EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo oblíquo inferior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo oblíquo inferior

Músculo oblíquo inferior (Musculus obliquus inferior)

O músculo oblíquo inferior é um músculo delgado e estreito do olho. Ele é um dos 6 músculos extraoculares, também chamados de músculos extrínsecos da órbita.

Como os outros músculos do olho, o oblíquo inferior é nomeado por sua posição na órbita, em relação ao globo ocular. Ele ocupa o aspecto inferior da órbita, circunscrevendo a parte inferior do globo ocular.

A principal ação deste músculo é a de elevar e abduzir (mover lateralmente) o globo ocular. Ele age de uma maneira coordenada com os outros músculos extraoculares para controlar os movimentos do olho; posicionando a pupila e ajustando a direção do olhar.

Fatos importantes sobre o músculo oblíquo inferior
Origem Superfície orbital da maxila
Inserção Aspecto inferolateral do globo ocular (profundamente ao músculo reto lateral)
Ação Abduz, eleva e roda externamente o globo ocular
Inervação Nervo oculomotor (NC III)
Vascularização Artéria oftálmica, artéria infraorbital

Este artigo irá discutir a anatomia e a função do músculo oblíquo inferior.

Origem e inserção

O delgado músculo oblíquo inferior situa-se próximo à borda anterior do assoalho da órbita. De maneira semelhante ao músculo oblíquo superior, mas diferente dos músculos retos, o músculo oblíquo inferior não se origina do anel tendíneo comum (ânulo de Zinn). Ele se origina do aspecto anterior da órbita.

Especificamente, ele se origina a partir da superfície medial (orbital) da maxila, logo lateralmente à fossa nasolacrimal. A partir dali ele cursa superiormente de forma oblíqua superiormente e posterolateralmente, entre o músculo reto lateral e o assoalho da órbita. O músculo se insere na metade inferolateral da esclera, posteriormente ao equador do globo ocular.

Relações

O músculo oblíquo superior se insere no quadrante posterior do globo ocular (parte inferolateral), entre os músculos retos lateral e inferior, e discretamente posterior à inserção do músculo oblíquo superior. Conforme os tendões de inserção dos músculos oblíquos inferior e superior passam um pelo outro, eles se situam no mesmo plano vertical oblíquo.

A bainha fascial do oblíquo inferior se une com a bainha espessada do músculo reto inferior. Estas duas então se unem aos ligamentos de contenção medial e lateral, que são expansões laminares triangulares dos músculos retos lateral e medial. A fusão do reto inferior, oblíquo inferior e ligamentos de contenção forma o ligamento suspensório do globo ocular, uma alça em rede que fornece suporte ao globo ocular. Além disso, as bainhas fundidas do reto inferior e do oblíquo inferior originam outra expansão anterior chamada de ligamento de contenção inferior, que se insere no tarso da pálpebra inferior. 

Inervação

O músculo oblíquo inferior é inervado pela divisão inferior do nervo oculomotor (NC III), que contém fibras eferentes somáticas gerais.

Vascularização

O músculo oblíquo inferior é vascularizado pela artéria oftálmica e pela artéria infraorbital, que se originam da artéria carótida interna e das artérias maxilares, respectivamente.

Função

Devido ao seu curso oblíquo e inserção no lado posterolateral do globo ocular, a contração do músculo oblíquo inferior puxa o globo ocular em uma direção posterior ao seu eixo vertical, e portanto roda o olho lateralmente ao redor deste eixo. Assim, o oblíquo inferior exibe simultaneamente três ações sobre o globo ocular:

  • Eleva a parte anterior do globo ocular; ao deprimir a parte posterior do mesmo, particularmente quando o olho está aduzido
  • Abduz o globo ocular lateralmente
  • Roda externamente o globo ocular

Ao elevar e abduzir o globo ocular, o oblíquo inferior roda o eixo visual para cima e para fora. Isto é fundamental para funções como olhar para cima durante a leitura, quando os olhos se movem a partir de um estado de convergência.

Todos os músculos extraoculares trabalham em sinergia ou em oposição. Por exemplo, o músculo oblíquo inferior trabalha em sinergia com o músculo reto superior para elevar a pupila, mas ao mesmo tempo as suas ações rotacionais se opõe e neutralizam uma à outra. A ação complementar é importante para garantir que nenhuma rotação do globo ocular ocorra durante sua elevação. Além destas funções, o músculo oblíquo inferior age ainda com os ligamentos de contenção mencionados acima e com a gordura retrobulbar para impedir a retração do globo ocular pelos músculos retos. Estas estruturas fornecem suporte para o globo ocular e ajudam a manter a sua posição. 

Músculo oblíquo inferior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Moore, K. L., Dalley, A. F., & Agur, A. M. R. (2014). Clinically Oriented Anatomy (7ª Edição). Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins.
  • Palastanga, N., & Soames, R. (2012). Anatomy and human movement: structure and function (6ª Edição). Edinburgh: Churchill Livingstone.
  • Standring, S. (2016). Gray's Anatomy (41ª Edição). Edinburgh: Elsevier Churchill Livingstone.

Ilustrações:

  • Músculo oblíquo inferior (Musculus obliquus inferior) - Yousun Koh

Autor e revisão:

  • Gordana Sendic
  • Nicola McLaren

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!