EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Diafragma - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Diafragma

Diafragma - vista anterior

O que o ato de respirar tem em comum com o parto? O diafragma! Você pode se perguntar como ele pode estar envolvido em dois processos que claramente não estão relacionados entre si.

Bem, é porque o diafragma está localizado entre o tórax e o abdome (abdómen) e assim tem uma importância funcional para essas duas regiões. A contração do diafragma é necessária para os pulmões se expandirem e para ajudar a aumentar a pressão intra-abdominal necessária para empurrar o bebê para fora do útero. Essas e outras ações do diafragma serão discutidas nesta página.

Fatos importantes sobre o diafragma
Fixações Parte esternal: face posterior do processo (apófise) xifoide
Parte costal: faces internas das cartilagens costais e costelas inferiores (7-12)
Parte lombar: ligamentos arqueados medial e lateral (arcos lombocostais), corpos das vértebras L1-L3 (+ discos intervertebrais), ligamento longitudinal anterior
Relações Cavidades pleurais, saco pericárdico, fígado, rim direito, glândula suprarrenal direita, estômago, baço, rim esquerdo, glândula suprarrenal esquerda
Aberturas

Hiato aórtico (aorta, veia ázigos, ducto torácico), hiato esofágico (esôfago, nervo vago), hiato da veia cava (veia cava inferior)

Nervos esplâncnicos, vasos epigástricos superiores

Funções Deprime as cartilagens costais; músculo primário da respiração (inspiração)

Anatomia do Diafragma

O diafragma é uma folha musculotendinosa. Possui três partes musculares (esternal, costal e lombar), cada uma com sua própria origem e todas inseridas no tendão central do diafragma. O diafragma tem um formato de duas cúpulas, com a cúpula direita posicionada ligeiramente mais alta do que a da esquerda devido ao fígado. A depressão entre as duas cúpulas se deve ao pericárdio, que deprime levemente o diafragma.

Superfície torácica do diafragma - visão geral

O diafragma tem duas superfícies: torácica e abdominal. O diafragma torácico está em contato direto com os pulmões e o pericárdio, que envolve o coração. Enquanto o diafragma abdominal está em contato direto com o fígado, o estômago e o baço.

Superfície abdominal do diafragma - visão geral

Como uma das funções do diafragma é fornecer passagem para estruturas do tórax até o abdome (abdómen). A sua superfície possui várias aberturas: abertura da cava (forame [buraco] da veia cava), hiato esofágico e hiato aórtico. Anatomicamente, você pode definir um hiato como uma abertura, fenda ou orifício que permite a passagem de estruturas. Essas aberturas no diafragma permitem que a veia cava inferior, o esôfago, os nervos vagos, a aorta descendente e outras estruturas passem através delas.

Aberturas do diafragma e estruturas que as atravessam
Abertura da veia cava

Veia cava inferior

Ramos do nervo frênico direito

Hiato esofágico

Esôfago

Troncos vagais anterior e posterior

Hiato aórtico

Aorta descendente

Veia ázigos

Ducto torácico

Existe uma certa condição patológica denominada hérnia de hiato, quando parte do estômago se projeta do abdome (abdómen) para o tórax através do hiato esofágico. Solidifique seu conhecimento sobre o diafragma, suas superfícies e aberturas com os materiais de estudo em baixo.

Função do Diafragma

O diafragma é um dos principais músculos da respiração. Quando as fibras musculares se contraem, o diafragma fica achatado. Isso aumenta o volume da cavidade torácica verticalmente, o que diminui a pressão intrapulmonar resultando na entrada de ar para os pulmões. Quando o diafragma relaxa, o volume torácico diminui, a pressão intrapulmonar aumenta e o ar sai dos pulmões. Aprenda mais sobre a anatomia do sistema respiratório com estes recursos.

Quando o diafragma trabalha juntamente com os músculos abdominais ântero-laterais, a sua contração auxilia no aumento da pressão intra-abdominal. Isso é necessário em ações como ejeção de vômito, defecação, micção e parturição (parto). Outra função do diafragma é fornecer uma passagem para certas estruturas do tórax em direção ao abdome (abdómen), tal como a veia cava inferior, o esôfago e a aorta, como mencionado anteriormente.

Músculo Diafragma

A parte muscular do diafragma tem vários pontos de origem que se inserem conjuntamente no tendão central do diafragma.

Fatos importantes sobre o músculo diafragma
Origens

Parte esternal: Face posterior do processo (apófise) xifóide

Parte costal: Superfícies internas das cartilagens costais inferiores e costelas 7-12

Parte lombar: Ligamentos arqueados medial e lateral (arcos lombocostais), corpos vertebrais L1-L3 (e discos intervertebrais), ligamento longitudinal anterior.
Inserção Tendão central do diafragma
Inervação Nervos frênicos (C3-C5) (Inervação sensitiva periférica através do 6.º ao 11.º  nervos intercostais)
Função Deprime as cartilagens costais

Inervação do diafragma

A inervação motora do diafragma vem dos nervos frênicos (C3-C5). Esses nervos inervam o diafragma pela sua superfície abdominal, depois de o penetrarem. A inervação sensitiva (dor e propriocepção) na parte tendinosa central provém dos nervos frênicos, enquanto as porções musculares periféricas são inervadas pelos nervos intercostais (6.º a 11.º).

Diafragma - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Artigo, revisão e layout:

  • Jana Vaskovic
  • Nicola McLaren
  • Alexandra Osika

Tradução para Português e layout:

  • Rafaela Linhares
  • Rafael Vieira
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!