Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo pterigóideo medial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo pterigóideo medial

Músculo pterigóideo medial (Musculus pterygoideus internus)

O músculo pterigóideo medial é um músculo quadrilateral espesso que conecta a mandíbula à maxila e aos ossos esfenoide e palatino. Pertence ao grupo dos músculos mastigatórios, juntamente com os músculos pterigóideo lateral, masseter e temporal.

O músculo pterigóideo medial possui  duas cabeças: superficial e profunda. Embora tenham origens diferentes, ambas as cabeças se inserem na superfície interna da mandíbula, criando um eixo para uma forte tração desse osso. A contração unilateral do pterigóideo medial resulta na rotação da mandíbula, enquanto a contração bilateral do músculo promove a sua elevação e protrusão. Em sinergia com outros músculos mastigatórios, essas ações facilitam a mastigação.

Informações importantes sobre o músculo pterigóideo medial
Origem Parte superficial: tuberosidade da maxila, processo piramidal do osso palatino
Parte profunda:
superfície medial da placa pterigóideo lateral do osso esfenoide
Inserção Superfície medial do ramo e do ângulo da mandíbula
Ação Contração bilateral - elevação e protrusão da mandíbula
Contração unilateral
- movimentação medial (rotação) da mandíbula
Inervação Nervo pterigóideo medial (do nervo mandibular, NC V3)
Vascularização Ramos pterigóideos (artéria maxilar, artéria bucal, artéria facial)

Este artigo discutirá a anatomia do músculo pterigóideo medial, incluindo suas inserções, inervação, irrigação, relações e funções.

Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Relações
  3. Inervação
  4. Irrigação sanguínea
  5. Função
  6. Nota clínica
    1. Mnemônico para as funções dos músculos pterigóideos
  7. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

O músculo pterigóideo medial possui duas cabeças, superficial e profunda, que são separadas na sua origem pela cabeça inferior do músculo pterigóideo lateral.

  • A parte profunda forma a maior parte do músculo e se origina na superfície medial da placa pterigóidea lateral do osso esfenoide.
  • A parte superficial, menor, surge na tuberosidade da maxila e nos sulcos da superfície do processo piramidal do osso palatino.

À medida que esses dois conjuntos de fibras musculares descem póstero-lateralmente, se inserem na impressão triangular encontrada na superfície medial do ramo e do ângulo da mandíbula. As fibras se inserem através de uma forte lâmina tendínea que se estende superiormente do forame mandibular até o sulco milo-hioideo, anteroinferiormente.

Relações

O músculo pterigóideo medial localiza-se na fossa infratemporal, profundamente aos músculos masseter e temporal, e medialmente ao músculo pterigóideo lateral.

A superfície externa do músculo situa-se contra a superfície interna da mandíbula, da qual é separada pelo músculo pterigóideo lateral, pelo ligamento esfenomandibular, pela artéria maxilar, pelo nervo mandibular e pelos seus ramos alveolares linguais e inferiores. Próximo à sua inserção, a superfície externa do músculo pterigóideo medial relaciona-se com a glândula parótida.

A superfície interna do músculo relaciona-se com os músculos tensor do véu palatino, estiloglosso e salpingofaríngeo. Esses dois últimos músculos separam o músculo pterigóideo medial do constritor superior da faringe. Próximo à sua inserção, o músculo pterigóideo medial situa-se medialmente à superfície lateral da glândula submandibular e à artéria facial, que desce entre essas duas estruturas.

Inervação

O músculo pterigóideo medial é inervado pelos ramos pterigóideos mediais do nervo mandibular (NC V3), uma das três divisões do nervo trigêmeo (NC V).

Irrigação sanguínea

O músculo pterigóideo medial recebe sua vascularização dos ramos pterigóideo e bucal da artéria maxilar. Em menor grau, a artéria palatina ascendente e os ramos musculares da artéria facial também contribuem para o irrigação sanguínea desse músculo.

Função

Devido à sua direção póstero-inferior e ao fato de sua inserção mandibular ser sempre móvel, o músculo pterigóideo medial pode exercer várias funções:

  • A contração unilateral faz uma leve rotação medial da mandíbula. Quando esta ação ocorre simultaneamente à contração do pterigóideo lateral ipsilateral, esse movimento torna-se perceptível; a parte da mandíbula desse mesmo lado gira anterior e medialmente. Além disso, a contração alternada do pterigóideo medial e do pterigóideo lateral gera movimentação lateral da mandíbula.
  • A contração bilateral eleva a mandíbula. Essa ação, quando combinada à contração bilateral dos pterigóideos laterais, resulta na protrusão da mandíbula.

O músculo pterigóideo medial geralmente age em conjunto com outros músculos mastigatórios. Portanto, suas ações combinam-se com as de outros músculos para facilitar a mastigação e a trituração de alimentos entre os dentes da maxila e da mandíbula.

Músculo pterigóideo medial - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!