EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo occipitofrontal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo occipitofrontal

O músculo occipitofrontal é um músculo longo e largo localizado no couro cabeludo, estendendo-se desde as sobrancelhas até as linhas nucais superiores dos ossos occipitais. Juntamente com o temporoparietal, ele compreende o grupo de músculos epicranianos da expressão facial.

O músculo occipitofrontal possui um ventre frontal e um ventre occipital, cada um contendo um par de cabeças musculares quadrangulares. Os ventres são unidos por uma bainha fibrosa espessa chamada de aponeurose epicraniana (gálea aponeurótica), na qual ambos se inserem. A função da parte frontal do músculo occipitofrontal é elevar as sobrancelhas e enrugar a pele da testa, enquanto a da parte occipital é retrair o couro cabeludo.

Fatos importantes sobre o Músculo occipitofrontal
Origem Ventre frontal: Pele da sobrancelha, músculos da testa
Ventre occipital: ⅔ laterais da linha nucal superior
Inserção Aponeurose epicraniana
Ação Ventre frontal: eleva as sobrancelhas, enruga a pele da testa
Ventre occipital: retrai o couro cabeludo
Inervação Ventre frontal: ramos temporais do nervo facial (NC VII)
Ventre occipital: nervo auricular posterior (ramo do nervo facial (NC VII))
Vascularização Artérias temporal superficial, oftálmica, auricular posterior e occipital

Este artigo vai discutir a anatomia e a função do músculo occipitofrontal.

Origem e inserção

O músculo occipitofrontal consiste em dois ventres musculares, conectados pela aponeurose epicraniana, que se estende pela abóbada craniana.

  • O ventre frontal cobre a testa e não possui inserções ósseas. Suas fibras superficiais se originam da derme da pele e do tecido subcutâneo das sobrancelhas, enquanto as fibras mais profundas originam-se das partes superiores dos músculos prócero, orbicular do olho e corrugador do supercílio. Em seguida, o ventre frontal segue posterolateralmente para se inserir na aponeurose epicraniana, anteriormente à sutura coronal do crânio.
  • O ventre occipital cobre a parte de trás do crânio. Origina-se nos dois terços laterais das linhas nucais superiores do osso occipital. Após um curto trajeto superiormente, suas fibras musculares se inserem na aponeurose epicraniana, posteriormente à sutura lambdoide.

Relações

O músculo occipitofrontal é profundo ao tecido subcutâneo da pele do couro cabeludo e superficial ao periósteo do crânio.

Após saírem das órbitas, as artérias e nervos supraorbitais e supratrocleares cursam sobre a superfície anterior do ventre frontal. A superfície anterior do ventre occipital é cruzada pelo nervo occipital maior e pela artéria occipital.

Inervação

Ambas as partes do músculo são inervadas pelo nervo facial (NC VII), que emite ramos temporais para o ventre frontal e o nervo auricular posterior para o ventre occipital.

Vascularização

A vascularização de ambas as partes do occipitofrontal é realizada por vários ramos:

  • Ventre frontal é irrigado pela artéria oftálmica e pelo ramo frontal da artéria temporal superficial
  • Ventre occipital recebe sangue do ramo occipital da artéria auricular posterior e do ramo descendente da artéria occipital.

Todas as artérias que irrigam esse músculo são ramos da artéria carótida externa, exceto a artéria oftálmica, que vem da artéria carótida interna.

Função

O músculo occipitofrontal tem várias ações dependendo de qual de seus pontos de inserção está fixo naquele momento:

Quando sua inserção aponeurótica está fixa, o ventre frontal eleva as sobrancelhas e a pele da testa, gerando uma expressão facial de choque ou surpresa. Quando é a sua inserção da testa que está fixa, o ventre frontal ajuda os músculos prócero, orbicular do olho e corrugador do supercílio a franzir as sobrancelhas, tracionando o couro cabeludo para a frente e enrugando a testa. Como as cabeças do ventre frontal são separadas, é possível realizar esses movimentos somente em uma metade da face.

O ventre occipital do músculo occipitofrontal retrai o couro cabeludo quando sua porção nucal está fixa, e o traciona para a frente quando sua inserção aponeurótica está fixa. Esses movimentos são insignificantes por si só, mas, caso ocorram simultaneamente com as contrações do ventre frontal, ajudam a mover todo o couro cabeludo para trás e para frente, respectivamente.

Músculo occipitofrontal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Hiatt, J. L., & Gartner, L. P. (2010). Textbook of head and neck anatomy (4ª edição). Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins.
  • Moore, K. L., Dalley, A. F., & Agur, A. M. R. (2014). Clinically Oriented Anatomy (7ª edição). Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins.
  • Netter, F. (2019). Atlas of Human Anatomy (7ª edição). Philadelphia, PA: Saunders.
  • Palastanga, N., & Soames, R. (2012). Anatomy and human movement: structure and function (6ª edição). Edinburgh: Churchill Livingstone.
  • Standring, S. (2016). Gray's Anatomy (41ª edição). Edinburgh: Elsevier Churchill Livingstone.

Ilustrações:

  • Músculo occipitofrontal - vista posterior - Irina Münstermann
  • Músculo occipitofrontal - vista anterior - Irina Münstermann

Tradução, Revisão, Layout:

  • Rafaela Ervilha Linhares
  • Catarina Chaves
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!