EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo obturador interno - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo obturador interno

O músculo obturador interno é um músculo bilateral com formato triangular, situado profundamente na pelve e região glútea. Este músculo é considerado primariamente um músculo do membro inferior. Junto com os músculos piriforme, quadrado femoral, gêmeo superior e gêmeo inferior ele forma a camada muscular profunda da região glútea, recoberta pela metade inferior do músculo glúteo máximo.

O músculo obturador interno e os músculos gêmeos superior e inferior são chamados em conjunto de tríceps da coxa. Eles compartilham um tendão comum, se inserindo no trocânter maior do fêmur.

Fatos importantes sobre o músculo obturador interno
Origem Superfície anterior da membrana obturatória; margens ósseas do forame obturador
Inserção Superfície medial do trocânter maior do fêmur
Ação Rotação externa da coxa estendida
Abdução da coxa fletida
Estabilização da articulação do quadril
Inervação Nervo para o obturador interno (L5 e S1)
Vascularização Artéria obturatória; artéria pudenda interna

Este artigo irá discutir a anatomia e a função do músculo obturador interno.

Origem e inserção

O músculo obturador interno se origina na região pélvica, onde ele forma parte da parede anterolateral da pelve verdadeira. Ele se orignia dos limites ósseos do forame obturador, incluindo o ramo inferior do púbis, o ramo isquiático, a superfície pélvica do osso do quadril e a parte superior do forame isquiático maior. Algumas fibras musculares se originam da superfície anteromedial interna da membrana obturatória, uma lâmina fibrosa que fecha o forame obturador do quadril.

A partir desta origem as fibras musculares convergem posteriormente, fazendo uma curva lateral aguda para passar pelo forame isquiático menor e sobre a articulação do quadril antes de se inserir no lado medial do trocânter maior do fêmur. No final do seu trajeto, o músculo obturador interno comumente se une aos músculos gêmeos superior e inferior, formando o tendão comum do tríceps da coxa.

Uma bursa é encontrada tipicamente entre o tendão e o ísquio, permitindo movimentação livre do tendão sobre o osso sem fricção. Esta bursa é chamada de bursa do obturador interno. Outra bursa longa e rasa geralmente fica interposta entre o tendão comum e a cápsula articular do quadril, algumas vezes comunicando-se com a bursa do obturador interno mencionada acima.

Relações

O músculo obturador interno ocupa a pelve verdadeira. Aqui a superfície medial do músculo obturador interno é recoberta pela fáscia obturatória, cujo espessamento central fornece um ponto de inserção para os músculos do diafragma pélvico (levantador do ânus).

A fáscia do músculo obturador interno situa-se medialmente à artéria e ao nervo obturatórios, conforme eles cursam anteroinferiormente do tronco anterior na parede lateral da pelve para a parte superior do forame obturador. O músculo glúteo máximo e o nervo isquiático ficam superficiais (posteriores) ao músculo obturador interno. Aprenda sobre as relações e a anatomia do obturador interno e outras estruturas pélvicas com os vídeos do Kenhub.

Inervação

O músculo obturador interno é inervado pelo nervo obturador interno, derivado das raízes espinhais de L5 a S1.

Vascularização

A vascularização do músculo obturador interno é fornecida principalmente por ramos da artéria obturatória. Entretanto, a parte extra-pélvica do músculo recebe também sangue arterial dos ramos gemelares da artéria pudenda interna.

Função

Devido à sua inserção no trocânter maior do fêmur, os músculos obturador interno e gêmeos atuam como rotadores externos (laterais) da coxa em extensão. Eles também realizam abdução da coxa fletida.

Além deste papel primário de movimentação, o músculo obturador interno age como um importante músculo postural, fornecendo estabilidade para a articulação do quadril, junto com outros músculos curtos do quadril (piriforme, gêmeos superior e inferior, pectíneo, quadrado femoral e obturador externo), particularmente quando a coxa está flexionada.

Músculo obturador interno - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Gray, H. (1918). Anatomy of the Human Body (20ª Edição). London, UK: Churchill Livingstone.
  • Moore, K. L., Dalley, A. F., & Agur, A. M. R. (2014). Clinically Oriented Anatomy (7ª Edição). Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins.
  • Palastanga, N., & Soames, R. (2012). Anatomy and human movement: structure and function (6ª Edição). Edinburgh: Churchill Livingstone.

Autor e revisor:

  • Gordana Sendic
  • Nicola McLaren
  • Abdulmalek Albakkar

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Beatriz la Féria

Ilustrações

  • Músculo obturador interno (Musculus obturator internus) - Liene Znotina
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!