EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Nervo glossofaríngeo (IX) - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Nervo glossofaríngeo (IX)

O nervo glossofaríngeo é o nono dos doze nervos cranianos. Suas fibras consistem de fibras motoras e parassimpáticas eferentes e fibras sensitivas aferentes.

A palavra aferente significa em direção ao centro, como de uma área periférica de um membro em direção ao sistema nervoso central. A palavra eferente é o oposto de aferente, significando para longe do centro e em direção à periferia, ou seja, quando o estímulo é carregado do cérebro em direção a uma área periférica.

Neste artigo será discutida a neuroanatomia do nervo glossofaríngeo, com suas fibras eferentes e aferentes.

Fatos importantes sobre of nervo glossofaríngeo
Origem Núcleo salivatório inferior; Núcleo ambíguo; Gânglios glossofaríngeos
Inervação Motora: estilofaríngeo
Sensitiva: Orofaringe, trompa auditiva, ouvido médio, terço posterior da língua, seio cavernoso, corpo carotídeo
Especial: Paladar do terço posterior da língua
Relações importantes Buraco jugular
Componentes Aferências somáticas gerais; Aferências viscerais gerais; Aferências viscerais especiais; Eferências viscerais gerais; Eferências viscerais especiais
Conteúdo
  1. Trajeto
    1. Via eferente
    2. Via aferente
  2. Sumário
+ Mostrar todo

Trajeto

Via eferente

O caminho das fibras eferentes do nervo glossofaríngeo é o seguinte (de seu início no cérebro até as suas terminações, na periferia):

  • O núcleo ambíguo está situado posteriormente ao tubérculo cuneiforme e o núcleo salivatório inferior encontra-se posteriormente à estria medular do tronco encefálico. Eles suprem as fibras eferentes e as fibras parassimpáticas do nervo glossofaríngeo, respetivamente.
  • Eles se fundem no feixe nervoso principal, e formam sinapse no gânglio superior, e novamente no gânglio inferior, que está situado logo abaixo. Esse é o ponto de separação, uma vez que as fibras pós-ganglionares se dividem em um ramo distinto.
  • Conforme as fibras passam do gânglio superior para o gânglio inferior, elas deixam o crânio através do forame (buraco) jugular.
  • As fibras parassimpáticas continuam no nervo timpânico até o plexo timpânico, situado na cavidade timpânica. Elas inervam a membrana timpânica (ver via aferente).

O nervo glossofaríngeo é apenas um dos 12 nervos cranianos. Pensar em todos eles te dá calafrios? Facilite o seu aprendizado e saiba todos os detalhes sobre a anatomia dos nervos cranianos com a nossa apostila de exercícios!

  • As fibras então continuam no nervo petroso menor e formam sinapses no gânglio ótico.
  • Fibras pós-ganglionares cursam através do nervo auriculotemporal e estas também se ramificam diretamente do gânglio em direção à glândula parótida.
  • Enquanto isso, as fibras motoras eferentes continuam do gânglio inferior como nervo glossofaríngeo, e onde o nervo se divide em seus ramos terminais elas continuam para inervar o músculo estilofaríngeo.

Via aferente

O caminho das fibras aferentes do nervo glossofaríngeo é o seguinte (desde o início na periferia até o final, no cérebro):

  • O plexo timpânico inerva o canal auditivo e o orifício faríngeo.
  • As fibras continuam posteriormente através do nervo timpânico e formam sinapse no gânglio inferior do nervo glossofaríngeo.
  • Enquanto isso o plexo faríngeo inerva o terço posterior da cavidade oral, e consiste dos seguintes ramos: faríngeo, tonsilar e lingual.
  • Um outro ramo conhecido como ramo do seio carotídeo também se liga ao feixe nervoso principal ao nível do plexo.
  • O feixe principal continua como nervo glossofaríngeo, e forma sinapse no gânglio inferior.

Você sabia que temos vários outros recursos para você aprender mais sobre o nervo glossofaríngeo? Verifique abaixo:

  • Ali todos os ramos se fundem conforme passam após o gânglio inferior no forame jugular para dentro do crânio, formando sinapse no gânglio superior.
  • As fibras finalmente atingem o tronco encefálico e formam sinapse no núcleo do trato solitário ou no núcleo espinhal do trigêmeo.
Nervo glossofaríngeo - vista lateral esquerda

Agora vamos praticar? Verifique nossos testes sobre o nervo glossofaríngeo e desafie o seu conhecimento!

Nervo glossofaríngeo (IX) - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!