EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Estrutura do Dente - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.057.874 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Estrutura do Dente

O dente é uma das mais individuais e complexas estruturas anatômicas e histológicas do corpo. A composição tecidual do dente só é encontrada no interior da cavidade oral, e é limitada às estruturas dentárias.

Cada dente é pareado na mesma arcada dentária, e arcadas opostas possuem dentes que são classificados na mesma categoria, mas não são agrupados de acordo com estrutura, e sim função. Eles se encontram no interior dos ossos alveolares superior e inferior na maxila e mandíbula, respectivamente, e esse tipo exclusivo de articulação é conhecido como gonfose.

Tipos de dentes

Os dentes são divididos em quatro quadrantes na boca, com a divisão ocorrendo entre as arcadas superior e inferior horizontalmente e ao longo da linha média da face, verticalmente. Essa divisão deixa oito dentes adultos em cada quadrante, e separa os pares opostos do mesmo osso alveolar, bem como seus correspondentes na arcada oposta. Cada quadrante contém:

  • um incisivo medial 
  • um incisivo lateral
  • um canino
  • dois pré-molares
  • entre dois a três molares
Videoaula recomendada: Anatomia do dente
Estrutura do dente observada num corte transversal.

Função dos dentes

Os incisivos são usados para cortar e morder, os caninos para prender, e os pré-molares e molares para triturar.

As principais funções dos dentes incluem:

  • a mastigação do alimento que o transforma em um bolus que pode ser facilmente deglutido para continuar a digestão
  • dar estrutura, suporte tecidual e forma à face
  • auxiliar na pronúncia de sons durante a fala

Canino superior esquerdo (verde) - vista inferior do crânio

Estrutura do dente

Superfície articular

As superfícies articulares na parte mais superior das coroas dos dentes são formadas para realizar a função do dente. Assim, os dentes anteriores do canino direito até o canino esquerdo possuem uma única borda incisiva que pode cortar e fatiar um pedaço de alimento, enquanto os pré-molares e molares possuem cúspides, fossas e fissuras que são capazes de triturar e amassar a comida, tornando-a fácil de ser deglutida.

Cúspide (verde) - slide histológico

Coroa

A coroa do dente é a parte visível do dente na boca, enquanto a raiz encontra-se escondida sob a gengiva e o osso alveolar. Ela possui uma coloração branca perolada a amarela, dependendo da espessura do esmalte, da idade do paciente, sua higiene oral e estilo de vida. O esmalte é a camada externa do dente e é extremamente dura e durável.

Esmalte (verde) - visão ventral

Sob esse exterior rígido encontra-se uma segunda camada de tecido macio, que é levemente mais escura, conhecida como dentina. Essa é a cápsula que separa o tecido externo duro e a frágil cavidade pulpar que é a camada mais interna do dente, e contém os vasos sanguíneos e nervos. O esmalte e a dentina devem estar intactos para que o dente permaneça vivo e saudável, e uma vez que qualquer bactéria entre a câmara pulpar, o dano é irreversível.

Dentina (verde) - visão ventral

Raiz

As raízes dos dentes, sejam única ou múltiplas em número, possuem cada uma duas das três camadas mencionadas previamente em sua constituição.

Raiz (verde) - visão ventral

A câmara pulpar continua inferiormente da coroa até as raízes, e termina no ápice da raiz, onde existe uma abertura que permite que as estruturas da câmara pulpar entrem ou saiam.

Câmara pulpar (verde) - visão ventral

Essa estrutura também é cercada de dentina, que termina logo antes do ápice, onde não é cercada por esmalte, mas por cemento. O cemento é histologicamente diferente do esmalte, mas atua como seu equivalente desde logo abaixo da linha gengival, e cobre toda a raiz do dente. O ponto de encontro entre o esmalte e o cemento é conhecido como junção cemento-esmalte.

Cemento (verde) - visão ventral

O dente é formado de uma coroa e raízes individuais ou múltiplas. Os dentes anteriores das arcadas superior e inferior, desde o primeiro pré-molar direito até o primeiro pré-molar esquerdo são dentes de raiz única. Na arcada superior o segundo pré-molar maxilar pode possuir duas raízes e todos os molares maxilares possuem duas ou três raízes. Na arcada inferior, o pré-molar mandibular possui uma única raiz e os molares possuem uma ou duas raízes.

Nota clínica

Cáries dentárias são a causa mais óbvia e mais comum de todas as queixas dentárias. Se deixada sem tratamento, elas podem destruir toda a estrutura do dente e, em casos severos, podem afetar os tecidos adjacentes da cabeça e pescoço. As causas de doença dentária são muitas, e mais de um fator sempre é responsável, e deve ser levado em consideração durante o diagnóstico e planejamento terapêutico de cada caso individual. A melhor forma de evitar essa condição, entretanto, é limitar os fatores de risco, que incluem:

  • tabagismo
  • alcoolismo
  • má higiene oral
  • dieta rica em açúcar e carboidratos, que inclui alimentos muito ácidos

Estrutura do Dente - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.057.874 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Neil S. Norton, Ph.D. and Frank H. Netter, MD, Netter's Head and Neck Anatomy for Dentistry, 2ª Edição, Elsevier Saunders, Capítulo 13 Oral Cavity, Páginas 341 to 351.
  • Rudolf Beer, Michael A. Baumann and Andrej M. Kielbassa, Pocket Atlas of Endodontics, 1ª Edição, Thieme Flexibook, Capítulo 1 Anatomy and Types of Endodontic Pathology, Normal Endodontium, Página 2 e Capítulo 5 Trepanation and Access Cavity, Root Canal Anatomy, Páginas 90 to 91.

Autor:

  • Dr. Alexandra Sieroslawska 

Ilustrações:

  • Canino superior esquerdo (verde) - vista inferior do crânio - Yousun Koh 
  • Esmalte (verde) - visão ventral - Paul Kim 
  • Dentina (verde) - visão ventral - Paul Kim
  • Raiz (verde) - visão ventral - Paul Kim
  • Câmara pulpar (verde) - visão ventral - Paul Kim
  • Cemento (verde) - visão ventral - Paul Kim

Tradução para o português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 3 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.