EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Sistema vascular e inervação dos pulmões - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.089.069 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Sistema vascular e inervação dos pulmões

Os pulmões formam a parte terminal do sistema respiratório, e a maior porção do tecido respiratório. Eles são um par de órgãos situados na cavidade torácica (tórax), e recebem o ar inspirado que vem dos segmentos superiores das vias aéreas, incluindo a cavidade nasal, a faringe, a laringe, a traqueia, os brônquios e os bronquíolos. Sua principal função é a respiração, de forma que o oxigênio e o dióxido de carbono possam ser trocados, sendo o oxigênio inspirado e enviado para os tecidos e o dióxido de carbono sendo liberado através da expiração.

Este artigo irá focar no suprimento sanguíneo, drenagem venosa, inervação e drenagem linfática dos tecidos pulmonares. Ele irá mencionar ainda alguns distúrbios patológicos que podem afetar os tecidos pulmonares.

Fatos importantes sobre o sistema vascular e inervação dos pulmões
Suprimento sanguíneo

Circulação pulmonar: artérias pulmoares, artérias lobares secundárias, artérias segmentares terciárias

Circulação sistêmica (bronquial): artérias brônquicas, artérias da parede torácica posterior

Drenagem venosa

Veias pulmonares -> átrio esquerdo

Veias brônquicas -> veia ázigos e hemi-ázigos

Inervação

Fibras simpáticas: broncodilatação, vasoconstrição e inibição da secreção glandular

Fibras parassimpáticas (nervo Vago, X): broncoconstrição, vasodilatação e estímulo glandular secretomotor

Fibras sensitivas aferentes: reflexo da tosse, recepção de estiramento, pressão sanguínea, quimiorrecepção e nocicepção.

Drenagem linfática Linfonodos pulmonares, linfonodos broncopulmonares e linfonodos traqueobrônquicos superior e inferior.

Suprimento sanguíneo e drenagem venosa

Circulação Pulmonar

Ao nível do ângulo esternal, o tronco pulmonar divide-se nas artérias pulmonares direita e esquerda, que transportam o sangue desoxigenado do ventrículo direito do coração para os pulmões direito e esquerdo, respectivamente. Cada artéria pulmonar faz parte do hilo de seu respectivo pulmão e se divide em artérias lobares secundárias. As artérias lobares então se dividem em artérias segmentares terciárias. As artérias seguem o padrão de ramificação dos brônquios, na maioria das vezes cursando anteriormente a eles.

Duas veias pulmonares (uma superior e outra inferior) surgem de cada pulmão, transportando sangue oxigenado dos pulmões para o átrio esquerdo do coração. As veias pulmonares geralmente cursam independentemente das artérias e brônquios pulmonares.

Circulação Sistêmica (Bronquial)

As artérias brônquicas se originam da aorta torácica, e carregam sangue oxigenado para os tecidos pulmonares e pleura visceral, cursando ao longo da superfície posterior dos brônquios. A aorta torácica dá origem às artérias brônquicas esquerdas, enquanto a única artéria brônquica direita emerge de uma das artérias intercostais posteriores superiores ou da artéria brônquica superior esquerda. Essas ramos se anastomosam com ramos das artérias pulmonares, formando uma rede arterial ao longo do tecido pulmonar.

A pleura parietal recebe suprimento sangüíneo através das artérias da parede torácica posterior.

As veias brônquicas drenam principalmente as porções proximais de cada pulmão, que são supridas diretamente pelas artérias brônquicas.

As veias pulmonares controlam a drenagem venosa do restante dos pulmões, que inclui a pleura visceral, o tecido pulmonar periférico e as partes distais do hilo brônquico, ao coletar o sangue que flui para as veias brônquicas. Elas se esvaziam nas veias ázigos e hemiázigos.

Veia ázigos - vista anterior (verde)

Inervação

A inervação dos pulmões se dá através dos plexos pulmonares, que cursam anterior e posteriormente ao longo das raízes pulmonares.

As estruturas nervosas no interior dos plexos contém fibras simpáticas pós-ganglionares que se originam dos troncos simpáticos, e acabam por inervar a árvore brônquica, os vasos pulmonares e as glândulas da árvore brônquica. As funções das fibras simpáticas incluem o estímulo para a broncodilatação, vasoconstrição e inibição da secreção glandular.

Tronco simpático esquerdo - vista anterior (verde)

Outras fibras que cursam nos plexos pulmonares incluem as fibras parassimpáticas pré-ganglionares, que recebem inervação do nervo vago (NC X), bem como pequenos nervos parassimpáticos ganglionares e pré-ganglionares que inervam a musculatura lisa da árvore brônquica, os vasos pulmonares e as glândulas brônquicas. As funções das fibras parassimpáticas incluem o estímulo para a broncoconstrição, a vasodilatação e o estímulo glandular secretomotor.

Nervo vago esquerdo - vista anterior (verde)

Finalmente, as fibras viscerais aferentes realizam sua função ao transmitir a informação que é necessária no reflexo da tosse, recepção de estiramento, pressão sanguínea, quimiorrecepção e nocicepção.

Drenagem linfática

Os pulmões possuem um grande complexo de vasos linfáticos livremente interconectados. A linfa formada no interior dos pulmões drena para os linfonodos pulmonares. Além disso, existem os linfonodos broncopulmonares, que se encontram nos brônquios principais direito e esquerdo. Finalmente, os linfonodos traqueobrônquicos superior e inferior, que se conjugam ao redor das porções superior e inferior da bifurcação da traqueia.

Videoaula recomendada: Linfáticos dos pulmões
Vasos e gânglios linfáticos dos pulmões.

Notas Clínicas

A tosse é um reflexo natural que possui um papel muito importante na manutenção do tecido pulmonar saudável. A habilidade de tossir permite que o corpo remova partículas, muco, saliva e outros debris dos pulmões. Se um paciente é incapaz de tossir, a probabilidade de que ele contraia uma infecção ou inflamação aumenta muito.

Outra forma de manter o tecido pulmonar saudável e livre de partículas é respirar de uma maneira rítmica e existem várias técnicas e exercícios que auxiliam nessa tarefa.

Sistema vascular e inervação dos pulmões - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.089.069 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • Neil S. Norton, Ph.D. and Frank H. Netter, MD: Netter’s Head and Neck Anatomy for Dentistry, 2nd Edition, Elsevier Saunders, Chapter 22 Introduction to the Upper Limb, Back Thorax and Abdomen, Page 583.
  • Frank H. Netter, MD: Atlas of Human Anatomy, Fifth Edition, Saunders - Elsevier, Chapter 3 Thorax, Subchapter 21. Lungs, Page 105 to 108.
  • T. Taylor: Anatomy of the Respiratory System. Innerbody.com Copyright (c) 1999 - 2013 Howtomedia, Inc.

Autor:

  • Dr. Alexandra Sieroslawska

Ilustrações:

  • Veias pulmonares: Yousun Koh
  • Veias pulmonares, corte transversal: National Library of Medicine
  • Artéria pulmonar 1: Yousun Koh
  • Artéria pulmonar 2: Paul Kim
  • Aorta torácica e artérias brônquicas: Yousun Koh
  • Veia ázigos, tronco simpático esquerdo e nervo vago esquerdo: Yousun Koh

Tradução para o português, revisão e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Rafaela Ervilha Linhares
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 6 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.