Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo reto superior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo reto superior

Músculo reto superior (Musculus rectus superior)

O músculo reto superior é um dos músculos extrínsecos do olho. Localizado fora do globo ocular, mas dentro da órbita, ele pertence a um grupo chamado de músculos extraoculares. Este grupo tem a função de movimentar os olhos no interior das órbitas. Ele inclui os músculos reto superior, reto inferior, reto medial, reto lateral, oblíquo superior e oblíquo inferior. Estes músculos podem ser divididos em quatro músculos retos e dois músculos oblíquos.

Os quatro músculos retos se originam de um anel de tecido conjuntivo denominado anel tendíneo comum (ânulo de Zinn). Este está localizado no ápice da órbita, circunscrevendo o canal óptico. Respectivamente, os músculos retos se inserem nos lados superior, inferior, medial e lateral do globo ocular. Baseado em suas inserções, estes músculos atuam na movimentação dos olhos nas quatro direções cardinais, com o músculo reto superior produzindo a elevação, adução e rotação interna do globo ocular.

Informações importantes sobre o músculo reto superior
Origem Anel tendíneo comum (ânulo de Zinn)
Inserção Metade anterior do globo ocular (posterior à junção corneoescleral)
Ação Eleva, aduz e roda internamente o globo ocular
Inervação Nervo oculomotor (NC III)
Vascularização Artéria oftálmica, ramos supraorbitário da artéria oftálmica

Este artigo irá discutir a anatomia e a função do músculo reto superior.

Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Relações
  3. Inervação
  4. Vascularização
  5. Função
  6. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

O músculo reto superior se estende do anel tendíneo comum (ânulo de Zinn) até o aspecto superior do globo ocular, posterior ao limbo da córnea (junção corneoescleral). A maior parte do reto superior se origina da parte superior do anel tendíneo comum, superolateralmente ao canal óptico, enquanto uma parte menor se origina de áreas da dura-máter que envolvem o nervo óptico (NC II).

O músculo cursa então anterolateralmente, cruzando o equador do globo ocular para se inserir na metade anterior da esclera, superiormente. A linha de inserção é oblíqua, com as fibras mediais se inserindo mais anteriormente que as laterais.

Relações

As fibras da origem do músculo reto superior estão localizadas inferolateralmente às fibras do oblíquo superior e inferolateralmente às do músculo levantador da pálpebra superior. O levantador da pálpebra superior eventualmente assume um curso mais medial, cobrindo a maior parte da superfície superior do músculo reto superior.

A parte mais distal do músculo cursa superficialmente ao tendão do músculo oblíquo superior. O ramo superior do nervo oculomotor (NC III) cursa sobre o terço proximal da superfície inferior do músculo antes de penetrar no ventre muscular para fornecer a sua inervação. Os lados lateral e medial do músculo não estão relacionados a nenhuma estrutura em particular, mas envolvidos por tecido adiposo periorbitário.

No local de sua inserção, o reto superior penetra a bainha fascial do globo ocular (cápsula de Tenon), que por sua vez se reflete sobre o tendão do músculo e cria um fino envoltório fascial. Este envoltório possui uma expansão chamada de ligamento de contenção, que conecta o reto superior com o músculo levantador da pálpebra superior e garante que estes dois músculos atuem simultaneamente.

Inervação

Este músculo é inervado pelo ramo superior do nervo oculomotor (NC III). Observe que estas fibras do oculomotor se originam do núcleo do nervo oculomotor, que é um núcleo motor somático, fornecendo, portanto, controle voluntário deste músculo.

Vascularização

O reto superior é vascularizado pela artéria oftálmica e seu ramo supraorbital.

Função

A contração do músculo reto superior causa movimentos simultâneos em múltiplos planos no globo ocular; elevação no plano transverso, adução no plano vertical e rotação interna (intorção) no plano anteroposterior. Estes movimentos contrastantes são obtidos porque as fibras musculares cursam obliquamente; a um ângulo de 23 graus com o plano mediano do olho.

Entretanto, ao movimentar o olhar superiormente, o globo ocular pode ser elevado sem os movimentos de adução e rotação interna. Isto se deve ao fato de o músculo reto superior geralmente se contrair junto com o músculo oblíquo inferior, cujas fibras são orientadas de forma a se opor à adução e à rotação interna. Assim, o resultado final é a elevação do globo ocular.

Conectado ao levantador da pálpebra superior pelo ligamento de contenção, a contração do reto superior também está associada à elevação da pálpebra superior.

Músculo reto superior - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!