EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Útero - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Útero

O útero é um órgão oco de cerca de 8 cm na pelve/bacia feminina e encontra-se dorsocranialmente à bexiga. Ele consiste de várias partes anatômicas, como o colo, o istmo e o corpo. Embora a sua anatomia pareça simples, a sua histologia é mais complicada. Consiste de três camadas principais, mas a estrutura exata depende da fase do ciclo menstrual.

Além disso, como órgão do sistema reprodutor feminino, é responsável pelo desenvolvimento do embrião e feto durante a gravidez. Este artigo irá descrever a anatomia, histologia e funções do útero, bem como esclarecer um pouco os conceitos básicos do ciclo menstrual. 

Fatos importantes sobre o útero
Partes Colo, Istmo, Corpo
Posição e orientação Anteflexão e anteversão
Recessos peritoneais Recessos vesico-uterino e recto-uterino
Vascularização Artérias uterinas e ramos uterinos das artérias ováricas
Inervação Plexo hipogástrico inferior
Histologia

Fases: Proliferativa e Secretora

Camadas: endométrio (camadas funcional e basal), miométrio (camadas subvascular, vascular e supravascular), perimétrio

Anatomia macroscópica

Partes

O útero é dividido em colo (cérvix), istmo e corpo.

  • O colo encontra-se subperitoneal e consiste de uma parte projetando-se no interior da vagina (porção vaginal) e uma parte fixada ao paramétrio (porção supravaginal). O canal cervical possui dois orifícios: o orifício interno para o istmo e o orifício externo para a vagina.
  • O istmo é uma passagem estreita de cerca de 1 cm de extensão conectando o colo e o corpo.
  • O corpo encontra-se intraperitonealmente e possui um lúmen triangular pela sua conexão ao istmo e a ambas as tubas/trompas uterinas (de Falópio). A base do útero é chamada de fundo.

Na maioria das mulheres o corpo é dobrado anteriormente sobre o colo no istmo (anteflexão) e o eixo longo do útero é inclinado em direção à vagina (anteversão). A forma e tamanho entretanto podem variar dependendo da idade, número de gestações e estado hormonal.

Útero em anteversão e anteflexão - vista lateral direita

O útero é cercado pelo tecido conjuntivo circunjacente (paramétrio). O peritôneo cobre o útero quase completamente (exceto a porção ventral do colo), formando dois recessos: ventralmente o recesso vesicouterino e dorsalmente o recesso retrouterino (fundo de saco de Douglas).

Aprofunde os seus conhecimentos sobre o útero com os materiais de estudo abaixo.

Vascularização e inervação

O útero é suprido pela artéria uterina (ramo da artéria ilíaca interna) e ramos uterinos das artérias ováricas (ramos da aorta abdominal). A drenagem venosa sanguínea é realizada através do plexo venoso uterino para a veia ilíaca interna.

Os nervos derivam do plexo hipogástrico inferior. Todos os vasos e nervos correm através dos ligamentos laterais (ligamento largo do útero), uma larga duplicação do peritoneu conectando a parede lateral do útero com a parede pélvica.

Quer aprender mais sobre a estrutura do útero e dos ovários? Faça os nossos testes!

Anatomia microscópica

O útero possui três camadas: mucosa (endométrio), muscular (miométrio) e serosa/adventícia (perimétrio).

  • O endométrio (membrana mucosa uterina) é revestido por epitélio colunar (cilíndrico) simples (lâmina epitelial), e contém numerosas glândulas tubulares. Ele é seguido por uma camada de tecido conjuntivo rica em células (lâmina própria). Há uma transição para epitélio escamoso/pavimentoso não-queratinizado na porção vaginal do colo (junção escamo-colunar). Fisiologicamente o endométrio é dividido em camada funcional (stratum functionale) e camada basal (stratum basale).
  • O miométrio (musculatura uterina) compreende um complexo de três camadas de músculo liso que são microscopicamente difíceis de separar: (de dentro para fora)
    • A camada subvascular é consideravelmente fina e participa principalmente no fechamento das tubas/trompas e na separação do endométrio durante o ciclo menstrual.
    • A camada vascular é bastante forte e bem perfundida, envolvendo o útero como uma rede. Ela possui um papel fundamental durante o parto.
    • A camada supravascular é novamente uma fina lâmina de fibras musculares cruzadas estabilizando a parede uterina.
  • O perimétrio é igual ao peritoneu e é cercado por uma fina camada de tecido conjuntivo (tela subserosa). Em áreas livres de peritoneu não há serosa, mas adventícia.

Você tem a sensação de estar sempre estudando, mas ao mesmo tempo não estar aprendendo tanto quanto deveria? Verifique nosso artigo sobre erros comuns que atrasam o seu aprendizado de anatomia, e aprenda as soluções que vão fazer você avançar rapidamente em seus estudos!

Função

O útero possui um importante papel na reprodução humana. Ele é o órgão onde a implantação e nutrição do óvulo fecundado ocorre. Além disso, ele ajuda a expulsar o bebê durante o parto através de contrações musculares.

Os úteros de mulheres em idade fértil demonstram um ritmo controlado hormonalmente de 28 dias (ciclo menstrual), que ocorre em três fases:

  • Durante a fase menstrual (dias 1 a 4) as artérias espirais do endométrio contraem, levando a uma isquemia e descamação da camada funcional. Ao mesmo tempo fatores de coagulação no sangue menstrual são decompostos a fim de evitar a formação de coágulos sanguíneos. Essa fase é predominantemente controlada por estrogênio causando contrações dolorosas da musculatura uterina.
  • Durante a fase proliferativa/fase folicular (dias 5 a 14) as células da camada basal se dividem rapidamente, levando a uma rápida regeneração do epitélio, camada funcional e artérias espirais.
  • A fase secretora/fase lútea (dias 15 a 28) começa com a ovulação, interrompendo a proliferação e preparando uma implantação do óvulo. Ela leva a um acúmulo intracelular de glicogênio e a uma dilatação do lúmen uterino. As glândulas possuem formato em “dente de serrote” e secretam nutrientes de forma crescente. As células estromais do endométrio se parecem com a decídua da placenta (células pré-deciduais). As artérias espirais são ativadas para suprir uma possível placenta. Se não ocorrer fertilização durante a fase secretora as artérias espirais se contraem e o ciclo se inicia novamente.

Útero - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!