EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo braquial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.227.232 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo braquial

O braquial é um músculo longo e forte do braço. Originando-se do úmero e inserindo-se na ulna (cúbito), este músculo é o mais forte flexor do cotovelo, superando até mesmo o músculo bicípite braquial. Também mantém a tensão na articulação do cotovelo, evitando danos durante a hiperextensão.

Músculos do compartimento flexor do braço:

Fatos sobre o músculo braquial
Origem Metade distal da face anterior do úmero e septos intermusculares
Inserção Tuberosidade do cúbito
Inervação Nervo musculocutâneo (C5-C7) e nervo radial (C5-C6)
Função Flexão da articulação do cotovelo e manutenção da tensão da cápsula articular
Nota clínica “Cotovelo de alpinistas”

Este artigo descreverá detalhadamente as origens e inserções do músculo braquial, juntamente com sua inervação, funções e aspectos clínicos relevantes.

Anatomia

Origem e inserção

O músculo braquial se origina na metade distal da face anterior do úmero. Além disso, o tendão de origem se liga aos septos intermusculares medial e lateral do braço, duas membranas divisoras que separam os músculos flexores dos extensores. Distalmente o músculo se insere na tuberosidade da ulna (cúbito), onde suas fibras são também conectadas à cápsula articular. 

Músculo braquial (verde) - vista anterior

Inervação

A inervação vem do nervo musculocutâneo (C5-C7), entretanto em 70 a 80% das pessoas o músculo possui inervação dupla com o nervo radial (C5-C6).

Em sua maior parte o músculo braquial encontra-se abaixo do bicípite braquial, e portanto não é facilmente palpável na superfície. O músculo mal possui partes superficiais encontradas na sua borda lateral e distal. Apesar de estar localizado profundamente no braço, o músculo braquial também contribui indiretamente para a superfície anatômica, já que seu grande ventre faz o bicípite braquial parecer bem maior na superfície do que ele realmente é (“Atrás de cada grande bicípite braquial existe um grande braquial.”).

Função

O braquial é o mais forte flexor da articulação do cotovelo. Ele é um flexor mais forte mesmo que o bicípite braquial, devido à sua proximidade com o eixo da articulação, e além disso somente age em uma articulação, em contraste com o bicípite braquial. Uma pequena contração do músculo leva consequentemente a uma maior flexão do cotovelo. Outra função do braquial é ajudar na manutenção da tensão encontrada na cápsula articular, assim prevenindo danos à mesma durante hiperextensão.

Videoaula recomendada: Músculo braquial
Origem, inserção, inervação e funções do músculo braquial.

Nota clínica

Em casos de esforço extremo do cotovelo, frequentemente ocorre inflamação do tendão do braquial (tendinite braquial) ou lesões da cápsula articular. Muitas flexões em barra, prática de tênis excessiva ou outros esforços inapropriados do cotovelo estão entre as causas típicas. 

Como os alpinistas são comummente afetados pela condição, ela também é clinicamente chamada de “cotovelo de alpinistas”. Os sintomas clássicos incluem edema, rubor, bem como restrição e dor à movimentação do cotovelo.

Músculo braquial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.227.232 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • M. Schünke/E. Schulte/U. Schumacher: Prometheus – LernAtlas der Anatomie – Allgemeine Anatomie und Bewegungssystem, 2.Auflage, Thieme Verlag (2007), S.304-305
  • J. E. Muscolino: The muscular system manual – The skeletal muscles of the human body, 2.Auflage, Elsevier Mosby (2005), S.551-553
  • G. Aumüller/ G. Aust et. al.: Duale Reihe – Anatomie, 2.Auflage, Thieme Verlag (2010), S.411
  • Prakash/ J. Kumari et. al.: A cadaveric study in the Indian population of the brachialis muscle innervation by the radial nerve, Romanian Journal of Morphology and Embryology – Volume 50 (2009), S.111-114
  • M. Safran/J. Zachazewski/D. A. Stone: Instructions for sports medicine patients, 2.Auflage, Elsevier Launders (2012), S.202-203 

Autor:

  • Achudhan Karunaharamoorthy 

Ilustrações:

  • Músculo braquial - vista anterior - Yousun Koh
  • Músculo braquial - vista anterior - Yousun Koh
  • Músculo braquial - perspetiva sagital - Paul Kim
  • Nervo musculocutâneo - vista anterior - Yousun Koh
  • Nervo radial - vista anterior - Yousun Koh

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 10 artigos

Assista videoaulas

Mostre mais 2 videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!