Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Clavícula

A clavícula é um osso longo em forma da letra “S” que repousa horizontalmente no esterno, na parte superior da caixa torácica e na extremidade acromial da escápula. É uma parte importante do sistema esquelético, pois desempenha um papel essencial no movimento funcional diário, atuando como a conexão entre o esqueleto axial e a cintura escapular.

Como resultado, a clavícula é capaz de atuar como um suporte para o ombro, permitindo que o peso seja transferido dos membros superiores para o esqueleto axial. Lesões da clavícula comprometem seriamente as atividades cotidianas.

Informações importantes sobre a clavícula
Marcos ósseos Superfície superior: faceta acromial
Superfície inferior: faceta esternal, tuberosidade costal, tubérculo conoide
Músculos Terço lateral: músculo trapézio (superfície posterior), músculo deltoide (superfície anterior)
Terço medial: músculo esternocleidomastóideo (superfície superior), músculo peitoral maior (superfície anterior), músculo subclávio (superfície inferior - sulco subclávio), músculo esterno-hióideo (extremidade medial da clavícula)
Articulações Acromioclavicular - entre a cabeça acromial da clavícula e o acrômio da escápula
- Ligamento: ligamento acromioclavicular

Esternoclavicular - entre a extremidade esternal da clavícula e o manúbrio do esterno
- Ligamentos: ligamentos esternoclaviculares, ligamentos interclaviculares anterior e posterior

Notas clínicas Fraturas 

Este artigo irá discutir a anatomia da clavícula.

Conteúdo
  1. Articulações
    1. Articulação acromioclavicular
    2. Articulação esternoclavicular
  2. Marcos ósseos
    1. Extremidades
    2. Superfície superior
    3. Superfície inferior
  3. Inserções musculares
  4. Fraturas
  5. Referências
+ Mostrar todo

Articulações

Na clavícula encontramos duas articulações do tipo diartrose planar. Esse tipo de articulação também é conhecido como "articulação de eixo duplo" - na qual duas cavidades articulares são separadas por uma camada de cartilagem articular.

Articulação acromioclavicular

A articulação acromioclavicular é formada pela extremidade acromial da clavícula e pelo acrômio da escápula. Essa articulação permite um ligeiro movimento de deslizamento sobre a região do ombro. A articulação é do tipo sinovial e é circundada por uma cápsula de cartilagem articular preenchida com sinóvia intra-articular.

Durante a infância a cartilagem articular começa seu desenvolvimento como cartilagem hialina, mas logo se transforma em fibrocartilagem (na região do acrômio da escápula isso ocorre aos 17 anos e na extremidade acromial da clavícula, aos 24 anos). O ligamento acromioclavicular forma uma forte conexão entre a clavícula e o acrômio, que restringe o movimento em torno da clavícula em sua extremidade acromial.

Articulação esternoclavicular

A articulação esternoclavicular é formada pela extremidade esternal da clavícula e pelo manúbrio do esterno. Essa articulação sinovial é importante, pois conecta a clavícula e a escápula ao esqueleto axial. No entanto, a articulação permite uma variedade de movimentos do braço, ainda que limitados, que incluem:

  • Protração e retração
  • Depressão e elevação
  • Rotação discreta

Assim como a articulação acromioclavicular, a articulação esternoclavicular é envolta por uma cápsula de cartilagem articular. Entretanto, em seu interior existe um disco articular de fibrocartilagem que cria duas cavidades sinoviais: uma clavicular e uma esternal. Os ligamentos da articulação esternoclavicular estabilizam a articulação nas suas superfícies anterior e posterior. A articulação também é reforçada por dois ligamentos acessórios:

  • O ligamento interclavicular anterior, que cobre a superfície superior da articulação, é responsável por prevenir o deslocamento da clavícula durante a depressão do ombro
  • O ligamento costoclavicular posterior, que vai da tuberosidade costal da clavícula até a superfície superior e medial da primeira costela, atua evitando o deslocamento da clavícula durante a elevação do ombro

Marcos ósseos

Extremidades

A orientação da clavícula pode ser distinguida por suas extremidades: uma extremidade acromial larga e plana (terço lateral) e uma extremidade esternal arredondada, semelhante a uma pirâmide (dois terços mediais). Cada extremidade possui marcos ósseos únicos nas suas superfícies superior e inferior.

Superfície superior

A superfície superior da clavícula tem uma aparência lisa. A faceta acromial pode ser vista na borda posterior da extremidade acromial. Ela aparece como uma pequena superfície oval achatada e permite que a clavícula se articule com o acrômio da escápula, na articulação acromioclavicular.

Superfície inferior

A superfície inferior da clavícula, por sua vez, é bastante irregular e tem muitas linhas proeminentes, indicando locais onde músculos e ligamentos se fixam ao osso. Há três marcos importantes na superfície inferior da clavícula:

  • A faceta esternal, encontrada bem na borda da extremidade esternal. Tem a forma de um triângulo, com uma extremidade posterior e uma base anterior, e forma a articulação esternoclavicular.
  • A tuberosidade costal, localizada na extremidade esternal do osso. Distingue-se como uma superfície ampla e irregular com mais de 2 cm de comprimento. É o local onde se insere o ligamento costoclavicular.
  • O tubérculo conoide, que se encontra mais lateralmente em direção à extremidade acromial. Ele aparece como uma eminência irregular na região onde a porção plana da clavícula encontra a extremidade da extremidade esternal piramidal. É o local de inserção do ligamento conoide.

Inserções musculares

Um total de seis músculos se inserem na clavícula. Dois deles estão ligados ao terço lateral da clavícula:

  • O músculo trapézio, que se insere ao longo da superfície óssea posterior
  • O músculo deltoide, cuja porção anterior se insere no periósteo da superfície anterior da clavícula

Quatro músculos estão ligados ao terço medial da clavícula:

Faça o teste abaixo para avaliar seus conhecimentos sobre a clavícula!

Clavícula - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.
Entediado pela anatomia? Tente isto

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Comece a aprender em menos de 60 segundos

  • Aprenda anatomia e histologia mais rapidamente
  • Acesse unidades de estudo criadas e atualizadas por especialistas
  • Não exige contrato ou pagamento!
Crie sua conta gratuita ➞