Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Músculos da mastigação

Músculos da mastigação
Músculos da mastigação

Os músculos da mastigação, também chamados de músculos mastigatórios, são um grupo muscular composto pelos músculos temporal, masseter, pterigóideo medial e pterigóideo lateral. O músculo temporal situa-se na fossa temporal, o músculo masseter localiza-se na região da bochecha, enquanto os músculos pterigóideos medial e lateral se encontram na fossa infratemporal.

Todos os músculos da mastigação fixam-se à mandíbula, e promovem a movimentação deste osso na articulação temporomandibular, auxiliando nas suas funções de mastigação e trituração. Esses movimentos incluem:

  • Protrusão (protração), que é o movimento da mandíbula para frente.
  • Retração, que puxa a mandíbula para trás.
  • Elevação, que é o movimento da mandíbula na direção superior, causando fechamento da boca.
  • Depressão, que é o movimento da mandíbula na direção inferior, causando abertura da boca.
  • Rotação, que permite movimento da mandíbula de um lado para o outro.

Todos os músculos da mastigação são inervados por fibras motoras do ramo mandibular do nervo trigêmeo (CN V3), enquanto a irrigação sanguínea deriva de ramos da artéria maxilar.

Esse artigo irá abordar a anatomia e a função dos músculos da mastigação.

Informações importantes sobre os músculos da mastigação
Definição e função Músculos que se fixam à mandíbula e atuam na movimentação desse osso
Músculos Temporal, masseter, pterigóideo medial e pterigóideo lateral
Inervação Nervo mandibular (NC V3)
Vascularização Artéria maxilar
Conteúdo
  1. Músculo temporal
  2. Músculo masseter
  3. Músculo pterigóideo medial
  4. Músculo pterigóideo lateral
  5. Referências
+ Mostrar todo

Músculo temporal

Músculo temporal

O músculo temporal é um grande músculo achatado que se localiza na fossa temporal do crânio. Este músculo em forma de leque se origina de toda a fossa temporal, abaixo da linha temporal, assim como da superfície profunda da fáscia temporal. As suas fibras musculares convergem anteriormente para formar um tendão, que é profundo ao arco zigomático. O tendão se insere no ápice e na superfície medial do processo coronoide e na margem anterior do ramo da mandíbula.

O músculo é inervado pelos ramos temporais profundos do nervo mandibular, e vascularizado pelos ramos temporais profundos da artéria maxilar e pelos ramos temporais médios da artéria temporal superficial.

A principal função do músculo temporal é a elevação da mandíbula. Essa função é, em grande parte, realizada pelas fibras verticais anteriores do temporal, que estão orientadas no sentido da ação, opondo-se à gravidade quando a boca está fechada. A contração das fibras posteriores e mais horizontais do músculo leva a uma retração da mandíbula, puxando-a para trás. Além disso, o músculo temporal também contribui para a trituração dos alimentos ao mover a mandíbula de um lado para o outro.

Domine a anatomia do temporal e dos outros músculos da mastigação explorando as nossas videoaulas, testes, ilustrações e artigos.

Músculo masseter

O masseter é um forte músculo quadrangular que recobre o aspecto lateral do ramo da mandíbula. Ele é composto por duas camadas, cujas fixações são ligeiramente distintas:

  • A camada maior e mais superficial surge do processo maxilar do osso zigomático e dos dois terços anteriores do arco zigomático. A partir desta origem, essas fibras musculares cursam inferior e posteriormente para se fixarem na superfície lateral do ângulo e da metade inferior do ramo da mandíbula.
  • A camada profunda do músculo masseter se origina na superfície medial e na borda inferior do arco zigomático. Essas fibras cursam inferiormente na direção vertical, para se inserirem na porção superior do ramo da mandíbula e no processo coronoide.

A inervação do músculo masseter provém do nervo massetérico, um ramo do nervo mandibular. O seu suprimento sanguíneo deriva da artéria massetérica, que emerge da artéria maxilar. A principal função do músculo masseter é a elevação da mandíbula. Além disso, ele também contribui para a protrusão da mandíbula.

Músculo pterigóideo medial

O músculo pterigóideo medial é um músculo quadrangular situado na fossa infratemporal. Ele é composto por duas cabeças, que têm cada uma dois pontos de origem.

  • A maior delas, a cabeça profunda, tem origem na superfície medial da lâmina lateral do processo pterigóideo do osso esfenoide e no processo piramidal do osso palatino.
  • A menor, a cabeça superficial, se origina na tuberosidade da maxila.

As duas cabeças envolvem as fibras inferiores do músculo pterigóideo lateral. A partir dos seus pontos de origem, o músculo converge e cursa póstero-lateralmente de uma forma oblíqua para se inserir na superfície medial do ramo da mandíbula, perto do ângulo da mandíbula.

O músculo pterigóideo medial é inervado pelo ramo pterigóideo medial do nervo mandibular. O seu suprimento sanguíneo vem dos ramos pterigóideos da artéria maxilar.

As principais funções deste músculo são a elevação da mandíbula e a sua movimentação lateral durante a mastigação e a trituração. O pterigóideo medial também está envolvido na protrusão da mandíbula.

Músculo pterigóideo lateral

O músculo pterigóideo lateral é um músculo triangular situado na fossa infratemporal. Assim como o músculo pterigóideo medial, o lateral também tem duas cabeças, cada uma com duas origens diferentes.

  • A menor delas, a cabeça superior, tem origem na superfície inferior da asa maior e na crista infratemporal do osso esfenoide, que formam o teto da fossa infratemporal.
  • A maior, a cabeça inferior, origina-se na superfície lateral da lâmina lateral do processo pterigóideo do osso esfenoide.

As duas cabeças fundem-se e cursam póstero-lateralmente para se inserirem na fóvea pterigóidea, uma depressão rasa no aspecto anterior do colo da mandíbula. Além disso, algumas fibras se inserem na cápsula articular e no disco da articulação temporomandibular (ATM).

O músculo pterigóideo lateral é inervado pelo ramo pterigóideo lateral do nervo mandibular, e é irrigado pelos ramos pterigóideos da artéria maxilar.

A ação do pterigóideo lateral varia conforme seu grau de contração. A contração bilateral dos músculos pterigóideos laterais leva à protrusão e à depressão da mandíbula. A contração unilateral em conjunto com a contração ipsilateral do músculo pterigóideo medial move a mandíbula para o lado oposto. Isso permite realizar movimentos alternados durante a mastigação.

Quer testar seus conhecimentos sobre os músculos da mastigação? Experimente nosso teste!

Músculos da mastigação - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!