EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Platisma - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.105.576 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Platisma

Normalmente, os músculos do corpo ficam debaixo da pele e das camadas do tecido subcutâneo, também conhecido como fáscia superficial. O platisma não. Em vez disso, fica logo abaixo da epiderme e da derme na camada superficial da fáscia na região cervical. Por causa da sua associação com a pele, mudanças na tensão muscular e na pele podem significar que ela se torna clinicamente importante com o envelhecimento. Além disso, a sua localização muito superficial significa que as dissecações cirúrgicas do pescoço precisam ter em conta as estruturas neurovasculares subjacentes.

Para entender esse músculo a partir de uma perspectiva clínica, este artigo examinará primeiro as camadas organizacionais do tecido no pescoço, depois as ligações do músculo, suas ações e suprimento nervoso. O artigo irá, então, destacar as estruturas que se encontram no platisma e, finalmente, discutir as implicações clínicas desse músculo e de suas estruturas associadas.

Fatos importantes sobre o Platisma
Origens Fáscia sobre as porções superiores dos músculos peitoral maior e deltoide
Inserções Limite inferior da mandíbula (fibras mediais); pele, tecidos subcutâneos e músculos ao redor da boca
Inervação Ramo cervical do nervo facial
Ações Depressão da mandíbula, movendo os cantos da boca inferiormente, tensiona a pele do pescoço anterior

Anatomia

O platisma é um músculo par, plano e superficial do pescoço.

É considerado parte da musculatura mímica. O platisma se estende da pele da face desde discretamente acima das inserções da mandíbula até aproximadamente a altura da segunda costela. Ele segue cranialmente ao longo da face anterior do pescoço cruzando a clavícula.

O platisma é um músculo superficial e - ao contrário de outros músculos - diretamente conectado à pele. Ele cobre completamente ambos os lados da face anterior do pescoço. Em função de sua inserção na pele ele pode mudar a expressão facial junto com outros músculos faciais. O platisma pertence - assim como todos os outros músculos faciais - ao grupo da musculatura estriada.

Em comparação com humanos o platisma em alguns animais possui uma função muito mais importante. Nos cavalos por exemplo o platisma ajuda a manter afastados insetos pela contração dos músculos da pele - uma função que nos humanos não é necessária.
 
O platisma modifica a expressão facial, o que possui um importante papel no comportamento social humano. Em pessoas idosas - quando a pele perde progressivamente sua elasticidade - as faces internas do platisma formam duas rugas longitudinais no pescoço.

O platisma é intensamente inervado - similar à língua e músculos dos olhos. Dano ao platisma pode resultar em disfunção da expressão facial em termos de paralisia (fácies em máscara ou amimia).

Nota Clínica

Lacerações cervicais ou dissecções cirúrgicas

Cortes através da pele e fáscia superficial, incluindo o platisma, podem ser clinicamente relevantes por uma série de razões:

  • Sem cuidadosa sutura da ferida ou incisão, o tônus do músculo platisma pode puxar a cicatriz da pele, causando grandes cicatrizes.
  • O músculo platisma e um dos músculos que também ajudam a moldar a boca (o músculo abaixador do ângulo da boca) são fornecidos pela porção cervical do nervo facial, que corre apenas até o platisma abaixo da mandíbula. Danos a esse nervo podem resultar em paralisia nesses músculos, distorcendo a forma da boca e da pele sobre a região anterior do pescoço.
  • Danos a qualquer um dos nervos que jazem profundamente no músculo platisma podem resultar em déficits motores e/ou sensoriais e, por isso, é necessário cuidado durante a dissecção cirúrgica para preservar essas estruturas.

Bandas de Platysma e Envelhecimento

À medida que a pessoa envelhece, mudanças no tom da pele, especialmente no pescoço, podem ocorrer. Um sinal precoce de envelhecimento na pele do pescoço é o aparecimento de bandas de platisma, ou cristas na pele que podem percorrer o comprimento do músculo. Pensou-se que essas bandas aparecem quando a pele começa a ceder devido a uma perda de tônus muscular no platisma. Neste caso, uma cirurgia seria realizada para apertar a pele do pescoço para reduzir a flacidez e, por sua vez, reduzir a aparência das bandas. Recentemente, no entanto, tem sido sugerido que as bandas de platisma podem ser causadas por atividade muscular, em vez de perda do tônus muscular. Neste caso, o tratamento sugerido seria a denervação do músculo platisma para relaxar as bandas e a pele sobrejacente.

Platisma - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.105.576 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Benninghoff/Drenckhahn: Anatomie, Band 2, 16. Auflage (2004), S. 525.
  • A. Faller/M. Schünke: Der Körper des Menschen, 14. Aufl., Thieme Verlag, S. 202.
  • Schwegler S.: Der Mensch – Anatomie und Physiologie, Thieme Verlag, S. 430.

Autor e Layout:

  • Christopher A. Becker
  • Achudhan Karunaharamoorthy

Ilustração:

  • Platisma - vista anterior - Yousun Koh
  • Platisma - RM vista axial 
  • Platisma - TC vista axial - National Library of Medicine
  • Platisma - vista axial - Irina Münstermann
  • Platisma - lâmina histológica - Smart in Media

Tradução para português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 4 artigos

Assista videoaulas

Mostre mais 2 videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!