, um sulco raso e longitudinal pode ser visto na superfície externa do abdome sobre a linha alba.

Mesmo que a linha alba não seja um músculo, ela é listada na Terminologia Anatômica dentro da categoria de músculos abdominais. Mas por quê? Provavelmente pelo fato de a linha alba ser formada pela aponeurose de três músculos abdominais verticais que se entrelaçam: os músculos oblíquo externo, oblíquo interno e transverso do abdome.

Continue lendo nosso artigo para aprender mais sobre a anatomia, as relações anatômicas e a função da linha alba.

Fatos importantes sobre a linha alba
Origem Extremidade inferior do processo xifoide
Inserção Fibras anteriores: sínfise púbica
Fibras posteriores: crista púbica em ambos os lados
Estrutura Formada pelas aponeuroses dos músculos oblíquo externo, oblíquo interno e transverso do abdome
Funções Ponto de inserção para:
- Ligamento fundiforme do pênis
- Músculos piramidal, oblíquo interno, oblíquo externo e transverso do abdome
- Peritônio parietal, através do tecido conjuntivo extraperitoneal
Conteúdo
  1. Inserções
  2. Estrutura
  3. Relações anatômicas e funções
  4. Referências
+ Mostrar todo

Inserções

A linha alba origina-se na extremidade inferior do apêndice xifoide do esterno e se estende inferiormente ao longo da linha média de todo o abdome.

Essa rafe fibrosa tem uma dupla inserção ao nível do púbis. As fibras superficiais da linha alba inserem-se na sínfise púbica. As fibras profundas, por sua vez, formam uma fina membrana triangular, posterior ao músculo reto abdominal, que representa a inserção posterior da rafe e se distribui em formato de leque para se inserir nas cristas púbicas em ambos os lados.

Estrutura

As aponeuroses dos músculos oblíquo interno, oblíquo externo e transverso do abdome estendem-se verticalmente pela face anterior do abdome. Ao cruzar para o lado oposto, suas fibras aponeuróticas se entrelaçam ao longo da linha média do abdome em uma decussação, formando o espessamento conhecido como linha alba. Esse entrelaçamento ocorre entre camadas correspondentes (por exemplo, camada superficial com superficial, camada profunda com profunda) de músculos correspondentes (por exemplo, oblíquo externo com oblíquo externo) e também entre diferentes músculos (oblíquo externo com oblíquo interno). Além disso, as várias camadas aponeuróticas (superficial, intermediária, profunda) também se entrelaçam entre si.

Como você viu, a linha alba é formada pela aponeurose de alguns músculos da parede abdominal. Aprenda mais sobre este tema com o nosso teste abaixo, de forma rápida, leve e eficaz!

A linha alba geralmente é pouco vascularizada e inervada, apesar de alguns pequenos vasos sanguíneos cruzarem para o lado oposto sobre sua superfície anterior. Por isso, é um local comum para realizar incisões em cirurgias abdominais e punções em procedimentos, tais como o cateterismo vesical suprapúbico.

O umbigo está localizado logo abaixo do ponto médio da linha alba, separando-a em duas metades: uma parte supraumbilical, mais larga, e uma parte infraumbilical, mais delgada. A porção mais larga da linha alba está situada ao redor do umbigo. Sua largura e espessura também variam dependendo do peso, idade e sexo - é mais larga e mais fina em indivíduos com sobrepeso, pessoas com mais de 50 anos e mulheres, especialmente aquelas com histórico de múltiplas gestações.

Relações anatômicas e funções

A linha alba separa os músculos retos abdominais na linha média. É também um local de inserção para várias estruturas e músculos:

  • Ligamento fundiforme do pênis.
  • O pequeno músculo piramidal, que tensiona a linha alba. A importância e a verdadeira função dessa ação muscular ainda são questionadas.
  • Músculos abdominais anteriores cujas aponeuroses formam a linha alba: oblíquo interno, oblíquo externo e transverso do abdome.

Algumas estruturas tendíneas nas regiões adjacentes têm fibras que se misturam com a linha alba:

  • Algumas fibras mediais do ligamento inguinal se abrem superiormente em leque e se fundem às fibras do músculo oblíquo externo contralateral na linha alba, perto de sua inserção.
  • O tecido conjuntivo extraperitoneal ancora o peritônio parietal à linha alba.
  • O estrato membranáceo da tela subcutânea (fáscia de Scarpa) da parede abdominal anterior se mescla à linha alba na linha média. O panículo adiposo da tela subcutânea do abdome (fáscia de Camper) está localizado acima do estrato membranáceo e é contínuo sobre todo o comprimento da linha alba. Por outro lado, a camada profunda de tecido adiposo está ausente no local de fusão entre o estrato membranáceo e a linha alba.

Linha alba - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.
Entediado pela anatomia? Tente isto

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Comece a aprender em menos de 60 segundos

  • Aprenda anatomia e histologia mais rapidamente
  • Acesse unidades de estudo criadas e atualizadas por especialistas
  • Não exige contrato ou pagamento!
Crie sua conta gratuita ➞