Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Bexiga e uretra - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Bexiga e uretra

A bexiga e a uretra são órgãos pélvicos urinários cuja função é o armazenamento e a excreção de urina para o exterior do corpo no ato da micção (urinar), respetivamente. Tal como a maioria das vísceras pélvicas, também a anatomia da bexiga e da uretra apresenta diferenças entre o sexo feminino e o masculino. 
 
De todos os artigos da nossa coleção sobre o sistema urinário, a bexiga e a uretra representam o último volume. Este artigo irá discutir a anatomia e função da bexiga e da uretra.

Fatos importantes sobre a bexiga e a uretra
Bexiga Definição: órgão oco que armazena a urina
Vascularização: artérias vesicais superior e inferior (no homem), artérias vesicais e vaginais (na mulher); plexo venoso vesical
Inervação: plexo hipogástrico inferior
Uretra Definição: um ducto da bexiga que transporta a urina para fora do corpo
Vascularização: artérias vesicais inferiores e rectais médias (no homem), artérias vaginais e pudendas internas (na mulher); veias ilíacas internas
Inervação: plexo vesical e (na mulher) nervos pudendos
Nota Clínica Infecções do trato urinário
Conteúdo
  1. Bexiga
    1. Localização 
    2. Anatomia
    3. Reflexo de micção 
  2. Uretra
  3. Vasos sanguíneos
  4. Inervação
  5. Nota clínica 
    1. Infeções do trato urinário
  6. Bibliografia
+ Mostrar todo

Bexiga

A bexiga é um órgão muscular liso. Ela armazena temporariamente a urina proveniente dos rins através dos ureteres até que o corpo esteja preparado para a excretar através da uretra.

Bexiga masculina - um diagrama

Localização 

A bexiga encontra-se inferiormente ao peritônio, assentando no assoalho pélvico. Nas mulheres, a sua superfície inferior assenta na sínfise púbica e a parede posterior está em contacto com a vagina e o útero. Nos homens, a superfície inferior da bexiga assenta na sínfise púbica e na próstata, posteriormente está o terço distal do reto.

Entre a superfície posterior da bexiga e a superfície anterior do útero existe um recesso peritoneal chamado fundo de saco vesicouterino. Nos homens, o recesso peritoneal entre a bexiga e o recto chama-se fundo de saco rectovesical.

Anatomia

A bexiga tem quatro superfícies anatômicas: superior, inferior, inferolateral direita e inferolateral esquerda. Para além disso, pode ainda ser dividida em quatro partes:

  • Corpo, delimitado anteriormente pelo ápice e posteriormente pelo fundo
  • Colo, localizado inferiormente na região do orifício interno da uretra, emerge da união das superfícies inferolaterais direita e esquerda.

O fundo da bexiga contém três aberturas que formam o trígono da bexiga: o orifício interno da uretra e os dois orifícios ureterais.

Confira a nossa apostila de exercícios sobre o sistema urinário para solidificar seus conhecimentos anatômicos.

O músculo detrusor constitui a parede da bexiga, ele forma o esfíncter interno da uretra em torno do colo da bexiga. O músculo detrusor contrai em torno dos orifícios ureterais quando a bexiga contrai de forma a prevenir refluxo vesicoureteral (refluxo de urina para os ureteres).

Reflexo de micção 

O reflexo de micção é um reflexo que permite o ato fisiológico da micção quando a bexiga está cheia. À medida que a bexiga se enche com urina, a pressão dentro da bexiga aumenta lentamente até que se atinja o ponto máximo. Isto traduz-se na necessidade de urinar, sentida pela medula espinhal através do plexo hipogástrico inferior. A medula espinhal envia em seguida sinais através do mesmo plexo que causam a contração do músculo detrusor e o relaxamento do esfíncter interno da uretra. O córtex cerebral consegue sobrepor-se a este reflexo, controlando voluntariamente o relaxamento do esfíncter externo da uretra. Isto é especialmente relevante, pois permite que uma pessoa possa adiar a micção até que se encontre numa situação socialmente adequada para o fazer. Aprenda mais sobre a anatomia da bexiga e as principais diferenças existentes entre os dois sexos com os materiais abaixo.

Agora está na hora de testar seus conhecimentos sobre a anatomia da bexiga urinára no sexo feminino e no sexo masculino, vamos lá?

Uretra

A uretra é o canal excretor da bexiga ela transporta a urina da bexiga até o exterior do corpo. A uretra estende-se desde o orifício interno da uretra na bexiga até ao orifício externo da uretra da genitália externa. O trajeto da uretra varia com o sexo do indivíduo. 

Bexiga feminina e uretra - um diagrama

A uretra feminina é muito pequena (4 centímetros) o que é um fator predisponente para contrair infeções do trato urinário. A uretra feminina passa primeiro através do assoalho pélvico e depois através do espaço perineal profundo onde está rodeada pelo esfíncter externo da uretra. Finalmente, a uretra abre-se através do orifício externo da uretra encontrado entre os pequenos lábios, anteriormente à abertura vaginal.

Uretra masculina - um diagrama

A uretra masculina é muito mais longa (20 centímetros) e tem quatro partes:

  • Pré-prostática (intramural) - parte da uretra que se estende desde o orifício interno da uretra até à próstata
  • Prostática - parte da uretra que penetra a próstata e na qual esta se junta ao ducto ejaculatório do sistema reprodutor masculino
  • Membranosa - parte da uretra que passa através do espaço perineal profundo e onde é rodeada pelo esfíncter externo da uretra
  • Esponjosa (peniana) - uretra que viaja através do corpo esponjoso do pénis

A uretra abre-se através do orifício externo da uretra na extremidade da glande. Consolide os seus conhecimentos sobre a uretra com os nossos materiais de estudo. Preste especial atenção ao nosso teste feito especialmente para avaliar o seu conhecimento sobre a bexiga e a uretra!

Vasos sanguíneos

A bexiga é vascularizada por ramos da artéria ilíaca interna: as artérias vesicais superior e inferior (no sexo masculino). Repare que as últimas são substituídas pelas artérias vaginais no sexo feminino. A drenagem venosa é feita por veias de nomes semelhantes que acompanham as respetivas artérias. Em conjunto, estas veias formam o plexo venoso vesical e são todas tributárias da veia ilíaca interna

A uretra também é vascularizada por ramos da artéria ilíaca interna. No sexo masculino, a vascularização da uretra é feita pelas artérias vesical inferior e retal média. A drenagem venosa é feita primeiro para o plexo venoso prostático e de seguida para a veia ilíaca interna. A uretra feminina é vascularizada pelas artérias pudenda interna e vaginal. O sangue venoso é drenado por veias com nomes semelhantes. Um pacote inicial sobre a vascularização da bexiga e da uretra está esperando por você aqui.

Inervação

A inervação da bexiga vem do plexo hipogástrico inferior. Este plexo recebe informações autonómicas dos nervos pélvicos esplâncnicos (parassimpáticas), do tronco simpático e dos nervos sagrados esplâncnicos (simpáticas). A inervação parassimpática da bexiga contrai o músculo detrusor e relaxa o esfíncter interno da uretra. Por outro lado, a inervação simpática relaxa o músculo detrusor e contrai o esfíncter interno da uretra. Note que o sistema nervoso simpático está muito ativo durante a ejaculação nos homens. Isto faz com que o esfíncter interno da uretra se feche, prevenindo assim o refluxo de sêmen para a bexiga.

O plexo vesical inerva tanto a uretra feminina como a masculina, este plexo origina-se do plexo hipogástrico inferior. Inervação adicional é fornecida pelo nervo pudendo para a uretra feminina e pelo plexo prostático para a parte proximal da uretra masculina. É com entusiasmo que lhe apresentamos tudo sobre a inervação da bexiga e uretra nos nossos testes e videoaulas em baixo.

Bexiga e uretra - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!