Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Músculo trapézio

O músculo trapézio é um par de músculos grandes e triangulares localizados na região posterior do pescoço e do tórax. Quando vistos em conjunto, os dois músculos trapézios possuem uma forma de diamante ou trapézio, daí o seu nome. O músculo tem vários pontos de origem e inserção, que se estendem desde o crânio e a coluna vertebral até a cintura escapular.

Anatomicamente, o músculo trapézio pertence à camada superficial dos músculos extrínsecos do dorso, juntamente com os músculos latíssimo do dorso, romboide maior, romboide menor e levantador da escápula. Entretanto, ele está bastante envolvido nos movimentos da cintura escapular e, portanto, funcionalmente é considerado como um músculo do membro superior.

Fatos importantes sobre o músculo trapézio
Origem Terço medial da linha nucal superior, protuberância occipital externa, ligamento nucal, processos espinhosos de C7 a T12. 
Inserção Terço lateral da clavícula, margem medial do acrômio, espinha da escápula. 
Inervação Motora: nervo acessório (NC XI)
Sensitiva (dor e propriocepção): ramos dos nervos espinais C3 e C4. 
Vascularização Artéria occipital (parte superior), artéria cervical transversa ou superficial (parte média), artéria escapular dorsal (parte inferior)
Função Elevação da escápula (parte superior/descendente), retração da escápula (parte média/transversa), depressão da escápula (parte inferior/ascendente), rotação superior da cavidade glenoidal.

Neste artigo vamos discutir a anatomia do músculo trapézio, incluindo detalhes sobre sua origem e inserção, inervação, vascularização e função.

Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Estrutura e relações anatômicas
  3. Inervação
  4. Vascularização
  5. Função
    1. Parte descendente 
    2. Parte ascendente
    3. Parte média
  6. Notas clínicas
  7. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

O músculo trapézio tem vários pontos de origem ao longo da linha média da região posterior do pescoço e do dorso.

  • As fibras superiores se originam no terço medial da linha nucal superior e na protuberância occipital externa do osso occipital. Esses fibras têm um trajeto descendente em direção a seu ponto de inserção. Logo, essa parte do músculo é conhecida como parte descendente.
  • As fibras médias se originam do ligamento nucal, que por sua vez está inserido nos processos espinhosos das vértebras C1-C6, assim como nos processos espinhosos das vértebras C7-T3 e os ligamentos supraespinais que os conectam. Essas fibras são mais horizontais, seguindo lateralmente em direção ao ombro. Elas representam a parte transversa do músculo trapézio.
  • As fibras inferiores se originam dos processos espinhosos das vértebras T4-T12 e seus respectivos ligamentos supraespinais. Essas fibras cursam superiormente e lateralmente em direção ao seu ponto de inserção, representando a parte ascendente do músculo trapézio.

Ao longo de seu trajeto, todas as fibras do trapézio convergem lateralmente no ângulo superior da escápula para se inserir em seus respectivos pontos de inserção:

  • As fibras superiores se inserem na margem posterior do terço lateral da clavícula.
  • As fibras médias se inserem na margem medial do acrômio da escápula, assim como na crista superior da espinha da escápula.
  • As fibras inferiores se inserem na extremidade medial da espinha da escápula através de uma aponeurose.

Estrutura e relações anatômicas

De acordo com as inserções, o trajeto e a localização das fibras musculares discutidas anteriormente, podemos dividir o músculo trapézio em três partes funcionais, cada uma com uma ação diferente. Essas partes são:

  • Parte superior ou descendente, composta pelas fibras superiores;
  • Parte média ou transversa, composta pelas fibras médias;
  • Parte inferior ou ascendente, composta pelas fibras inferiores.

O trapézio, assim como o latíssimo do dorso, é o mais superficial dos músculos extrínsecos superficiais do dorso. Ele recobre todos os outros músculos desse grupo, mais especificamente os romboides e o levantador da escápula. Profundamente ao músculo trapézio também podemos encontrar o músculo serrátil posterior superior, que pertence à camada média dos músculos extrínsecos do dorso. Adicionalmente, o trapézio recobre vários músculos da camada superficial dos músculos intrínsecos, tais como os músculos esplênio da cabeça, esplênio do pescoço, espinal, longuíssimo e iliocostal. A parte superior do trapézio também recobre a região suboccipital.

Músculos axioapendiculares posteriores - vista posterior

A margem anterior do músculo trapézio forma o limite posterior do trígono cervical posterior. Além disso, sua margem inferior livre forma o limite medial do trígono da ausculta, uma região no dorso que não é coberta pela escápula e onde há uma pequena abertura na musculatura espessa do dorso. O trígono da ausculta é coberta apenas por uma fina camada muscular e permite uma boa ausculta dos segmentos posteriores dos pulmões.

Inervação

O músculo trapézio é o único músculo do membro superior que não recebe inervação do plexo braquial. Em vez disso, a inervação motora do músculo é realizada pelo nervo acessório (NC XI), assim como por ramos dos nervos espinais C3 e C4, que também conduzem fibras proprioceptivas/sensitivas para o músculo. 

Teste os seus conhecimentos sobre os músculos superficiais do dorso!

Vascularização

A irrigação do músculo trapézio depende da parte do músculo considerada:

  • A parte descendente (superior) do músculo é irrigada por ramos musculares transversos que se originam da artéria occipital (ramo da artéria carótida externa), que passa ao longo da superfície profunda do músculo. 
  • A parte transversa (média) do músculo é irrigada diretamente pela artéria cervical transversa, ou por um ramo que se origina dessa artéria.
  • A parte ascendente (inferior) é irrigada por ramos musculares da artéria escapular dorsal, que se origina da artéria subclávia.

Função

A principal função do músculo trapézio é estabilizar a escápula em sua posição anatômica, principalmente durante movimentos do ombro ou do membro superior. Um dos movimentos em que o trapézio está tipicamente ativo é o arremesso, no qual age juntamente com o músculo deltoide e os músculos do manguito rotador. Além disso, o trapézio também está envolvido nos movimentos da cabeça e do pescoço.

Aprender sobre músculos é sempre um desafio, não é mesmo? Mas para te ajudar, criamos uma apostila de exercício sobre os músculos. Você vai ver como ela te ajuda a fixar as principais características de cada um deles. 

As ações do músculo trapézio também dependem da parte do músculo que se contrai.

Parte descendente 

A parte descendente do músculo trapézio age junto com o músculo levantador da escápula para elevar a escápula na articulação escapulotorácica. De forma semelhante, os músculos também mantêm o nível dos ombros estável contra a ação da gravidade, por exemplo quando um peso está sendo carregado pela mão.

Quando o músculo se contrai unilateralmente, as fibras descendentes fazem a flexão ipsilateral da cabeça e do pescoço na articulação atlanto-occipital e nas vértebras cervicais superiores, respectivamente. A contração unilateral também resulta na rotação contralateral da cabeça na articulação atlanto-axial. A contração bilateral da parte descendente do trapézio causa extensão da cabeça e do pescoço

Parte ascendente

As fibras ascendentes (superiores) são responsáveis pelo rebaixamento da escápula, abaixando, assim, o ombro. Essa ação é especialmente importante para atividades nas quais os ombros se abaixam contra uma resistência, como, por exemplo, ao usar as mãos para se levantar da posição sentada.

Juntamente com a parte descendente, as fibras ascendentes também fazem rotação da escápula em torno de um eixo que segue anteroposteriormente pela base da espinha da escápula. 

Parte média

A parte média do músculo trapézio age junto com os romboides para fazer a retração da escápula ao tracioná-la em direção à linha média. O músculo trapézio também é responsável pela rotação superior da escápula, juntamente com o músculo serrátil anterior. Esse movimento nos permite elevar o braço acima do nível da cabeça, além do nível dos ombros.

Está pronto para elevar os seus conhecimentos sobre os músculos superficiais do dorso para o próximo nível? Clique na unidade de estudos abaixo e continue seu aprendizado!

Músculo trapézio - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!