Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Músculos da face

Os músculos da face são um grupo de cerca de vinte músculos esqueléticos planos que se encontram abaixo da pele da face. A maior parte deles se origina do crânio ou de estruturas fibrosas, e se irradiam para a pele através de um tendão elástico. 

Ao contrário dos outros músculos esqueléticos, os músculos faciais não são revestidos por uma fáscia (exceto o músculo bucinador). Os músculos faciais estão posicionados ao redor das aberturas da face (boca, olho, nariz e ouvido), ou se estendem ao longo do crânio e pescoço. Sendo assim, eles são classificados nos seguintes grupos:

  • Músculos da boca (grupo bucolabial)
  • Músculos do nariz (grupo nasal)
  • Músculos do crânio e do pescoço (grupo epicraniano)
  • Músculos do ouvido externo (grupo auricular)
  • Músculos da pálpebra (grupo orbital)

A localização específica dos músculos faciais permite a realização dos diversos movimentos do rosto, que é conhecida como mímica facial. É por isso que esses músculos também são conhecidos como músculos da expressão facial.

Todos os músculos da face são inervados pelo nervo facial (nervo craniano VII) e irrigados pela artéria facial.

Este artigo vai discutir a anatomia dos músculos da face e suas funções.

Fatos importantes sobre os músculos faciais
Definição e função Grupo de músculos que se originam principalmente dos ossos do crânio, se inserem na pele da face e produzem as expressões faciais
Músculos Occipitofrontal, orbicular do olho, corrugador do supercílio, prócero, nasal, orbicular da boca, levantador do lábio superior e da asa do nariz, zigomático menor, bucinador, zigomático maior, levantador do ângulo da boca, risório, depressor do ângulo da boca, depressor do lábio inferior, mentual, platisma
Inervação Nervo facial (NC VII)
Vascularização Artéria facial
Conteúdo
  1. Músculos da boca
    1. Músculo orbicular da boca
    2. Músculo bucinador
    3. Músculo levantador do lábio superior
    4. Músculo depressor do lábio inferior
    5. Músculo levantador do lábio superior e da asa do nariz
    6. Músculo mentual
    7. Músculo risório
    8. Músculo levantador do ângulo da boca
    9. Músculo depressor do ângulo da boca
    10. Músculo zigomático maior
    11. Músculo zigomático menor
  2. Músculos do nariz
    1. Músculo nasal
    2. Músculo prócero
  3. Músculos da pálpebra
    1. Músculo orbicular do olho
    2. Músculo corrugador do supercílio
  4. Músculos do crânio e pescoço
    1. Músculo occipitofrontal
    2. Músculo platisma
  5. Músculos do ouvido externo
    1. Músculos auriculares
  6. Nota clínica
  7. Referências
+ Mostrar todo

Músculos da boca

Os músculos da boca, ou grupo bucolabial, é um grande grupo de músculos que controlam o formato e os movimentos da boca e dos lábios. Eles são 11 músculos e suas funções incluem:

A maioria dos músculos da boca está conectada por com uma faixa fibromuscular, na qual suas fibras se inserem. Essa estrutura é chamada de modíolo, está localizada nos ângulos da boca e é formada principalmente pelos músculos bucinador, orbicular da boca, risório, depressor do ângulo da boca e zigomático maior.

Músculo orbicular da boca

O orbicular da boca é um músculo circular que se encontra ao redor da boca e forma a maior parte dos lábios. Ele é formado por duas partes: labial e marginal, com a separação entre elas correspondendo à margem entre os lábios e a pele ao seu redor. Ambas as partes se originam do modíolo, uma estrutura fibromuscular encontrada na lateral da boca, para qual vários músculos convergem. Do modíolo, as fibras do orbicular da boca seguem medialmente para preencher a área peribucal.

  • A parte labial passa medialmente nas áreas labiais e se inserem na derme dos lábios. Na linha média algumas fibras se fundem com as contralaterais, formando o frênulo dos lábios.
  • parte marginal passa do modíolo de um lado até o modíolo do outro lado da boca. Algumas fibras se curvam sobre si mesmas, formando a zona de transição dos lábios, que é a demarcação entre os lábios e a pele adjacente.

O orbicular da boca é inervado pelos ramos bucal e marginal da mandíbula do nervo facial (NC VII). Sua vascularização é feita principalmente pelos ramos labiais superior e inferior da artéria facial, com contribuições dos ramos mentual e infraorbital da artéria maxilar e do ramo facial transverso da artéria temporal superficial.

função do orbicular da boca é produzir os movimentos do lábio. A contração bilateral de todo o músculo junta os lábios e fecha a boca. Uma contração isolada de certas partes do músculo podem produzir diferentes movimentos da boca, para, por exemplo, "fazer beicinho". Através dessas ações, o orbicular da boca facilita a fala e ajuda a produzir várias expressões faciais.

Músculo bucinador

O bucinador forma a base muscular da bochecha, preenchendo o espaço entre a maxila e a mandíbula. Ele é formado por três partes: superior, inferior e posterior.

  • A parte superior se origina do processo alveolar da maxila, opostamente aos três dentes molares maxilares.
  • A parte inferior se origina da parte alveolar da mandíbula, opostamente aos três dentes molares mandibulares.
  • A parte posterior se origina da margem anterior da rafe pterigomandibular, atrás do terceiro molar mandibular.

Todas as três partes do bucinador convergem em direção ao ângulo da boca, onde suas fibras se fundem com outros músculos da face, incluindo o orbicular da boca, o risório, o depressor do ângulo da boca e o zigomático maior, formando o modíolo.

O bucinador é inervado pelos ramos bucais do nervo facial (NC VII) e vascularizado principalmente pelo ramo bucal da artéria maxilar, com contribuições dos ramos da artéria facial.

função do bucinador é comprimir a bochecha contra os dentes molares e contribuir para manter o bolo alimentar centralizado na cavidade oral, prevenindo que ele escape pelo vestíbulo da boca. Além disso, o bucinador é importante no ato de soprar e é ele que permite que os instrumentos musicais de sopro sejam tocados.

Para descobrir mais sobre o músculo bucinador, dê uma olhada no artigo abaixo.

Músculo levantador do lábio superior

O levantador do lábio superior é um pequeno músculo triangular que se origina do processo zigomático da maxila e do processo maxilar do osso zigomático. Ele segue inferomedialmente para se inserir na pele e na mucosa do lábio superior, se fundindo com outros músculos faciais que se inserem no mesmo local.

O levantador do lábio superior é um pequeno músculo triangular que se origina do processo zigomático da maxila e do processo maxilar do osso zigomático. Ele segue inferomedialmente para se inserir na pele e na mucosa do lábio superior, se fundindo com outros músculos faciais que se inserem no mesmo local.

O levantador do lábio superior é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII). Sua vascularização é fornecida pela artéria facial e pelo ramo infraorbital da artéria maxilar.

O levantador do lábio superior é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII). Sua vascularização é fornecida pela artéria facial e pelo ramo infraorbital da artéria maxilar.

Músculo depressor do lábio inferior

O depressor do lábio inferior é um pequeno músculo quadrangular encontrado na região do queixo. Ele se origina da linha oblíqua da mandíbula e se continua com a parte labial do platisma. O músculo segue superomedialmente para se inserir na pele e submucosa do lábio inferior.

inervação do depressor do lábio inferior é feita pelo ramo mandibular do nervo facial (NC VII). Sua vascularização vem do ramo labial inferior da artéria facial e do ramo mentual da artéria alveolar inferior.

inervação do depressor do lábio inferior é feita pelo ramo mandibular do nervo facial (NC VII). Sua vascularização vem do ramo labial inferior da artéria facial e do ramo mentual da artéria alveolar inferior.

O depressor do lábio inferior é o principal músculo que traciona o lábio inferior, sendo responsável por puxar o lábio inferior inferomedialmente, juntamente com a parte labial do platisma.

Descubra mais detalhes sobre o depressor do lábio inferior no artigo a seguir.

Músculo levantador do lábio superior e da asa do nariz

O levantador do lábio superior e da asa do nariz é um delicado músculo em formato de faixa encontrado em ambos os lados do nariz. Ele se origina da parte superior do processo frontal da maxila e passa inferolateralmente, se inserindo no pericôndrio e na pele sobre a cartilagem alar maior do nariz. Algumas de suas fibras passam pela parte lateral do lábio superior e se fundem com as fibras do levantador do lábio superior e orbicular da boca.

O levantador do lábio superior e da asa do nariz é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII). Sua vascularização vem da artéria facial e do ramo infraorbital da artéria maxilar.

função do levantador do lábio superior e da asa do nariz é elevar e everter o lábio superior, bem como elevar, aprofundar e aumentar a curvatura do sulco nasolabial. 

Músculo mentual

O mentual é um pequeno músculo cônico localizado na área do queixo (mento). Ele se origina do corpo da mandíbula (anteriormente às raízes dos dentes incisivos inferiores) e segue inferiormente para se inserir na pele do mento ao nível do sulco mentolabial da mandíbula.

inervação do músculo mentual é feita pelo ramo mandibular do nervo facial (NC VII) e sua vascularização vem do ramo labial inferior da artéria faical e do ramo mentual da artéria maxilar (via artéria alveolar inferior).

função do músculo é deprimir e everter a base do lábio inferior, enquanto ele também cria dobras na pele do mento. Essas ações contribuem para certas atividades como alterar o formato dos lábios para beber, bem como para as expressões faciais de tristeza, alegria e dúvida.

Músculo risório

O risório é um músculo altamente variável e incosistente do grupo bucolabial. Ele se origina de vários pontos que podem incluir a fáscia da glândula parótida, a fáscia dos músculos masseter e plastisma e, ocasionalmente, do arco zigomático. As fibras do risório convergem medialmente e seguem horizontalmente em direção aos ângulos da boca, onde elas se fundem com outros músculos faciais para criar o modíolo.

inervação do risório é feita pelo ramo bucal do nervo facial (NC VII), enquanto sua vascularização é feita pelo ramo labial superior da artéria facial.

O risório é chamado de "músculo do sorisso", uma vez que sua principal função envolve puxar os ângulos da boca superolateralmente para produzir o sorisso.

Músculo levantador do ângulo da boca

O levantador do ângulo da boca é um músculo fino semelhante a uma folha que se origina da fossa canina da maxila. Ele segue quase verticualmente e inferiormente em direção ao ângulo da boca para se inserir no modíolo, onde se funde com vários outros músculos faciais.

O levantador do ângulo da boca é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII), e sua vascularização é feita pelo ramo labial superior da artéria facial e pelo ramo infraorbital da artéria maxilar.

O levantador do ângulo da boca é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII), e sua vascularização é feita pelo ramo labial superior da artéria facial e pelo ramo infraorbital da artéria maxilar.

Músculo depressor do ângulo da boca

O depressor do ângulo da boca é um músculo triangular situado na lateral do mento, de cada lado da face. Ele se origina da linha oblíqua e do tubérculo mentual da mandíbula e segue quase verticualmente e superiormente, para se inserir no modíolo.

inervação do depressor do ângulo da boca é feita pelos ramos marginal da mandíbula e bucal do nervo facial (NC VII) e sua vascularização é fornecida pelo ramo labial inferior da artéria facial e pelo ramo mentual da artéria maxilar.

O depressor do ângulo da boca age deprimindo o ângulo da boca, o que contruibui na expressão de sentimentos como tristeza e raiva. Além disso, esse músculo ajuda na abertura da boca durante a fala e a alimentação.

Músculo zigomático maior

O zigomático maior é inervado pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII). A sua vascularização vem do ramo labial superior da artéria facial.

O zigomático maior é um músculo fino que se origina da superfície lateral do osso zigomático e se estende diagnonalmente até o ângulo da boca. Aqui ele contribui na formação do modíolo ao interagir com vários outros músculos faciais.

função do zigomático maior envolve a elevação e a eversão do ângulo da boca superolateralmente, produzindo assim o sorriso, em sinergia com outros músculos.

Músculo zigomático menor

O zigomático menor, semelhante ao zigomático maior, se origina da superfície lateral do osso zigomático e se estende diagonalmente em direção aos lábios. Ele se insere na pele do lábio superior, medialmente ao zigomático maior.

A sua inervação é feita pelos ramos zigomático e bucal do nervo facial (NC VII), enquanto sua vascularização é feita pelo ramo labial superior da artéria facial.

O zigomático menor age em harmonia com os outros músculos que tracionam o lábio superior para elevá-lo e evertê-lo, contribuindo assim para uma variedade de expressões faciais como sorrir ou fazer caretas.

Músculos do nariz

Os músculos do grupo nasal incluem o nasal e o prócero. Eles estão envolvidos principalmente na criação de expressões faciais, mas também contribuem com a respiração.

Você deu uma olhada no tamanho do artigo e desanimou um pouco, não é? Já até inventou algumas desculpas para fazer pausas antes de chegar até aqui? Entenda os mistérios da procrastinação no estudo e saiba como combatê-los, para que você siga firme em seu objetivo de aprender anatomia!

Músculo nasal

O nasal é um pequeno músculo encontrado de ambos os lados do dorso do nariz. De acordo com seu ponto de origem, ele é dividido em duas partes:

  • A parte alar é encontrada na área das narinas, se originando da parte frontal da maxila, superiormente à fossa incisiva e medialmente à parte transversa do músculo. Ela se estende anterosuperiormente para se inserir na pele da asa, superiormente à cruz lateral da cartilagem alar maior.
  • parte transversa é encontrada na área sobre o dorso do nariz. Ela se origina superolateralmente à fossa incisiva, lateralmente à parte alar. Segue então superomedialmente para se inserir no dorso do nariz, fundindo-se com as fibras musculares contralaterais na ponte do nariz.

O músculo nasal é inervado pelo ramo bucal do nervo facial (NC VII) e é vascularizado pelos ramos labial superior, septal e lateral da artéria facial, bem como pelo ramo infraorbital da artéria maxilar.

função desse músculo envolve a compressão da abertura nasal com sua parte transversa e a dilatação das narinas com sua parte alar. Essas ações são importantes na criação de certas expressões faciais como de raiva, mas também permitem a respiração profunda.

Músculo prócero

O prócero é um pequeno músculo piramidal que ocupa a região da glabela, encontrada entre as sobrancelhas. Ele se origina do osso nasal e da parte superior das cartilagens nasais laterais e se estende superiormente para se inserir na pele sobre a glabela e na extremidade medial das sobrancelhas.

Esse músculo é inervado pelos ramos temporal, zigomático inferior e bucal do nervo facial (NC VII) e é irrigado pelos ramos angular e nasal lateral da artéria facial.

O prócero age na sua inserção superior para deprimir as extremidades mediais das sobrancelhas e enrrugar a pele sobre a glabela. Isso cria uma expressão facial de franzir a testa que demonstra emoções de raiva ou tristeza, ou a expressão que fazemos quando uma luz muito forte entra nos nossos olhos.

Músculos da pálpebra

Músculo orbicular do olho

O músculo orbicular do olho é um músculo semelhante a um esfíncter que circunda a órbita e a área pré-orbital. Ele é formado por três partes:

  • parte orbital é a parte mais periférica que fica sobre a rima orbital. Ela se origina da parte nasal do osso frontal, do processo frontal da maxila e do ligamento palpebral medial. Suas fibras circundam a órbita e se inserem nos tecidos moles adjacentes.
  • parte palpebral é a parte central do músculo, encontrada sobre as pálpebras. Ela se origina do ligamento palpebral medial e se insere no ligamento palpebral lateral.
  • parte palpebral profunda (lacrimal) é a porção mais profunda do orbicular do olho e é encontra entre o ligamento palpebral medial e o saco lacrimal. Essas fibras passam posterolateralmente ao saco lacrimal e se inserem nos tarsos superior e inferior das pálpebras e no ligamento lateral palpebral.

Esse músculo recebe sua inervação dos ramos zigomático e temporal do nervo facial (NC VII) e sua vascularização dos ramos das artérias maxilar, temporal superficial e facial.

A função do orbicular do olho depende de qual parte do músculo se contrai. A contração da parte orbital puxa a pele da fronte e da bochecha em direção ao nariz e fecha os olhos com força, para protegê-los. Já a parte palpebral exibe um controle mais fino das pálpebras e as fecha gentilmente durante o piscar dos olhos e o sono. Finalmente, a parte palpebral profunda puxa as pálpebras e as papilas lacrimais medialmente e dilata o saco lacrimal, enquanto comprime a glândula lacrimal e seus ductos. Essas ações facilitam o fluxo de lágrimas pelo aparato lacrimal.

Músculo corrugador do supercílio

O corrugador do supercílio é um músculo delgado encontrado profundamente à extremidade medial das sobrancelhas. Ele se origina da extremidade medial do arco superciliar do osso frontal e se estende lateralmente e um pouco superiormente para se inserir na pele da parte média da sobrancelha.

O corrugador do supercílio é inervado pelos ramos temporais do nervo facial (NC VII) e vascularizado pelo ramo oftálmico da artéria carótida interna e pelo ramo temporal superficial da artéria carótida externa,

Quando contraído, esse músculo puxa as sobrancelhas medialmente e produz rugas verticais na pele sobre a glabela.

Músculos do crânio e pescoço

Músculo occipitofrontal

O occipitofrontal é um músculo amplo que recobre a superfície superior do couro cabeludo, se estendendo das sobrancelhas até as linhas nucais superiores dos ossos occipitais. O músculo é formado por uma parte occipital e uma parte frontal, que estão conectadas por uma membrana fibrosa chamada de aponeurose epicraniana (galea aponeurótica). Ambas as partes do músculo contêm um par de cabeças musculares quadrangulares.

  • A parte frontal se origina da pele das sobrancelhas e das partes superiores do grupo periorbital de músculos faciais. Ela segue então posterolateralmente para se fundir com a  aponeurose epicraniana, ao nível da sutura coronal do crânio.
  • parte occipital se origina dos dois terços laterais da linha nucal superior do osso occipital e segue superiormente para se inserir na aponeurose epicraniana na sutura lambdóidea.

Ambas as partes do occipitofrontal são inervadas pelo nervo facial (NC VII), sendo a parte frontal inervada pelos ramos temporais, enquanto a parte occipital recebe sua inervação do ramo auricular posterior. A vascularização da parte frontal é derivada das artérias oftálmica e temporal superficial, enquanto a parte occipital é vascularizada pelas artérias auricular posterior e occipital.

A função do músculo depende de qual parte se contrai:

  • Parte frontal: quando sua inserção na testa está fixa, a contração da parte frontal empurra o couro cabeludo para frente e dobra a pele da testa, franzindo-a. Se sua inserção aponeurótica estiver fixa, o ventre frontal eleva as sobrancelhas e a pele da testa, criando uma expressão de surpresa.
  • Parte occipital: quando sua inserção nucal está fixa, a parte occipital retrai o couro cabeludo. Quando sua inserção aponeurótica está fixa, essa parte do músculo move o couro cabeludo anteriormente. 

Músculo platisma

O platisma é um músculo muito fino situado dentro da fáscia cervical superficial, na região anterior do pescoço. Ele se origina da pele e da fáscia das regiões torácica superior e dos ombros e ascende ao longo dos lados anterolaterais do pescoço. As fibras mediais do platisma se inserem na borda inferior da mandíbula e na pele do lábio inferior. As suas fibras laterais se iserem na pele da região perioral, onde elas se fundem com vários músculos e contribuem na formação do modíolo.

O platisma é inervado pelo ramo cervical do nervo facial (NC VII) e recebe sua vascularização do ramo submentual da artéria facial e do ramo supraescapular do tronco tireocervical.

As funções do platisma dependem da parte do músculo que se contrai. Com a contração das fibras laterais que se inserem no modíolo, o platisma pode contribuir no abaixamento do ângulo da boca e do lábio inferior, enquanto sua inserção medial na mandíbula pode ajudar na depressão da mandíbula e na abertura da boca.

Músculos do ouvido externo

Músculos auriculares

Os músculos auriculares são músculos estreitos e finos que conectam a orelha ao couro cabeludo e movem-a até uma certa extensão. Esses músculos incluem:

  • auricular anterior que se origina da borda lateral da aponeurose epicraniana e se fixa na espinha da hélice da orelha.
  • auricular posterior, que se origina do processo mastoide do osso temporal e se insere na eminênica da concha.
  • auricular superior, que se origina da aponeurose epicraniana e converge em um tendão fino e plano que se insere na parte superior da orelha.

Todos os músculos auriculares são inervados por ramos do nervo facial. Os auriculares anterior e superior são inervados pelos ramos temporais, enquanto o auricular posterior é inervado pelo ramo auricular posterior. A vascularização desses músculos é derivada principalmente da artéria auricular.

Como os músculos auriculares são muito rudimentares, sua função é praticamente insignificante em humanos. A maior parte dos movimentos da orelha produzidos por esses músculos é observada durante o ato de sorrir ou bocejar, e envolve a movimentação da orelha anteriormente, posteriormente ou superiormente.

Pronto para testar seus conhecimentos? Aqui vai um teste saindo do forno

Músculos da face - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.
Entediado pela anatomia? Experimente Isto

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?