EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculos lumbricais da mão - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 852.397 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculos lumbricais da mão

Os músculos lumbricais (lumbricidae –  latim = minhoca) são quatro pequenos músculos da mão localizados no metacarpo, profundo da fáscia palmar.

Estes músculos originam-se dos tendões do músculo flexor profundo dos dedos, inserem-se nas aponeuroses dorsais dos respectivos dedos e são inervados pelos nervos mediano e ulnar.

Neste artigo, nós vamos falar da anatomia dos músculos lumbricais da mão, incluindo as suas origens, inserções, inervações e funções. No final, iremos incluir uma nota clínica sobre estes músculos.

Fatos sobre os músculos lumbricais da mão
Músculo lumbrical da mão I

Origem: superfície radial do tendão do flexor profundo dos dedos do segundo dedo

Inserção: aponeurose dorsal do segundo dedo

Inervação: nervo mediano (C8-T1)

Função: flexão da articulação metacarpofalangiana e extensão das interfalangiana proximal e distal

Músculo lumbrical da mão II

Origem: superfície radial do tendão do flexor profundo dos dedos do terceiro dedo

Inserção: aponeurose dorsal do terceiro dedo

Inervação: nervo mediano (C8-T1)

Função: flexão da articulação metacarpofalangiana e extensão das interfalangiana proximal e distal

Músculo lumbrical da mão III

Origem: superfície radial do tendão do flexor profundo dos dedos do quarto dedo e superfície ulnar do do terceiro dedo

Inserção: aponeurose dorsal do quarto dedo

Inervação: nervo ulnar (C8-T1)     

Função: flexão da articulação metacarpofalangiana e extensão das interfalangiana proximal e distal

Músculo lumbrical da mão IV

Origem: superfície radial do tendão do flexor profundo dos dedos do quinto dedo e superfície ulnar do do quarto dedo

Inserção: aponeurose dorsal do quinto dedo

Inervação: nervo ulnar (C8-T1) 

Função: flexão da articulação metacarpofalangiana e extensão das interfalangiana proximal e distal

Anatomia e inervação

Origem

Uma característica destes músculos é que eles se originam em tendões ao invés de estruturas ósseas, fazendo com que a superfície de origem seja bastante móvel. Normalmente eles surgem na superfície radial dos tendões do flexor profundo dos dedos. O terceiro e o quarto músculos lumbricais têm uma segunda cabeça que se origina na superfície ulnar do tendão adjacente.

Inserção

Distalmente, seus tendões se inserem na aponeurose dorsal do respectivo dedo

Inervação

  • Os primeiro e segundo lumbricais são inervados pelo nervo mediano (C8-T1).
  • Os terceiro e do quarto lumbricais são inervados pelo nervo ulnar (C8-T1)

Função

Os músculos lumbricais movimentam do segundo ao quinto dedo. A sua contração leva à flexão da articulação metacarpofalangiana (MCF) e extensão tanto da articulação interfalangiana proximal (IFP) quanto interfalangiana distal (IFD).

Músculos lumbricais da mão (verde) - vista anterior

A razão das funções opostas é que os tendões cruzam a (MCF) na superfície palmar, mas distalmente se inserem na superfície dorsal do dedo. Esses movimentos combinados possibilitam um forte aperto de mão (ex: segurar uma caneta).

Videoaula recomendada: Músculos lumbricais da mão
Origens, inserções, inervação e função dos músculos lumbricais da mão.

Nota clínica

Quando os tendões do flexor profundo dos dedos se rompem distalmente à origem dos lumbricais ocorre um fenômeno interessante: quando se tenta fechar o punho, estranhamente os dedos se estendem.  

Patofisiologia e Mecanismo

Depois da ruptura dos tendões distais, os lumbricais se tornam a nova inserção do flexor profundo dos dedos. Isso significa que, mesmo que a pessoa conscientemente ative o músculo flexor, ele/ela na verdade move os lumbricais em seu lugar. E, uma vez que o flexor profundo dos dedos e os lumbricais são antagonistas nas articulações interfalangiana proximal e interfalangiana distal, a intenção de fechar o punho leva paradoxalmente à extensão dos dedos. Este fenômeno é clinicamente conhecido como lumbrical-plus finger e pode ocorrer após traumas ou amputações.

Músculos lumbricais da mão - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 852.397 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • M. Schünke/E. Schulte/U. Schumacher: Prometheus – LernAtlas der Anatomie – Allgemeine Anatomie und Bewegungssystem, 2nd edition, Thieme Verlag (2007), p. 316-317
  • J. E. Muscolino: The muscular system manual – The skeletal muscles of the human body, 2nd edition, Elsevier Mosby (2005), p. 680-682
  • R. Palti/M. Vigler: Anatomy and function of lumbrical muscles, Hand Clinics (2012), Issue 28(1), p. 13-17
  • H. Schmidt/U. Lanz: Chirurgische Anatomie der Hand, 2nd edition, Thieme Verlag (2003), p. 147

Autor:

  • Achudhan Karunaharamoorthy

Ilustradores:

  • Músculos lumbricais da mão - vista ventral - Yousun Koh 
  • Músculo lumbrical I - vista ventral - Yousun Koh
  • Aponeurose dorsal do segundo dedo - vista ventral - Yousun Koh
  • Músculo lumbrical II - vista ventral - Yousun Koh
  • Aponeurose dorsal do terceiro dedo - vista ventral - Yousun Koh
  • Nervo mediano - vista ventral - Yousun Koh
  • Músculo lumbrical III - vista ventral - Yousun Koh
  • Aponeurose dorsal do quarto dedo - vista ventral - Yousun Koh
  • Músculo lumbrical IV - vista ventral - Yousun Koh
  • Aponeurose dorsal do quinto dedo - vista ventral - Yousun Koh
  • Nervo ulnar - vista ventral - Yousun Koh

Tradução para português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Imagens do Atlas Relacionadas

Músculos da mão

Vasos sanguíneos e nervos da mão

Músculos principais dos membros superiores

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.