Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Útero

O útero é um órgão de cerca de 8 cm localizado na cavidade pélvica feminina, superior e posteriormente à bexiga. Anatomicamente, ele pode ser dividido em três partes: colo, istmo e corpo. Embora sua anatomia seja simples, sua histologia é mais complexa, pois ele é formado por três camadas, cuja estrutura exata depende da fase do ciclo menstrual.

Além disso, como órgão do sistema reprodutor feminino, o útero é responsável pelo desenvolvimento do embrião e do feto durante a gravidez.

Este artigo irá descrever a anatomia, a histologia e a função do útero, bem como alguns conceitos básicos do ciclo menstrual.

Fatos importantes sobre o útero
Partes Colo, istmo e corpo
Posição e orientação Anteflexão e anteversão
Recessos peritoneais Recessos (escavações) vesicouterino e retouterino
Vascularização Artérias uterinas e ramos uterinos das artérias ováricas
Inervação Plexo hipogástrico inferior
Histologia Fases: Proliferativa e Secretora
Camadas:
endométrio (camadas funcional e basal), miométrio (camadas subvascular, vascular e supravascular), perimétrio
Conteúdo
  1. Anatomia macroscópica
    1. Partes
    2. Vascularização e inervação
  2. Anatomia microscópica
  3. Função
  4. Resumo
  5. Referências
+ Mostrar todo
Útero em anteversão e anteflexão - vista lateral direita

Anatomia macroscópica

Partes

O útero é dividido em colo, istmo e corpo.

  • O colo é subperitoneal e possui uma parte que se projeta no interior da vagina (porção vaginal) e uma parte fixada ao perimétrio (porção supravaginal). O canal cervical possui dois orifícios: o orifício interno (que se abre no istmo) e o orifício externo (que se abre na vagina).
  • O istmo é uma passagem estreita de cerca de 1 cm de extensão, que conecta o colo e o corpo.
  • O corpo é intraperitoneal e possui um lúmen triangular, formado pela sua conexão ao istmo e às tubas uterinas (trompas de Falópio). A base do útero é chamada de fundo.

Na maioria das mulheres o corpo uterino é dobrado anteriormente sobre o colo, na região do istmo (posição chamada de anteflexão), e o eixo longo do útero é inclinado em direção à vagina (posição chamada de anteversão). Entretanto, a forma e tamanho do útero podem variar dependendo da idade, número de gestações e estado hormonal.

O útero é cercado por tecido conjuntivo, conhecido como paramétrio. O peritônio cobre o útero quase completamente (exceto na porção ventral do colo), formando dois recessos: ventralmente, o recesso vesicouterino (escavação vesicouterina) e, dorsalmente, o recesso retrouterino (escavação retouterina ou fundo de saco de Douglas).

Aprofunde os seus conhecimentos sobre o útero com os materiais de estudo abaixo.

Vascularização e inervação

O útero é irrigado pela artéria uterina (ramo da artéria ilíaca interna) e pelos ramos uterinos das artérias ováricas (ramos da aorta abdominal). A drenagem venosa é realizada através do plexo venoso uterino, que drena na veia ilíaca interna.

Os nervos do útero derivam do plexo hipogástrico inferior. Todos os vasos e nervos passam através dos ligamentos laterais (ligamento largo do útero), uma camada dupla e larga de peritônio que conecta a parede lateral do útero com a parede pélvica.

Quer aprender mais sobre a estrutura do útero e dos ovários? Faça os nossos testes!

Anatomia microscópica

O útero possui três camadas: mucosa (endométrio), muscular (miométrio) e serosa/adventícia (perimétrio).

  • O endométrio (membrana mucosa uterina) é revestido por epitélio colunar simples, e contém numerosas glândulas tubulares. Abaixo dele existe uma camada de tecido conjuntivo rica em células, chamada de lâmina própria. Na porção vaginal do colo há uma transição para epitélio escamoso não-queratinizado, a junção escamo-colunar. Fisiologicamente, o endométrio é dividido em uma camada funcional e uma camada basal.
  • O miométrio (musculatura uterina) compreende um complexo de três camadas de músculo liso que são difíceis de se separar microscopicamente. Elas estão listadas abaixo, de dentro para fora:
    • A camada subvascular é consideravelmente fina, e participa principalmente no fechamento das tubas uterinas e na separação do endométrio durante o ciclo menstrual.
    • A camada vascular é forte e bem perfundida, envolvendo o útero como uma rede. Ela possui um papel fundamental durante o parto.
    • A camada supravascular é uma fina lâmina de fibras musculares cruzadas que estabiliza a parede uterina.
  • O perimétrio é semelhante ao peritônio, e é cercado por uma fina camada de tecido conjuntivo (tela subserosa). Em áreas livres de peritônio não há serosa, mas adventícia.

Você tem a sensação de estar sempre estudando, mas ao mesmo tempo não estar aprendendo tanto quanto deveria? Verifique nosso artigo sobre erros comuns que atrasam o seu aprendizado de anatomia, e aprenda as soluções que vão fazer você avançar rapidamente em seus estudos!

Função

O útero possui um importante papel na reprodução humana. Ele é o órgão onde a implantação e nutrição do óvulo fecundado ocorrem. Além disso, ele ajuda a expulsar o bebê durante o parto através de contrações musculares.

O útero de uma mulher em idade fértil demonstra um ritmo controlado por hormônios . Um ciclo menstrual tem, em média, 28 dias, e ocorre em três fases:

  • Durante a fase menstrual (dias 1 a 4) as artérias espirais do endométrio se contraem, levando à isquemia e à descamação da camada funcional. Ao mesmo tempo, fatores de coagulação no sangue menstrual são decompostos a fim de evitar a formação de coágulos sanguíneos. Essa fase é predominantemente controlada por estrogênio, e podem haver contrações dolorosas da musculatura uterina.
  • Durante a fase proliferativa ou folicular (dias 5 a 14) as células da camada basal se dividem rapidamente, levando à regeneração do epitélio, da camada funcional e das artérias espirais.
  • A fase secretora ou lútea (dias 15 a 28) começa com a ovulação, que interrompe a proliferação e prepara o endométrio para a implantação do óvulo. Ela leva ao acúmulo intracelular de glicogênio e à dilatação do lúmen uterino. As glândulas possuem um formato denteado e secretam nutrientes de forma crescente. As células estromais do endométrio se parecem com a decídua da placenta (células pré-deciduais). As artérias espirais são ativadas para suprir uma possível placenta. Se não ocorrer fertilização durante a fase secretora, as artérias espirais se contraem e o ciclo se inicia novamente.

Agora é uma boa hora para testar os seus conhecimentos sobre o útero com o nosso teste personalizável:

Útero - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!