EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Anatomia Humana: Guia de Estudo - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.185.819 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Anatomia Humana: Guia de Estudo

A anatomia é uma das disciplinas mais difíceis que você terá que aprender durante seus estudos. Consiste em duas divisões principais: anatomia macroscópica e anatomia microscópica. A primeira trata de grandes estruturas que são vistas principalmente a olho nu, enquanto que a segunda envolve o estudo dos tecidos e sua organização em órgãos e sistemas em um nível microscópico.

Memorizar todas essas estruturas anatômicas e suas funções correspondentes é difícil. É fácil sentir-se sobrecarregado pelo fluxo aparentemente infinito de informação, mas não tenha medo - estamos aqui para facilitar essa tarefa para você! Nossa missão é guiá-lo com segurança através da selva de ossos, músculos, nervos e órgãos.

Você está pronto? Então vamos lá! :-) 

Básico da Anatomia

Antes de começar a aprender sobre as estruturas anatômicas, você precisa certificar-se de que entende o jargão básico da anatomia, como terminologia e instruções.

Aprender a terminologia anatômica pode parecer um pouco como aprender um novo idioma. Mas com um pouco de tempo e prática, rapidamente se sentirá como se tivesse falado este idioma toda a sua vida! Isto pode parecer como aprender uma nova língua, pois há montes de termos de anatomia desconhecidos que os alunos precisam dominar em um tempo muito curto.Para obter uma base sólida, confira os seguintes materiais. Aqui, você encontrará tudo o que precisa saber sobre terminologia e direções anatômicas.

Além da terminologia e dos planos direcionais, você também precisará conhecer os nomes anatômicos específicos dos diferentes movimentos do corpo. Confira o vídeo completo que explica isso abaixo. Depois, você pode testar o quanto você entendeu com um teste! 
 

Regiões anatômicas

Membro superior

Se você pensar em seu corpo como uma casa, os ossos e músculos são as suas paredes e fundação. É por isso que o membro superior é geralmente um dos primeiros tópicos em seu programa de anatomia. Além disso, as lesões do ombro e do braço são alguns dos mais comumente vistos no cuidado diário ao paciente - então, um sólido conhecimento da sua anatomia irá ser muito útil!

Você sabe o nome da veia perfurada pela agulha quando o seu sangue é retirado? E o nome do nervo que pode causar um formigueiro se você se apoiar nos cotovelos por um longo tempo? Você pode encontrar as respostas a estas perguntas e mais informações nos seguintes artigos.

Membro inferior

Agora que você sabe tudo sobre o membro superior, faz sentido andar um pouco mais para o sul para aprender sobre o membro inferior. Já teve uma perna quebrada? As fraturas e lesões nos tendões da perna, joelho e são comuns, por isso não há como fugir a aprender a anatomia desde o quadril (anca) até os dedos dos pés. ;-)

O membro inferior tem quatro partes principais: quadril (anca), coxa, perna e pé. A flexibilidade é fornecida pelas articulações do quadril (anca), joelho e tornozelo que permitem que você chute, pule, agache e se mexa na pista de dança.Leia sobre este tópico com os seguintes materiais de aprendizagem.

Tronco

Membros superiores e inferiores: feito!

Vamos agora para o tronco, comumente conhecido como torso. O tronco é composto por várias regiões conhecidas como tórax, abdômen, pelve e dorso. No centro do dorso encontra-se a coluna vertebral, que contém a medula espinhal. A musculatura das costas ajuda a manter sua postura, dobra seu tronco, movimenta os braços, encolhe os ombros e muito mais.

Os músculos abdominais grandes, por exemplo, o músculo reto do abdômen, também contribuem para o tronco. Este é o músculo por trás do famoso "six-pack" que muitos entusiastas de fitness buscam. Curioso? Continue lendo.

Tórax

Agora você está pronto para aprender sobre um dos tópicos mais interessantes em anatomia - os órgãos internos. Vamos começar pelos órgãos encontrados no tórax. As deficiências do coração e dos pulmões podem facilmente levar a condições de risco de vida. Aprendê-los ajudará você a se preparar em casos de emergência e também a cuidar de pacientes com doenças crônicas.

No mundo da anatomia, o peito é chamado de tórax e está localizado entre o pescoço e o abdômen. Essa região pode ser considerada o epicentro do sistema circulatório e o principal ator na respiração, sendo esta última função principalmente controlada pelo diafragma.

O tórax é tão complexo por dentro como por fora. Internamente, consiste na cavidade torácica que, em primeiro lugar, abriga os pulmões. No total, os pulmões ocupam uma área de superfície equivalente ao tamanho de um campo de tênis. Entre os pulmões encontra-se o mediastino, um espaço que contém vasos sanguíneos, nervos, vasos linfáticos e, mais importante, o coração. Este órgão vital bombeia 5 litros de sangue por todo o corpo a cada minuto do seu dia, enquanto está acordado. Continue a ler para saber mais!

Abdômen e pelve

Continuando inferiormente ao tórax, encontramos o abdômen e a pelve. Essas duas regiões são frequentemente ensinadas separadamente para fins didáticos, mas o seu conteúdo mistura-se em uma grande cavidade abdomino-pélvica.

O maior sistema de órgãos aqui localizado é o trato gastrointestinal. Os intestinos, que são os principais responsáveis pela absorção, passam por essas regiões por um total de 7,5 metros, o equivalente a quatro seres humanos empilhados em cima uns dos outros.

Quatro órgãos acessórios importantes que ajudam o trato gastrointestinal a desempenhar suas funções são o fígado, a vesícula biliar, o pâncreas e o baço. Eles ajudam especialmente com a digestão de proteínas e gorduras, bem como com o processamento metabólico.

É fácil pensar que o abdômen e a pelve já estão demasiado cheios com as estruturas do trato gastrointestinal, mas na verdade há mais! Também estão localizados aqui órgãos como os rins, os ureteres, a bexiga e várias estruturas do sistema reprodutor. Eles formam sistemas inteiros que trabalham em uníssono para garantir que você elimina desperdícios, reage a situações estressantes ou assustadoras e se reproduz. São fornecidos mais detalhes abaixo:

Cabeça e pescoço

Para muitos estudantes, a cabeça e o pescoço serão o próximo tópico de seu currículo de anatomia. Conhecer essas estruturas de cor ajudará você a avaliar e descrever facilmente as funções vitais.

Além dos membros, mais duas regiões trabalhando em perfeita harmonia estendem-se a partir do tronco: um pescoço forte e móvel sustentando uma cabeça de cinco quilos, que, por sua vez, contém o cérebro. Os nervos e os vasos sanguíneos passam pelo pescoço enquanto viajam entre a cabeça e o resto do corpo, por isso é importante compreender essas regiões.Você pode encontrar uma visão geral relacionada a eles abaixo:

Agora que nós cobrimos algumas noções básicas, vamos concentrar-nos na cabeça. A cabeça consiste em vários ossos unidos que formam o crânio ósseo, do qual partes encerram o cérebro e partes formam o esqueleto facial. A cabeça compreende várias estruturas associadas, como os olhos, o nariz, as orelhas e a boca. Estas estruturas estão envolvidos em uma variedade de funções, como a visão, o olfato, a audição, comer e falar, para citar apenas alguns.

Leia mais para descobrir como isso acontece!

O pescoço serve como uma passagem entre a cabeça e o tórax. As cavidades nasais e orais são continuadas pela faringe, comumente chamada de garganta. Esta passagem muscular facilita o movimento de ar, líquidos e alimentos em direção à traqueia e tubo de alimentação (esôfago), respetivamente. O pescoço também abriga muitas cartilagens, músculos, órgãos, vasos sanguíneos e nervos, como a laringe (caixa da voz), a glândula tireoide e o plexo cervical.Saiba mais com os seguintes artigos.

Neuroanatomia

As lesões cerebrais, como derrames ou lesões na medula espinhal, podem ter um impacto enorme na vida do paciente, então vamos aprender mais sobre as estruturas envolvidas e como elas se comunicam com o resto do corpo.

Como o cérebro se comunica com outras regiões, por exemplo a mão, para produzir um movimento ou para sentir objetos? Através dos nervos, um conceito explicado pela neuroanatomia. O sistema nervoso controla todas as funções do corpo humano. Por exemplo, ele está envolvido em processos fisiológicos, como a temperatura corporal, os movimentos voluntários e o pensamento de ordem superior, tal como a consciência e o comportamento emocional.

O sistema nervoso é composto por duas divisões estruturais, central e periférica. O sistema nervoso central (SNC) consiste no encéfalo e na medula espinhal, que estão protegidos por camadas, denominadas meninges, e são banhados pelo líquido cefalorraquidiano. O encéfalo é o principal regulador do corpo e tem quatro partes principais: cérebro, estruturas subcorticais, tronco cerebral e cerebelo.

O cérebro divide-se em cinco lobos e forma a maior parte do encéfalo humano, sendo responsável pela cognição. No entanto, todas as partes do encéfalo são igualmente importantes. Você sabe quem é o herói principal que mantém um paciente vivo durante um "estado vegetativo" ou um coma? É um trabalho unicamente do tronco cerebral, uma vez que nessas situações o cérebro se encontra disfuncional.Continue lendo para descobrir mais sobre o encéfalo!

A medula espinhal é a continuação do tronco cerebral, viajando pela coluna vertebral. Consiste em cinco regiões conhecidas como cervical, torácica, lombar, sacral e coccígea. Os nervos espinhais emergem da medula espinhal através das vértebras, levando impulsos nervosos para e a partir da periferia. O cérebro e a medula espinhal comunicam-se através de vias neurais, chamadas tratos ou feixes. Os tratos (feixes) ascendentes levam informações periféricas para o cérebro, enquanto os tratos (feixes) descendentes transportam informações de volta do cérebro.

O sistema nervoso periférico (SNP) refere-se a todo o tecido neural localizado fora do SNC. Consiste em 12 pares de nervos cranianos, os 31 pares de nervos espinhais mencionados anteriormente e todos os seus ramos. O SNP alcança e inerva todas as estruturas anatômicas do corpo humano.Mais informações são fornecidas abaixo:

Está sobrecarregado com todo esse conteúdo e cansado de tantas aulas de anatomia na faculdade? Aprenda anatomia quando e onde quiser através dos nossos cursos e aulas e anatomia humana online.

Histologia

Agora você está pronto para mergulhar ainda mais fundo, para um nível microscópico. Na histologia você estuda células e tecidos normais específicos de cada órgão, principalmente com o uso de um microscópio. O bom conhecimento destas estruturas histológicas normais é essencial para a compreensão da histopatologia ou patologia de qualquer doença, que muitas vezes causa alterações específicas nas células e tecidos.

Anatomia Seccional

As secções transversais são obtidas tomando fatias reais de órgãos, vasos, nervos, ossos, tecidos moles, ou até mesmo todo o corpo humano baseado em um cadáver. Elas fornecem a percepção de "profundidade", criando relações tridimensionais entre estruturas anatômicas em sua mente. Elas permitem você ter uma visão completa, melhoram sua compreensão, consolidam as informações e facilitam lembrar-se dos detalhes.

Além disso, técnicas radiológicas como a ecografia, a tomografia computadorizada (TC) e a ressonância magnética (RM) baseiam-se em anatomia transversal. Estas são essenciais para diagnósticos precisos, planejamento de terapia e realização de intervenções no cuidado diário ao paciente.Aprender a anatomia do corpo em secções transversais será um excelente ponto de partida para solidificar o seu conhecimento em anatomia e para poder identificar estruturas em radiologia.

Currículo de anatomia para...

Um conhecimento sólido da anatomia é clinicamente relevante para todos os profissionais de saúde. No entanto, você encontrará um currículo ligeiramente diferente, dependendo do assunto que você está estudando. Abaixo, resumimos as principais áreas anatômicas de estudo para as várias profissões de saúde.

Estudantes de medicina

Os médicos são os que fazem diagnósticos, interpretam os testes e decidem o curso apropriado de tratamento. Portanto, é necessário que os estudantes de medicina recebam a educação mais detalhada quando se trata de anatomia. Os seus cursos vão desde anatomia macroscópica e microscópica, neuroanatomia e histologia até anatomia de cadáver e transversal. Se tem nome, eles têm de o aprender.

Estudantes de enfermagem

Os enfermeiros auxiliam os médicos no tratamento e cuidado dos pacientes com base em planos terapêuticos. É por isso que os estudantes de enfermagem também precisam de um bom conhecimento de anatomia. No entanto, os seus cursos não entram em tanto detalhe quanto os cursos de estudantes de medicina; por exemplo, disseções cadavéricas e anatomia radiológica não fazem parte de seu currículo.

Estudantes de fisioterapia

Como profissionais de saúde especializados no apoio de pacientes com comprometimento articular, muscular ou ósseo, o principal foco de anatomia para os estudantes de fisioterapia é o sistema musculoesquelético. Portanto, a maioria das escolas se concentra na anatomia macroscópica e perde tópicos como histologia ou anatomia radiológica.

Dicas e estratégias de aprendizado

Dicas de aprendizado de anatomia

Há algumas coisas que se devem ou não fazer que você deve ter em mente ao estudar. Evitar a procrastinação, navegar por mitos de aprendizagem, truques de memorização, passar exames ... há uma série de fatores a serem levados em consideração. Veja abaixo nossas principais dicas sobre a melhor forma de superar tudo isso!

Quer saber mais? Pode encontrar informação aprofundada sobre todas as técnicas e recursos existentes, e os seus prós e contras no seguinte artigo:

Ferramentas de Anatomia 3D

Há muito debate sobre as vantagens e desvantagens de aprender anatomia em 3D. Não é uma forma ideal de aprender anatomia em todas as situações, mas a anatomia muscular é uma área em que o recomendamos verdadeiramente. Os músculos nos ajudam a movimentar e o movimento muscular ocorre em um plano tridimensional, por isso só faz sentido aprendê-los com o auxílio de ferramentas 3D.

Tabelas de Músculos

Precisa de uma mão extra para aprender a anatomia muscular? Juntamente com os nossos vídeos 3D de função muscular, as nossas tabelas de músculos irão ajudá-lo a aprender a anatomia muscular com facilidade. O que você pode esperar deles? As tabelas dividem os músculos em regiões corporais e grupos, com as fixações, as inervações e as funções claramente identificadas. Permitem-lhe poupar muito tempo!

Mais recursos de aprendizado

Agora você deve estar familiarizado com os diferentes tópicos de anatomia que abordamos aqui no Kenhub. Você está aprendendo outros tópicos como parte de seus estudos, como Patologia, Fisiologia, Bioquímica e Biologia? Aqui estão alguns recursos para ajudá-lo ainda mais! :-)

Geral

  1. Khan academy (Saúde e Medicina)
  2. Biologia Total com Prof. Jubilut (Biologia)
  3. Introdução à farmacologia (Farmacologia)
  4. Osmosis (Fisiopatologia)
  5. Histology Guide (Histologia)
  6. Atlas Virtual de Histologia (Histologia)
  7. Pathology Outlines (Patologia)
  8. Pathoma (Patologia)
  9. Atlas Virtual de Anatomia Patológica (Patologia)

Medicina

  1. O curso de medicina no Brasil 
  2. Exame da Especialidade (PNAFE)
  3. Academia da Especialidade (PNAFE)
  4. Perguntas da Especialidade (PNAFE)
  5. EKOS (PNAFE)
  6. U-World (PNAFE)
  7. Amboss (PNAFE)
  8. Residência Médica no Brasil

Enfermagem

  1. Allnurses (Comunidade de enfermagem para enfermeiros e estudantes)
  2. Ordem dos Enfermeiros
  3. Oportunidades de voluntariado
  4. CasesBlog (Casos clínicos e imagens)
  5. Trauma care (Casos, biblioteca e recursos)
  6. Practical clinical skills (treine ECGs e mais)
  7. Learningnurse (avaliações, ferramentas de aprendizado, testes)
  8. Conselho Federal de Enfermagem do Brasil
  9. EnfConcursos (aulas teóricas preparatórias para concursos)

Fisioterapia

  1. Physicaltherapyvideo (vídeos de saúde e fisioterapia)
  2. Physiotutors (vídeos e fisioterapia)
  3. Physiofitness (vídeos de reabilitação física)
  4. British journal of sports medicine (vídeos de medicina do desporto)
  5. Modern manual medicine (vídeos de medicina do desporto e fisioterapia)

Fatos anatômicos divertidos

Surpreendido pela complexidade da anatomia humana? Aqui estão alguns fatos divertidos para continuar a explodir sua mente ...

  • O corpo humano contém quase 100 trilhões (mil biliões) de células.
  • Há pelo menos 10 vezes mais bactérias no corpo humano do que células.
  • O adulto médio respira mais de 20 000 vezes por dia.
  • O cérebro humano contém cerca de 100 bilhões (mil milhões) de células nervosas.
  • A água representa mais de 50% do peso corporal médio do adulto.

Anatomia Humana: Guia de Estudo - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.185.819 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Artigo, revisão e layout:

  • Claudia Bednarek
  • Molly Smith

Tradução para Português:

  • Rafael Vieira
  • Catarina Chaves

Ilustrações:

  • Crânio - vista anterior - Yousun Koh
  • Crânio - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Dorsal - vista lateral-direita - Irina Münstermann
  • Ventral - vista lateral-direita - Irina Münstermann
  • Flexão do joelho - vista lateral-direita - Paul Kim
  • Extensão do ombro - vista lateral-direita - Paul Kim
  • Articulação glenoumeral - vista anterior - Irina Münstermann
  • Músculo bíceps braquial - vista lateral-direita - Yousun Koh
  • Região anterior do braço - vista anterior - Irina Münstermann
  • Região anterior do antebraço - vista anterior - Irina Münstermann
  • Músculo extensor ulnar do carpo - vista posterior - Yousun Koh
  • Mão - vista anterior - Irina Münstermann
  • Articulação coxofemoral - vista lateral-direita - Liene Znotina
  • Músculo quadríceps femoral - vista anterior - Liene Znotina
  • Joelho - vista posterior - Irina Münstermann
  • Músculo tibial anterior - vista anterior - Liene Znotina
  • Dedos 3-5 - vista lateral-direita - Liene Znotina
  • Tronco - vista anterior - Yousun Koh
  • Músculo peitoral maior - vista anterior - Yousun Koh
  • Músculo reto do abdome - vista anterior - Yousun Koh
  • Músculo latíssimo do dorso - vista posterior - Yousun Koh
  • Cavidade torácica - vista anterior - Paul Kim
  • Lobo médio do pulmão direito - vista anterior - Begoña Rodriguez
  • Lobo superior do pulmão esquerdo - vista anterior - Yousun Koh
  • Diafragma - vista anterior - Yousun Koh
  • Ventrículo direito - vista anterior - Yousun Koh
  • Corpo do estômago - vista anterior - Irina Münstermann
  • Intestino delgado - vista anterior - Begoña Rodriguez
  • Cólon ascendente - vista anterior - Irina Münstermann
  • Lobo esquerdo do fígado - vista anterior - Irina Münstermann
  • Orifício interno anatômico do útero - vista anterior - Samantha Zimmerman
  • Bexiga - vista lateral-direita - Irina Münstermann
  • Osso frontal - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Artéria carótida comum - vista lateral-direita - Paul Kim
  • Parede posterior da faringe - vista anterior - Paul Kim
  • Laringe - vista anterior - Begoña Rodriguez
  • Plexo cervical - vista anterior - Begoña Rodriguez
  • Lobo frontal - vista lateral-esquerda - Paul Kim
  • Artéria cerebral média - vista lateral-direita - Paul Kim
  • Ponte - vista sagital - Paul Kim
  • Medula espinhal - vista anterior - Begoña Rodriguez
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!