Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Cartilagem

A cartilagem é um tipo de tecido conjuntivo rígido encontrado em várias partes do corpo, que incluem a superfície das articulações, a orelha, o nariz e os discos intervertebrais. Embora mais rígida e menos flexível do que o músculo, a cartilagem não é tão rígida quanto o osso. Essas propriedades permitem que ela tenha funções importantes no organismo. O revestimento das superfícies articulares, por exemplo, permite a absorção de impactos e o deslizamento entre os ossos. Outra importante função da cartilagem é servir como estrutura rígida que mantém a abertura de diversos tubos e orifícios do organismo, como a traqueia, a tuba auditiva e a aurícula da orelha. A cartilagem serve ainda como molde para a ossificação dos ossos longos, um processo denominado ossificação endocondral.

Conteúdo
  1. Composição
  2. Tipos de cartilagem
  3. Cartilagem articular
    1. Camadas
  4. Pericôndrio
  5. Notas clínicas
    1. Osteoartrite
    2. Artrite reumatoide
    3. Acondroplasia
    4. Costocondrite
    5. Condromas / condrossarcomas
  6. Referências
+ Mostrar todo

Composição

Condrócitos (lâmina histológica)
Condrócitos (lâmina histológica)

Assim como ocorre no tecido ósseo, o tecido cartilaginoso é formado por dois componentes principais: as células e a matriz extracelular. As células desse tecido são chamadas de condrócitos, e estão localizadas em cavidades presentes na matriz extracelular que são denominadas lacunas. A matriz extracelular é formada por uma associação de proteoglicanos (proteínas + glicosaminoglicanos) e colágeno, ou colágeno mais elastina, dependendo do tipo de cartilagem.

Tipos de cartilagem

Dependendo principalmente da composição da matriz extracelular, as cartilagens se dividem em três tipos:

  • Cartilagem hialina: tipo mais comum de cartilagem no corpo humano. Sua matriz é formada por fibrilas de colágeno tipo II. Encontrada nas vias aéreas, nas fossas nasais, nas cartilagens costais e na superfície articular dos ossos longos (cartilagem articular). É ainda responsável pelo processo de ossificação endocondral e crescimento ósseo nos discos epifisários.
  • Cartilagem elástica: sua composição é semelhante à da cartilagem hialina, entretanto esse tipo de cartilagem contém ainda uma rede de fibras elásticas que são contínuas com o pericôndrio, conferindo maior elasticidade a esse tecido. A cartilagem elástica é encontrada na epiglote, na tuba auditiva e no conduto auditivo externo.
  • Fibrocartilagem: é um tecido muito semelhante ao tecido conjuntivo denso, sendo difícil diferenciá-los. Alguns autores consideram que trata-se de um tecido intermediário entre a cartilagem hialina e esse tipo de tecido conjuntivo. Pode ser encontrada na inserção dos ligamentos e tendões nos ossos, na sínfise púbica e nos discos intervertebrais.

Cartilagem articular

Cartilagem articular do cotovelo (vista sagital)

A cartilagem articular é o tecido liso e branco que cobre as extremidades dos ossos onde esses se unem para formar as articulações. Uma cartilagem articular saudável permite que as articulações se movam e deslizem umas sobre as outras com muito pouco atrito. Por outro lado, a cartilagem articular também está sujeita a danos e lesões, bem como ao desgaste natural.

A função da cartilagem articular depende da composição molecular da matriz extracelular, que consiste principalmente em proteoglicanos e colágeno. O principal proteoglicano na cartilagem é o agrecano. Os agrecanos formam complexos com o ácido hialurônico e possuem carga negativa, o que ajuda a reter água no tecido. O colágeno (principalmente do tipo II) atua contendo os proteoglicanos e ajudando-os a manter sua estrutura. Assim, a matriz extracelular de forma geral age respondendo às forças de tração, cisalhamento e compressão às quais é submetida durante o seu uso mecânico, como na marcha normal ou em movimentos de sustentação de peso.

Cartilagem articular (lâmina histológica)

Camadas

As camadas de cartilagem articular são definidas por zonas. Começando no osso subcondral, a primeira camada é constituída pela cartilagem calcificada, um remanescente da cartilagem de crescimento encontrada durante a infância. 

Logo após encontra-se a zona basal ou profunda, constituída por colágeno tipo II. Essa camada é perpendicular à articulação, cruza a cartilagem calcificada e contém a maior concentração de proteoglicanos. Os condrócitos dessa camada são arredondados e se dispõem em colunas.

A zona de transição ou intermediária é adjacente à zona profunda e também contém colágeno tipo II, dispostos numa organização oblíqua ou aleatória. Essa zona é a camada mais espessa de condrócitos arredondados, com conteúdo abundante de proteoglicanos.

Por fim encontra-se a zona superficial, também conhecida como zona tangencial. Essa camada possui colágeno tipo II, orientado paralelamente à articulação. Em vez de condrócitos arredondados, a camada superficial contém condrócitos achatados, além de fibras de colágeno condensadas e proteoglicanos esparsos. Essa zona é o único local onde já foram identificadas células progenitoras da cartilagem articular.

Pericôndrio

Todas as cartilagens, com exceção das cartilagens articulares e da cartilagem fibrosa, são revestidas por uma camada de tecido conjuntivo denominada pericôndrio. Como o tecido cartilaginoso não possui vasos sanguíneos, ele recebe nutrientes dos capilares presentes no pericôndrio. Além dos vasos sanguíneos, no pericôndrio encontramos também vasos linfáticos e terminações nervosas.

As cartilagens articulares, que não possuem pericôndrio, recebem seus nutrientes do líquido sinovial presente nas cavidades articulares.

Quer garantir que você aprendeu tudo sobre a cartilagem e os seus diferentes tipos? Experimente nosso teste personalizado e avalie seus conhecimentos!

Cartilagem - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!