EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo gêmeo inferior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo gêmeo inferior

O gêmeo inferior é um músculo pequeno e pareado, localizado na região glútea profunda da extremidade inferior. Ele faz parte de um complexo muscular tricipital (três-cabeças) maior, chamado de tríceps femoral (ou tríceps do quadril), que também inclui os músculos gêmeo superior e obturador interno. Como os músculos gêmeos (superior e inferior) são menores e menos capazes de ações independentes, eles são considerados reforços acessórios do obturador interno. 
 
O gêmeo inferior se estende do ísquio do osso do quadril até o trocanter maior do fêmur, por isso às vezes ele é referido como um músculo interno do quadril. A sua contração ajuda na rotação externa da coxa e, quando a coxa está fletida, na sua abdução. Ele também mantém a estabilidade da cabeça do fêmur dentro do acetábulo do osso do quadril. 

Fatos importantes sobre o músculo gêmeo inferior
Origem Tuberosidade isquiática
Inserção Superfície medial do trocanter maior do fêmur (via tendão do obturador interno)
Ação Articulação do quadril: rotação externa da coxa, abdução da coxa (quando a coxa está fletida), estabiliza a cabeça do fêmur no acetábulo
Inervação Nervo para o quadrado femoral (L4/5, S1)
Vascularização Artéria circunflexa femoral medial

Este artigo vai descrever a anatomia e as funções do músculo gêmeo inferior.

Origem e inserção

O pequeno e estreito músculo gêmeo inferior se estende entre o osso do quadril e o fêmur. 

Ele se origina da superfície lateral (parte superior) da tuberosidade isquiática, inferior ao sulco ocupado pelo tendão do músculo obturador interno. 

Cursa então horizontalmente em direção lateral, unindo-se à borda inferior do tendão do obturador interno. O gêmeo inferior se insere na superfície medial do trocanter maior do fêmur, através de seu tendão. 

Relações 

O gêmeo inferior faz parte do complexo muscular tríceps femoral, que está localizado na camada profunda da região glútea, entre os músculos piriforme e quadrado femoral. Superficial a ele, está o músculo glúteo máximo, enquanto a articulação do quadril está profundamente ou anterior a ele. O nervo para o quadrado femoral desce profundamente ao gêmeo inferior, após sair da pelve através do forame isquiático maior. Os nervos isquiático e femoral cutâneo posterior e a artéria glútea inferior cursam superficialmente ou posterior ao gêmeo inferior.  

Após o obturador interno sair da pelve através do forame isquiático menor, o gêmeo inferior forma um canal muscular para seus tendões. Ele viaja inferior ao tendão inicialmente e depois passa anterior a ele quando se aproxima do seu ponto de inserção no fêmur. 

Inervação 

O gêmeo inferior é inervado pelo nervo para o quadrado femoral, que é um ramo do plexo sacral. Ele se origina dos nervos espinhais L4/5 e S1.

Vascularização 

O gêmeo inferior recebe seu suprimento arterial da artéria circunflexa femoral medial, que se origina da artéria femoral. Após vascularizar este músculo, a artéria circunflexa femoral medial continua para suprir o colo do fêmur.

Funções

O músculo gêmeo inferior é acessório, ou seja, age como um reforço do obturador interno, ajudando-o nas suas ações. Isso é necessário, pois o obturador interno perde uma proporção de seu poder quando deixa a pelve e se vira quase noventa graus ao cruzar o forame isquiático menor. 

O músculo gêmeo inferior age na articulação do quadril, causando dois movimentos principais. Quando a coxa está em sua posição anatômica, ele puxa o trocanter maior do fêmur posteriormente, ao redor do eixo longitudinal do osso, causando rotação externa (lateral) da coxa. Quando o quadril, e portanto também a coxa, estão fletidos o gêmeo inferior puxa o fêmur superior medialmente. Essa ação é compensada pelo movimento lateral do fêmur inferior, resultando em abdução da coxa. O gêmeo inferior também reforça a integridade da articulação do quadril, estabilizando a cabeça do fêmur dentro do acetábulo.  

A combinação da rotação externa da coxa e sua abdução a partir da posição fletida tem importantes funções no nosso dia-a-dia. Essas ações te permitem mover-se lateralmente quando está sentado ou mover lateralmente sua extremidade inferior quando sai de um carro. Elas também estabilizam o tronco em uma posição sentada durante empurrões para o lado e te ajudam a agachar e engatinhar.
Para mais informações sobre os músculos gêmeos e seus movimentos, dê uma olhada abaixo: 

Músculo gêmeo inferior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!