EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Articulação temporomandibular - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.050.178 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Articulação temporomandibular

A articulação temporomandibular (ATM) é a principal conexão entre o crânio e a mandíbula.

Ela envolve a área participante da parte escamosa do osso temporal, o disco articular no interior da cápsula articular, a cabeça da mandíbula e os ligamentos adjacentes.

Esse artigo objetiva simplificar a literatura disponível para criar uma maior compreensão e fornecer um guia geral completo com informações em relação à estrutura, conexão, irrigação e inervação da articulação temporomandibular (ATM).

Fatos importantes da ATM
Compartimentos

Superiormovimento de translação da articulação

Inferior: movimentos rotacionais da articulação

Cápsula articular

Origem: borda da fossa mandibular e o tubérculo articular do osso temporal

Inserção: colo da mandíbula, acima da fóvea pterigoide

Ligamentos 

Ligamentos: colaterais, temporomandibular, estilomandibular e esfenomandibular 

Irrigação

Artérias: artéria auricular profunda, artéria temporal superficial e artéria temporal superficial

Veias: veia temporal superficial e veia maxilar

Inervação Nervos: nervo mandibular, nervo massetérico e nervos temporais profundos

Compartimentos da articulação temporomandibular

A articulação é separada nos compartimentos superior e inferior pelo disco articular

  • O compartimento superior é limitado superiormente pela fossa mandibular do osso temporal e inferiormente pelo próprio disco articular. Ele contém 1.2 mL de líquido sinovial e é responsável pelo movimento de translação da articulação.
  • O compartimento inferior possui o disco articular como limite superior e o côndilo da mandíbula como limite inferior. Ele é ligeiramente menor, com uma média de volume de líquido sinovial de 0,9 mL, e permite movimentos rotacionais.

Articulação temporomandibular - vista lateral-esquerda

Cápsula e ligamentos

A cápsula articular se origina da borda da fossa mandibular, envolve o tubérculo articular do osso temporal e se insere no colo da mandíbula, acima da fóvea pterigoide. Ela é tão frouxa que a mandíbula pode se deslocar anteriormente de forma natural, sem danificar quaisquer fibras da cápsula.

Osso temporal - vista caudal

A ATM é sustentada pelos seguintes ligamentos:

  • Os ligamentos colaterais medial e lateral (também conhecidos como ligamentos discais) auxiliam na conexão entre os lados medial e lateral do disco articular com o mesmo lado do côndilo.
  • O ligamento temporomandibular está localizado no aspecto lateral da cápsula, e sua função inclui a prevenção de deslocamento lateral ou posterior do côndilo.
  • O ligamento estilomandibular se origina do processo estiloide e se insere no ângulo da mandíbula. Ele é responsável por permitir a protrusão da mandíbula.
  • O ligamento esfenomandibular se estende entre a espinha do osso esfenóide e a língula da mandíbula. Ele contribui para a limitação dos movimentos de protrusão extensa e abertura da boca.

Suprimento sanguíneo e inervação

Suprimento sanguíneo

A ATM recebe o sangue de três artérias. O suprimento principal vem da artéria auricular profunda (da artéria maxilar) e da artéria temporal superficial (um ramo terminal da artéria carótida externa). Além disso, a articulação recebe sangue da artéria timpânica anterior (também ramo da artéria maxilar). A drenagem venosa se dá através da veia temporal superficial e da veia maxilar.

Inervação

O nervo mandibular (terceiro ramo do nervo trigêmeo) fornece a principal inervação da ATM. Inervação adicional é realizada pelo nervo massetérico e pelos nervos temporais profundos. Fibras parassimpáticas do gânglio ótico estimulam a produção sinovial. Neurônios simpáticos do gânglio cervical superior atingem a articulação juntamente com vasos e possuem um papel na percepção da dor e na monitorização do volume sanguíneo.

Sumário

A articulação temporomandibular (ATM) é a principal conexão entre o crânio e a mandíbula

Ela envolve a área participante da parte escamosa do osso temporal, o disco articular no interior da cápsula articular, a cabeça da mandíbula e os ligamentos adjacentes.

A articulação é separada nos compartimentos superior e inferior pelo disco articular.

A cápsula articular se origina da borda da fossa mandibular, envolve o tubérculo articular do osso temporal e se insere no colo da mandíbula, acima da fóvea pterigoide.

A ATM é sustentada pelos seguintes ligamentos:

  • Ligamentos colaterais
  • Ligamento temporomandibular
  • Ligamento estilomandibular
  • Ligamento esfenomandibular 

A ATM recebe o sangue de três artérias: 

  • artéria auricular profunda (suprimento principal)
  • artéria temporal superficial
  • artéria timpânica anterior 

A drenagem venosa se dá através da veia temporal superficial e da veia maxilar.

O nervo mandibular fornece a principal inervação da ATM. Inervação adicional é realizada pelo nervo massetérico e pelos nervos temporais profundos.

Articulação temporomandibular - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.050.178 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Neil S. Norton, Frank H. Netter: Netter’s Head and Neck Anatomy for Dentistry, 2nd Edition, Elsevier Saunders, p. 235-246.
  • Frank H. Netter: Atlas der Anatomie, 5th Edition (Bilingual Edition: English and German), Saunders, chapter 1, table 18.
  • Heinz Feneis, Wolfgang Dauber: Pocket Atlas of Human Anatomy, Thieme (2000), 4th Edition, p.60-61.
  • Axel Bumann, Ulrich Lotzmann: Color Atlas of Dental Medicine - TMJ Disorders and Orofacial Pain, Thieme (2002), p31-32.
  • Seth R. Thaller, James P. Bradley, Joe I. Garri: Craniofacial Surgery, Informa healthcare (2008), p. 242.
  • Friedrich Anderhuber, Franz Pera, Johannes Streicher: Waldeyer Anatomie des Menschen, De Gruyter (2012), 19th edition, p.733-735

 Autor:

  • Dr. Alexandra Sieroslawska

Ilustrações:

  • Articulação temporomandibular - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Osso temporal - vista caudal - Yousun Koh
  • Colo da mandíbula - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Cabeça da mandíbula - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Artéria maxilar - vista lateral-esquerda - Paul Kim
  • Artéria temporal superficial - vista lateral-esquerda - Yousun Koh
  • Veia temporal superficial - Paul Kim
  • Nervo mandibular - vista lateral-esquerda - Paul Kim
  • Nervo massetérico - vista lateral-esquerda - Paul Kim
  • Nervo temporal profundo anterior - vista lateral-esquerda - Paul Kim
  • Nervo temporal profundo posterior - vista lateral-esquerda - Paul Kim

 Tradução para português:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 13 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.