EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Ramo maxilar do nervo trigêmeo (V2) - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.108.039 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Ramo maxilar do nervo trigêmeo (V2)

O nervo trigêmeo é o quinto dos doze nervos cranianos, e é dividido em três ramos principais: o nervo oftálmico, o nervo maxilar e o nervo mandibular.

Sua segunda divisão é o ramo maxilar, que consiste de fibras sensitivas aferentes, parassimpáticas e simpáticas. A palavra aferente significa em direção ao centro, como de uma área periférica de um membro em direção ao sistema nervoso central. A palavra eferente é o oposto de aferente, significando para longe do centro e em direção à periferia, ou seja, quando o estímulo é carregado do cérebro em direção a uma área periférica.

Fatos importantes sobre o ramo maxilar do nervo trigêmio
Origem Gânglio trigeminal
Componentes funcionais Aferênte somático geral
Trajeto Gânglio trigeminal -> seio cavernoso -> buraco redondo -> fossa pterigopalatina -> fossa infratemporal -> fissura orbitária inferior -> nervo (ramo terminal) -> estruturas anatômicas respetivas
Ramos Meníngeo, Zigomático, Zigomático-facial, Zigomático-temporal, Infraorbital, Alveolar superior posterior/médio/anterior, Nasopalatino, Nervos palatinos maiores e menores
Inervação Dura mater da fossa craniana média; mucosa da nasofaringe, palato, cavidade nasal e orofaringe; dentes e maxila; pele sobre o nariz, pálpebra inferior e lábio superior 

Trajeto e ramos

O trajeto das fibras sensitivas aferentes do nervo maxilar dos proprioceptores até o núcleo trigeminal (após a fusão em um nervo craniano principal) é o seguinte (do início na periferia ao final, no cérebro):

Nervo maxilar - vista lateral esquerda

  • A segunda área facial que é inervada por uma divisão do nervo trigêmeo consiste da área abaixo da ponta do nariz, as narinas, o lábio superior, a área zigomático-facial e uma parte da área temporal
  • Os ramos do nervo maxilar que inervam a área maxilar ou segunda área facial incluem os nervos palatinos maior e menor, o nervo faríngeo recorrente, os nervos nasais posteriores superiores, o nervo nasopalatino e o nervo alveolar superior, e todos realizam sinapses no gânglio pterigopalatino.
  • Outros ramos do nervo maxilar que não realizam sinapse no gânglio pterigopalatino, mas continuam diretamente para o ramo principal do nervo maxilar incluem o nervo infraorbital, os ramos do nervo zigomático, notadamente o nervo zigomaticofacial recorrente e o nervo zigomaticotemporal.
  • O principal ramo do nervo zigomático é uma exceção, uma vez que ele não forma sinapse direta no gânglio pterigopalatino, mas carrega tanto fibras simpáticas quanto parassimpáticas do gânglio até a glândula lacrimal.
  • O nervo meníngeo recorrente é um pequeno ramo que se origina do próprio nervo maxilar.
  • O nervo maxilar forma sinapse no gânglio gasseriano (gânglio do nervo trigêmeo).
  • As fibras pós-ganglionares continuam para o núcleo pôntico e para o núcleo e trato espinhais do nervo trigêmeo.

Nota clínica

Neuralgia do trigêmeo

Uma vez que o nervo maxilar é uma divisão do nervo trigêmeo, a maior parte das condições clínicas são descritas em conjunto. A neuralgia do trigêmeo é uma doença sensitiva complexa que afeta a raiz sensitiva do nervo trigêmeo. A dor se situa geralmente na região dos nervos maxilar e mandibular. Pode ser súbita ou provocada por toque na região da pele inervada por estes nervos.

Bloqueio do nervo maxilar

O bloqueio do nervo maxilar é um procedimento levado a cabo por um anestesiologista antes de procedimentos cirúrgicos maxilo-faciais ou em alguns casos de neuralgia do trigêmeo. Geralmente não é necessário um bloqueio maxilar completo, por isso o bloqueio pode ser limitado à área de um único dente para prevenir sensação desconfortável durante o procedimento.

Lesões do nervo zigomático

Lesões do nervo zigomático podem causar doenças que afetam a glândula lacrimal. Muitas das lesões dos ramos terminais do nervo maxilar podem causar sensações desconfortáveis nos dentes, como sensibilidade exagerada a comida quente ou fria, o que indicia um processo inflamatório do nervo (neuralgia).

Infeções do gânglio gasseriano

As infeções do gânglio gasseriano pelo vírus Herpes Zoster causa sensação dolorosa em todas as áreas inervadas pelo nervo trigêmeo, incluindo o nervo maxilar. A infeção eventualmente resulta na perda total da sensação nas regiões afetadas.

Estas são apenas algumas das manifestações mais frequentes de condições do nervo maxilar e trigêmeo, mas certamente provam a importância do nervo maxilar. Para reconhecer a fonte do sintoma, os estudantes devem aprender e compreender a anatomia, para tornar as suas vidas como futuros clínicos muito mais fácil.

Ramo maxilar do nervo trigêmeo (V2) - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.108.039 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Frank H. Netter, Atlas der Anatomie, 5th Edition (Bilingual Edition: English and German), Saunders, Chapter 1, Plate 121, published 2010.

Autor:

  • Dr. Alexandra Sierosławska

Ilustrações:

  • Nervo maxilar - vista lateral esquerda - Paul Kim
  • 1.ª galeria: Nervo maxilar - Paul Kim
  • 1.ª galeria: Nervo maxilar - Yousun Koh
  • 1.ª galeria: Nervo maxilar - Paul Kim
  • 1.ª galeria: Nervo maxilar - Paul Kim
  • 2.ª galeria: Nervos palatinos menores - Begoña Rodríguez
  • 2.ª galeria: Nervos palatinos maiores - Begoña Rodríguez
  • 2.ª galeria: Nervo nasal póstero-superior - Begoña Rodríguez
  • 2.ª galeria: Nervo nasal póstero-inferior - Begoña Rodríguez
  • 2.ª galeria: Nervo nasopalatino - Begoña Rodríguez
  • 2.ª galeria: Nervo alveolar superior posterior - Paul Kim
  • 3.ª galeria: Nervo infraorbital - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Nervo zigomático - Yousun Koh
  • 3.ª galeria: Gânglio trigeminal - Paul Kim

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Rafael Vieira
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 4 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!