Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Ligamento hepatoduodenal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Ligamento hepatoduodenal

O ligamento hepatoduodenal é uma dobra tubular de duas camadas de peritônio que constitui parte do omento menor. Ele se estende da região porta hepatis do fígado até a porção proximal do duodeno.

Sua principal função é a de envolver a tríade portal, que são três estruturas cursando próximas umas às outras, que incluem:

  • Artéria hepática própria
  • Veia porta hepática
  • Ducto colédoco
Fatos importantes
Conteúdo Dentro do ligamento hepatoduodenal correm a artéria hepática própria, a veia porta hepática e o ducto colédoco, formando no seu conjunto a tríade portal.
Nota clínica Hipertensão porta e coledocolitíase

Este artigo discutirá a anatomia do ligamento hepatoduodenal e seu conteúdo, no final incluirá também uma nota clínica.

Conteúdo
  1. Anatomia
    1. Artéria hepática própria
    2. Veia porta hepática
    3. Ducto colédoco
  2. Nota clínica
    1. Hipertensão porta
    2. Coledocolitíase
  3. Bibliografia
+ Mostrar todo

Anatomia

Artéria hepática própria

A artéria hepática própria é um grande ramo da artéria hepática comum, sendo a primeira das três estruturas da tríade portal. Seu primeiro ramo é a pequena artéria supraduodenal, que fornece sangue ao bulbo duodenal, antes de o vaso continuar e se ramificar novamente em artéria gástrica direita, que pode ser encontrada cursando na curvatura menor do estômago. Ela se anastomosa com a artéria gástrica esquerda, que se ramifica diretamente do tronco celíaco.

Nesse ponto, a artéria finalmente se bifurca em artérias hepáticas direita e esquerda, entretanto existem algumas variações anatômicas comuns nessa parte do vaso. A artéria mesentérica superior pode substituir a artéria hepática direita e a artéria gástrica esquerda pode substituir a artéria hepática esquerda. Se a artéria hepática direita encontra-se presente ela irá emitir um ramo terminal conhecido como artéria cística.

Veia porta hepática

A veia porta hepática, a segunda estrutura da tríade, é um grande vaso sanguíneo que drena sangue desoxigenado do baço e do trato gastrointestinal para o fígado. Uma vez no interior do fígado, os nutrientes contidos no sangue após sua absorção pelos intestinos são processados e quaisquer toxinas presentes são filtradas. Cerca de 75% do sangue que o fígado recebe vem diretamente da veia porta hepática, enquanto os 25% restantes fluem através da artéria hepática própria. 

Veia porta hepática (verde) - vista inferior

As veias hepáticas são responsáveis pela passagem de sangue filtrado para a veia cava inferior e de volta ao coração. Essa veia é formada pela convergência das veias mesentéricas superior e inferior, pelas veias esplênicas, as veias gástricas e a veia cística.

Veias hepáticas (verde) - vista anterior

Ducto colédoco

O ducto colédoco é a terceira e última estrutura da tríade portal. É uma estrutura anatômica tubular formada pela convergência do ducto hepático comum e do ducto cístico da vesícula biliar. O ducto pancreático também se funde a ele quando o colédoco se aproxima do pâncreas. O ponto onde os dois ductos se encontram é conhecido como ampola de Vater, e é envolvido por um esfíncter muscular conhecido como esfíncter de Oddi, que controla a liberação de bile da vesícula biliar conforme se abre ou fecha.

O ducto colédoco drena na parte proximal do duodeno, e é estimulado pelo hormônio colecistocinina, que é secretado devido à ingestão de alimentos gordurosos.

Ligamento hepatoduodenal - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!