EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculos intercostais externos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculos intercostais externos

Os músculos intercostais externos são o grupo mais superficial de músculos que ocupam os 11 espaços intercostais. O nome vêm do seu posicionamento em relação aos outros músculos intercostais, uma vez que são superficiais aos intercostais internos e íntimos. Os músculos intercostais, juntamente com os músculos serrátil posterior, os levantadores das costelas, o subcostal e o torácico transverso, compreendem os músculos da parede torácica.

Os músculos intercostais externos elevam as costelas durante a inspiração forçada, e são funcionalmente classificados como músculos acessórios da respiração. Adicionalmente, todos os três grupos de músculos intercostais mantém a estabilidade da caixa torácica.

Fatos importantes sobre os Músculos intercostais externos
Origem Borda inferior das costelas
Inserção Borda superior da costela imediatamente abaixo
Ação Elevam as costelas durante a inspiração forçada; sustenta os espaços intercostais e a caixa torácica
Inervação Nervos intercostais
Vascularização Artérias intercostais anteriores e posteriores

Este artigo vai ensinar tudo o que você precisa saber sobre a anatomia e a função dos músculos intercostais externos.

Origem e inserção

Os músculos intercostais externos consistem em 11 pares de músculos. Cada intercostal externo se origina da borda costal inferior de uma costela. As fibras de cada músculo seguem inferomedialmente e se inserem no lábio externo da borda superior da costela imediatamente abaixo.

Relações

Os músculos intercostais externos estão localizados superficialmente aos músculos intercostais internos, dos quais são separados por uma fina fáscia. Superficialmente aos músculos intercostais externos encontram-se os peitorais maior e menor, o serrátil anterior e a parte superior do músculo reto abdominal.

Cada músculo intercostal ocupa seu espaço intercostal correspondente, desde os tubérculos costais posteriormente até as junções costocondrais anteriormente. As exceções são os primeiros dois ou três músculos, que não alcançam a junção costocondral, e os dois últimos, que alcançam até as extremidades livres das cartilagens costais. As fibras mais posteriores de cada músculo se fundem com os ligamentos costotransversários superiores. Por outro lado, as fibras mais anteriores se fundem à membrana intercostal externa, que preenche o restante do espaço intercostal correspondente, desde a junção costocondral até o esterno. Os intercostais externos nos níveis torácicos mais inferiores se fundem aos músculos oblíquos abdominais externos na parede abdominal anterolateral.Existem muitos músculos se inserindo na parede torácica além dos intercostais. Não se esqueça de verificar os seguintes recursos se estiver interessado em aprender mais:

Inervação

Os músculos intercostais externos recebem inervação dos nervos intercostais dos espaços intercostais correspondentes, que são os ramos ventrais dos nervos espinhais torácicos.

Vascularização

Os músculos intercostais externos têm um suprimento vascular extenso. Eles são irrigados por ramos musculares das artérias intercostais anteriores e posteriores.

  • As artérias intercostais anteriores que irrigam os músculos dos primeiros 6 espaços intercostais se originam diretamente da artéria torácica interna, enquanto as 5 últimas se originam do seu ramo, a artéria musculofrênica.
  • As primeiras 2 artérias intercostais posteriores se originam da artéria intercostal suprema, um ramo do tronco costocervical. As 9 artérias restantes se originam da região posterior da aorta torácica.

Funções

Como fazem parte dos músculos acessórios da respiração, os músculos intercostais externos elevam as costelas durante a inspiração forçada. Isso aumento os diâmetros transverso e anteroposterior dos pulmões, o que por sua vez reduz a pressão intrapleural. Este processo expande os pulmões e facilita a entrada de ar para dentro deles.

Além disso, observa-se que a tensão estática de todos os três grupos de músculos intercostais tem um papel de sustentação mecânica da parede torácica durante vários movimentos que envolvem o tronco.

Músculos intercostais externos - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!