EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Flexor curto dos dedos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Flexor curto dos dedos

O flexor curto dos dedos é um músculo amplo encontrado na sola do . Como um dos músculos plantares do pé, pode ser classificado por grupo (de medial para lateral) ou por camada (de superficial para profundo). A localização precisa do flexor longo dos dedos pode ser descrita de duas maneiras: 

O flexor curto dos dedos é responsável pela flexão dos dedos nas articulações metatarsofalangeanas dos quatro dedos laterais. Ele também dá suporte ao arco longitudinal do pé enquanto empurra o corpo para frente durante a marcha. 

Fatos importantes sobre o Flexor curto dos dedos
Origem Processo medial da tuberosidade calcânea, aponeurose plantar e septo intermuscular
Inserção Falanges médias dos dedos 2-5
Ação Articulações metatarsofalangeanas 2-5: flexão dos dedos, suporte do arco longitudinal do pé
Inervação Nervo plantar medial (S1-S3)
Vascularização Artérias plantares medial e lateral e arco plantar, artérias metatarsais plantares e digitais plantares

Neste artigo, nós vamos discutir a anatomia e a função do músculo flexor curto dos dedos.

Origem e inserção

O músculo flexor curto dos dedos se origina de três locais: processo medial da tuberosidade calcânea, aponeurose plantar e septo intermuscular. Seu grande ventre muscular expande-se no lado medial da superfície plantar do pé. Aproximadamente na metade da sola do pé suas fibras musculares se dividem em quatro bandas, cada uma delas dando origem a seu próprio tendão para um dos quatro dedos laterais. Os tendões cursam sobre as respectivas superfícies plantares dos quatro ossos metatarsais laterais e falanges proximais. 

Ao nível da falange proximal correspondente, cada tendão do flexor curto dos dedos se divide em duas faixas terminais que se inserem na base da falange média do dedo correspondente. Ao se inserirem dos lados medial e lateral da falange média, cada faixa terminal forma uma passagem triangular com a superfície dorsal de sua falange média. Estas passagens permitem que os tendões do flexor longo dos dedos alcancem seu caminho até as falanges distais. 

Relações 

O flexor curto dos dedos é lateral ao abdutor do dedo mínimo e medial ao abdutor do hálux. Ele corre profundamente a uma grossa camada conhecida como aponeurose plantar. Seus tendões são mediais aos nervos e vasos digitais plantares comuns. Profundamente ao flexor curto dos dedos você vai encontrar o quadrado plantar e os músculos lumbricais, juntamente com os tendões do músculo flexor longo dos dedos. 

Inervação 

A inervação do flexor curto dos dedos é feita pelo nervo plantar medial (S1-S3), que é o maior dos dois ramos terminais do nervo tibial. 

Vascularização 

O músculo é vascularizado por ramos da artéria tibial posterior: artérias plantares medial e lateral. O restante da vascularização vem de ramos de uma rede anastomótica das artérias tibiais anterior e posterior: artérias metatarsais plantares e artérias digitais plantares comuns.

A maior parte do sangue é drenado pela veia plantar medial, tributária das veias tibiais anterior e posterior. A drenagem adicional é feita pelo arco venoso plantar profundo. 

Função 

A principal ação do flexor curto dos dedos é a flexão do segundo ao quinto dedos nas articulações metatarsofalangeanas e interfalangeanas. Esse tipo de ação é diferente para o músculo flexor longo dos dedos, que também age como um flexor das falanges, mas começa com a flexão nas articulações interfalangeanas distais. A coordenação entre esses dois músculos é crucial para o ciclo da marcha, pois em sinergia eles mantêm o equilíbrio por deixar os dedos em contato firme com o solo. Este músculo também dá suporte para o arco longitudinal do pé e o estabiliza quando andamos ou corremos. Para expandir seu conhecimento dê uma olhada nos vídeos e testes a seguir e aprenda sobre os músculos do pé. 

Flexor curto dos dedos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências: 

  • Moore, K. L., Dalley, A. F., & Agur, A. M. R. (2014). Clinically Oriented Anatomy (7ª edição). Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins.
  • Palastanga, N., & Soames, R. (2012). Anatomy and human movement: structure and function (6ª edição). Edinburgh: Churchill Livingstone.
  • Standring, S. (2016). Gray's Anatomy (41ª edição). Edinburgh: Elsevier Churchill Livingstone.
  • Netter, F. (2014). Atlas of Human Anatomy (6ª edição). Philadelphia, PA: Saunders.

Ilustradores: 

  • Músculo flexor curto dos dedos - vista inferior - Liene Znotina
  • Artéria tibial posterior - vista posterior - Liene Znotina

Tradução, Revisão, Layout:

  • Lívia Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!