Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Músculo cricotireóideo

Os cricotireóideos são um par de pequenos músculos encontrados profundamente no compartimento anterior do pescoço. Este é um dos músculos intrínsecos da laringe, junto com outros seis músculos:

A principal função do músculo cricotireóideo é facilitar a vocalização.

Fatos importantes sobre o músculo cricotireóideo
Origem Parte anterolateral da cartilagem cricóidea
Inserção Parte oblíqua: corno inferior da cartilagem tireóidea
Parte reta: margem inferior da cartilagem tireóidea
Ação Puxa a cartilagem tireóidea anteroinferiormente
Alonga e tensiona o ligamento vocal (para sons agudos)
Inervação Nervo laríngeo externo (do nervo laríngeo superior (NC X))
Vascularização Artéria e veia cricotireóideas

Este artigo irá discutir a anatomia e a função do músculo cricotireóideo.

Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Relações
  3. Inervação
  4. Vascularização
  5. Funções
  6. Nota clínica
  7. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

Este pequeno músculo localiza-se profundamente no compartimento anterior do pescoço, entre as cartilagens cricóidea e tireóidea da laringe. Ele se origina da parte anterolateral do arco da cartilagem cricóidea. As fibras musculares então se separam para cursar em dois grupos - oblíquo e reto. A parte oblíqua, localizada inferiormente, cursa posterolateralmente para se inserir no corno anterior da cartilagem tireóidea. A parte reta cursa posterossuperiormente, assumindo uma inclinação mais aguda que as fibras da parte oblíqua, para se inserir na margem inferior da lâmina da cartilagem tireóidea.

Relações

Cada músculo cricotireóideo possui várias estruturas adjacentes importantes que servem como importantes pontos de referência para planejamentos cirúrgicos. Primeiramente, o músculo é separado de sua contraparte do lado oposto por um espaço triangular ocupado pelo ligamento cricotireóideo. Esta é uma importante região quando estamos estabelecendo uma via aérea de emergência (discutido abaixo). O músculo localiza-se caudalmente à margem inferior da cartilagem tireóidea e medialmente à articulação cricotireóidea. Ele cursa superiormente aos músculos cricoaritenóideos laterais, mas profundamente ao músculo constritor inferior, e está associado ao arco tendíneo. Os músculos infra-hióideos também são superficiais ao músculo cricotireóideo.

A artéria cricotireóidea e o ramo externo do nervo laríngeo superior se aproximam do músculo a partir de um ângulo superolateral, conforme ele cursa em direção à linha média. Os polos superiores do lobo ipsilateral e do lobo piramidal (quando presente) da glândula tireoide também recobrem parcialmente os músculos cricotireóideos

Está se sentindo inseguro com toda essa informação? Você pode facilitar o seu aprendizado respondendo a testes e questionários. Expanda seus conhecimentos sobre o osso hioide e estruturas adjacentes com o teste abaixo!

Inervação

O nervo vago (NC X) fornece inervação motora para o músculo cricotireóideo através do ramo externo do nervo laríngeo. Este é o único membro dos músculos intrínsecos da laringe que não é inervado pelo nervo laríngeo recorrente.

Vascularização

O suprimento arterial do músculo cricotireóideo é fornecido pela artéria cricotireóidea. Esta artéria se origina da artéria tireóidea superior, que é um ramo da artéria carótida externa. A artéria cricotireóidea cruza superiormente no ligamento cricotireóideo para encontrar a sua contraparte contralateral.

Uma veia com nome semelhante drena o músculo cricotireóideo. Ela é uma tributária da veia tireóidea superior, que drena para a veia jugular interna.

Nós não queremos te ver enferrujado! Não se esqueça de revisar algumas estruturas importantes do pescoço.

Funções

Quando o músculo cricotireóideo se contrai ele puxa a cartilagem tireóidea inferior e anteriormente, causando rotação ao nível da articulação cricotireóidea. Isto estreita o espaço entre as cartilagens tireóidea e cricóidea, e move a cartilagem tireóidea para longe da cartilagem aritenóidea. Consequentemente há um estiramento (alongamento), estreitamento e afilamento das pregas vocais. Pregas vocais mais estreitas e longas produzem sons mais agudos durante a fonação.

Músculo cricotireóideo - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!