EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo bicípite braquial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.160.999 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo bicípite braquial

O músculo bíceps (bicípite) braquial é um dos principais músculos do compartimento flexor do braço. Suas origem e inserção atuam tanto na articulação do ombro como na articulação do cotovelo.

Músculos do compartimento flexor do braço:

O seu nome deriva das suas duas cabeças que se inserem no ápice da apófise coracoide e no tubérculo supraglenoidal (supraglenoide).

Então, basicamente, o músculo bíceps (bicípite) tem uma origem dupla, mas uma inserção única. Isso define a estrutura do músculo, então ele tem as duas cabeças que se fundem em um único corpo distal.

Fatos sobre o músculo bicípite braquial
Origem

Cabeça curta: apófise coracóide da omoplata

Cabeça longa: tubérculo supraglenoide da omoplata

Inserção Tuberosidade radial e fáscia profunda do antebraço (aponeurose bicipital)
Inervação Nervo musculocutâneo (C5-C6)
Função

Braço: abdução, rotação interna (cabeça longa), adução (cabeça curta) e flexão

Segurar a cabeça umeral na articulação do ombro

Cotovelo: flexão e supinação

Antagonista Músculo tricípite braquial
Nota clínica Luxação e tendinite do bicípite

Este artigo descreverá detalhadamente as origens e inserções do músculo bíceps (bicípite) braquial, juntamente com sua inervação, funções e aspectos clínicos relevantes.

Anatomia

Origem e inserção

O músculo bíceps (bicípite) braquial é um grande e grosso músculo do braço, consistindo de duas cabeças.

  • Cabeça longa: se origina no tubérculo supraglenoidal (supraglenoide) acima da glenoide da escápula (omoplata). Ele encontra-se dentro do espaço intracapsular mas permanecendo extrasinovial. O tendão da cabeça longa do bíceps (bicípite) realiza uma marcada mudança de direção na cabeça do úmero e continua seu curso no sulco bicipital (sulco intertubercular). Esse ponto de mudança de direção é fixado por ligamentos na área capsular (= polia do bíceps).
  • Cabeça curta: surge no processo (

    apófise

    ) coracóide da escápula (omoplata), onde ele se funde parcialmente com a origem do tendão do coracobraquial.

As duas cabeças se unem formando um grande músculo na face anterior do úmero e se ligam à tuberosidade radial. Uma membrana fibrosa surgida da porção distal do músculo (aponeurose bicipital) se insere na fáscia profunda do antebraço

Músculo bíceps braquial (verde) - vista lateral direita

Aprenda mais sobre os restantes músculos do compatimento flezor do braço com as videoaulas e os artigos seguintes.

Inervação

O músculo é inervado pelo nervo musculocutâneo (C5-C6), um ramo do plexo braquial.

Nervo musculocutâneo (verde) - vista anterior

Aprofunde os seus conhecimentos sobre o plexo braquial com os conteúdos em baixo.

Anatomia de superfície

A superfície anatômica da face anterior do braço é formada essencialmente pelo bíceps. Enquanto ambos os seus tendões de origem são cobertos pelo deltoide, seu tendão de inserção pode ser facilmente visualizado e palpado na fossa cubital. O espaço entre o bíceps e o tríceps forma dois sulcos (sulcos bicipital medial e lateral). Dentro do sulco bicipital medial cursam a artéria braquial e os nervos ulnar e mediano, enquanto o sulco bicipital lateral contém o nervo radial.

Videoaula recomendada: Bíceps (bicípite) braquial
Origem, inserção, inervação e funções do músculo bíceps (bicípite) braquial.

Função

O bíceps (bicípite) é um músculo de duas articulações. No ombro as cabeças realizam parcialmente movimentos opostos. 

  • A cabeça longa puxa o braço para longe do tronco (abdução) e o roda internamente (rotação interna), enquanto a cabeça curta puxa o braço novamente em direção ao tronco (adução). Quando ambas as cabeças se contraem simultaneamente ocorre uma dobra do braço (flexão). 
  • No cotovelo o músculo dobra o antebraço (flexão) e o roda externamente (supinação). A supinação é mais poderosa com o cotovelo flexionado. Além das funções de movimentação o bíceps (bicípite) possui a importante tarefa de segurar a cabeça umeral na articulação do ombro.

Nota clínica

No exame físico o bíceps (bicípite) possui um importante papel. Ele serve como orientação para a palpação da artéria braquial. Ali a artéria é empurrada com as pontas dos dedos contra o úmero no sulco bicipital medial. Além disso, ele serve como músculo de referência para as raízes neurais C5 e C6. Nesse exame o reflexo bicipital é testado aplicando-se um golpe na inserção do tendão com um martelo, e assim ativando a contração do músculo. 

Devido à próxima relação entre o tendão da cabeça longa do bíceps (bicípite) e o manguito rotador (coifa dos rotadores), processos inflamatórios e degenerativos frequentemente atingem ambos em conjunto. Consequências comuns são a luxação e a tendinite do bíceps (bicípite). Uma luxação é caracterizada por dano ao complexo tendíneo do complexo ligamentar da área capsular, através da qual o bíceps (bicípite) perde sua fixação na articulação do ombro e então desliza para fora do sulco intertubercular. Uma tendinite do bíceps (bicípite) é uma inflamação do tendão da cabeça longa do bíceps (bicípite), frequentemente causada por uma bursite ou outras tendinites envolvendo o manguito rotador (coifa dos rotadores), mais raramente devido a excesso de utilização. Em casos severos o tendão pode até mesmo se romper completamente (ruptura do tendão do bíceps).

Músculo bicípite braquial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.160.999 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • M. Schünke/E. Schulte/U. Schumacher: Prometheus – LernAtlas der Anatomie – Allgemeine Anatomie und Bewegungssystem, 2.Auflage, Thieme Verlag (2007), S.304-305
  • J. E. Muscolino: The muscular system manual – The skeletal muscles of the human body, 2.Auflage, Elsevier Mosby (2005), S.518, 548-550
  • J. R. Doyle/M. J. Botte: Surgical anatomy of the hand and upper extremity, Lippincott Williams and Wilkins (2003), S.98-101
  • V. Echtermeyer/S. Bartsch: Praxisbuch Schulter, 2.Auflage, Thieme Verlag (2005), S.159-160 

Autor:

  • Achudhan Karunaharamoorthy

Ilustrações:

  • Músculo bíceps braquial - vista lateral direita - Yousun Koh
  • Músculo bíceps braquial - vista anterior - Yousun Koh
  • Cabeça curta do músculo bíceps braquial - vista anterior - Yousun Koh
  • Cabeça longa do músculo bíceps braquial - vista anterior - Yousun Koh
  • Nervo musculocutâneo - vista anterior - Yousun Koh
  • Abdução do braço - vista anterior - Paul Kim
  • Rotação interna do braço - vista anterior - Paul Kim
  • Adução do braço - vista anterior - Paul Kim
  • Supinação do antebraço - vista anterior - Paul Kim

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 10 artigos

Assista videoaulas

Mostre mais 2 videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!