EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo subescapular - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo subescapular

Músculo subescapular (Musculus subscapularis)

O subescapular é um músculo triangular do ombro localizado na fossa subescapular da escápula (omoplata). Inserido entre a escápula (omoplata) e o úmero proximal, é um dos quatro músculos do manguito rotador (coifa dos rotadores), juntamente com o supraespinhoso, o infraespinhoso e o redondo menor.

Os músculos do manguito rotador (coifa dos rotadores) agem em conjunto para estabilizar e direcionar a cabeça do úmero dentro da cavidade glenoide em vários movimentos do membro superior.

Cada músculo do manguito rotador (coifa dos rotadores) também desempenha sua própria função específica, e a ação exata do subescapular é fazer a rotação interna do braço na articulação do ombro.

Fatos importantes sobre o músculo subescapular
Origem Fossa subescapular da escápula (omoplata)
Inserção Tubérculo menor do úmero
Ação Articulação do ombro: rotação interna do braço
Estabiliza a cabeça do úmero na cavidade glenoide
Inervação Nervos subescapulares superior e inferior (C5 - C6)
Irrigação sanguínea Artéria supraescapular, artéria axilar e artéria subescapular

Este artigo vai discutir a anatomia e a função do músculo subescapular.

Origem e inserção

O subescapular é um forte músculo triangular que preenche a fossa subescapular da escápula. Situando-se posterolateralmente à caixa torácica, origina-se como um músculo amplo cujos dois terços mediais se originam na fossa subescapular da escápula (omoplata) e em vários septos tendinosos intramusculares nas cristas da fossa. As fibras remanescentes surgem de uma aponeurose que cobre a superfície posterior do terço lateral do músculo.

A partir da superfície costal da escápula (omoplata), as fibras musculares seguem lateralmente, estreitando-se gradualmente em direção a um tendão arredondado que segue em direção ao úmero proximal. A grande bursa subescapular que se comunica com a articulação do ombro separa o tendão subescapular do colo da escápula. O tendão  insere-se então no tubérculo menor do úmero e na parte anterior da cápsula articular da articulação glenoumeral. Ao se aproximar do úmero, o tendão é contínuo com o tendão do músculo redondo maior. Na verdade, esses dois músculos compartilham a mesma inervação e as mesmas funções, e são frequentemente considerados uma unidade muscular funcional.

Relações

O músculo subescapular forma a maior parte da parede posterior da axila, com sua superfície anterior voltada para o conteúdo axilar. O músculo serrátil (serreado) anterior cobre sua parte superolateral, enquanto os músculos coracobraquial e bíceps (bicípite) braquial se dispõem sobre sua parte inferomedial. Os espaços fasciais entre o subescapular, o músculo serrátil (serreado) anterior e a caixa torácica são preenchidos por tecido conjuntivo frouxo que facilita os movimentos de deslizamento da articulação escapulotorácica. A parte central do músculo é atravessada pelos nervos do plexo braquial e seus ramos, pelo nervo axilar, pela artéria axilar e pela veia axilar.

A superfície posterior do tendão subescapular é fundida com a cápsula fibrosa da articulação glenoumeral e é contínua com os tendões do supraespinal, do infraespinal, do redondo menor e da cabeça longa do tríceps (tricípite) braquial. Esses tendões juntos compreendem a cápsula dos rotadores ao redor da articulação do ombro.

O músculo subescapular participa da formação dos três espaços axilares intermusculares:

  • Espaço quadrangular: o subescapular forma o limite anterior desse espaço, enquanto a cápsula articular do ombro e o redondo menor o limitam superiormente, o redondo maior o limita inferiormente e o colo cirúrgico do úmero o limita lateralmente. Esse espaço é cruzado pelo nervo axilar e pelas artéria e veia umerais circunflexas posteriores.
  • Espaço triangular superior: do qual o subescapular forma a borda anterior. O espaço é ainda delimitado pelo redondo maior inferiormente, pelo redondo menor posteriormente e pela cabeça longa do tríceps (tricípite) braquial lateralmente. A artéria escapular circunflexa atravessa esse espaço.
  • Espaço triangular inferior (intervalo triangular): aqui o subescapular compõe a margem anterior. O redondo maior, a cabeça longa do tríceps (tricípite) braquial e o úmero compõem as margens posterior, medial e lateral desse espaço, respectivamente. Neste espaço passam o nervo radial e a artéria braquial profunda.

Para aprender mais sobre o músculo subescapular e outros músculos do braço e do ombro, verifique os materiais de estudo a seguir:

Inervação

O subescapular é inervado pelos nervos subescapular superior e inferior (C5-C6), que se originam das divisões superior e posterior do plexo braquial, respectivamente.

Aprender os músculos do corpo não é tarefa fácil. São muitos detalhes: origem, inserção, função, inervação, vascularização....ufa! Está precisando de uma ajuda? Facilite seu trabalho com a nossa apostila de exercícios sobre os músculos do corpo humano.

Irrigação sanguínea

O suprimento sanguíneo para o músculo subescapular provém de uma série de ramos da artéria subclávia:

  • Artéria axilar, uma continuação da artéria subclávia
  • Artéria subescapular, um ramo da artéria axilar
  • Artéria supraescapular, que se origina da artéria subclávia através do tronco tireocervical

Função

O músculo subescapular é o único rotador medial (interno) de todos os músculos do manguito rotador (coifa dos rotadores). Devido ao seu eixo de tração único, que vai do úmero proximal até a superfície escapular costal, o subescapular gira medialmente (rotação interna) a cabeça do úmero na fossa glenoide. Em menor grau, o subescapular também aduz o braço. A sequência desses dois movimentos pode ser vista durante uma caminhada, quando os braços balançam.

Juntamente com os restantes músculos do manguito rotador (coifa dos rotadores), o subescapular contribui para realizar uma compressão da concavidade, um mecanismo de estabilização no qual a compressão do úmero contra a concavidade da fossa glenoide impede o seu deslocamento por forças de translação. O subescapular é um importante estabilizador da articulação do ombro quando os músculos deltoide, peitoral maior, bíceps (bicípite) e tríceps (tricípite) braquiais estão ativos. Esses músculos são responsáveis ​​por vários movimentos de elevação do braço (por exemplo, arremessar, puxar um objeto para baixo), durante os quais a força do subescapular impede a luxação superior do ombro. No entanto, durante esses movimentos específicos, o subescapular é também o mais propenso a lesões.

O músculo subescapular também coordena os movimentos das articulações glenoumeral e escapulotorácica. Embora os músculos das costas atuem predominantemente na articulação escapulotorácica, o subescapular garante que os movimentos da escápula (omoplata) sigam os do ombro, em ações tais como alcançar um objeto alto.

Músculo subescapular - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!