EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculos intercostais íntimos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculos intercostais íntimos

Os intercostais íntimos formam a terceira e mais profunda camada de músculos intercostais. Eles estão localizados profundamente aos músculos intercostais externos e internos, preenchendo os 11 espaços intercostais entre as costelas, junto com os outros músculos intercostais. Os músculos intercostais pertencem aos músculos intrínsecos da parede torácica, juntamente com o serrátil posterior, os levantadores das costelas, o subcostal e o músculo transverso do tórax.

As funções dos intercostais internos são semelhantes às dos intercostais internos; eles ajudam na respiração ao rebaixar as costelas e fornecem suporte à integridade da caixa torácica.

Fatos importantes sobre os Músculos intercostais íntimos
Origem Sulco costal das costelas
Inserção Margem superior da costela imediatamente inferior
Ação Rebaixar as costelas durante a expiração forçada
Suportar os espaços intercostais e a caixa torácica
Inervação Nervos intercostais
Vascularização Artérias intercostais anterior e posterior e artéria musculofrênica; tronco costocervical

Este artigo irá discutir a anatomia e a função dos músculos intercostais íntimos.

Origem e inserção

Os músculos intercostais íntimos se originam da superfície interna do sulco costal das costelas, profundamente à origem dos músculos intercostais internos. Eles cursam posteroinferiormente e medialmente, e se inserem na margem superior da costela imediatamente superior.

Estes músculos não são igualmente desenvolvidos em todos os espaços intercostais; os músculos menos desenvolvidos estão localizados nos espaços intercostais superiores, se tornando mais proeminentes nos espaços intercostais mais inferiores. Mesmo os mais desenvolvidos não ocupam toda a extensão dos espaços intercostais, mas preenchem apenas seus dois quartos mais centrais.

Relações

Os músculos intercostais íntimos são frequentemente considerados partes profundas dos músculos intercostais internos, já que possuem a mesma orientação de suas fibras musculares e a mesma função. Entretanto, os intercostais íntimos e internos são separados pelo feixe neurovascular do sulco costal (artéria, veia e nervo), que cursa sobre a parte superior da superfície anterior dos músculos intercostais íntimos, sendo portanto dois músculos distintos. As superfícies posteriores destes músculos mantém relação com a fáscia endotorácica e a pleura parietal.

Cada intercostal íntimo encontra-se no mesmo plano que o músculo transverso do tórax do espaço intercostal correspondente. Os intercostais íntimos mais desenvolvidos, ou seja, os localizados nos espaços intercostais inferiores, podem se misturar com os subcostais do mesmo espaço intercostal.

Inervação

Os músculos intercostais íntimos são inervados pelos nervos intercostais, que são ramos anteriores dos nervos espinhais torácicos.

Vascularização

Estes músculos são vascularizados pelos vasos da parede torácica;

  • Ramos musculares das artérias intercostais anterior e posterior
  • Ramos intercostais das artérias torácica interna e musculofrênica, e do tronco costocervical.

A drenagem venosa acontece através das veias intercostais anterior e posterior, que se esvaziam na veia ázigos ou na veia braquiocefálica. Ambas são tributárias da veia cava superior.
Aprenda mais sobre a vascularização dos músculos e espaços intercostais com os nossos artigos, videoaulas, testes e ilustrações.

Funções

A função precisa dos músculos intercostais íntimos ainda não foi determinada, mas é muito provável que seja a mesma dos músculos intercostais internos. Sugere-se que estes músculos rebaixam as costelas e empurram o ar para fora dos pulmões durante a expiração forçada. Isso os coloca na categoria de músculos respiratórios acessórios, que é ativada somente durante a respiração forçada.

Além de ajudar na respiração, estes músculos são constantemente contraídos de maneira tônica, aumentando a rigidez da caixa torácica e tornando-a própria para manipulação pelo diafragma.

Músculos intercostais íntimos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!