EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo masseter - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.102.418 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo masseter

O que aconteceria se as pessoas não conseguissem fechar a boca quando deveriam? Eu sei o que você está pensando, mas como a nossa boca fisiologicamente serve para mastigar, essa ação ficaria assim impossibilitada.

Muitos músculos da cabeça e do pescoço participam do processo de mastigação, mas apenas os quatro seguintes são considerados músculos mastigatórios (da mastigação) principais:

  • Músculo masseter
  • Músculo temporal
  • Músculos pterigóideos (pterigóides) lateral e medial
Fatos sobre o músculo masseter
Origem Arco zigomático e apófise temporal do osso zigomático
Inserção Tuberosidade massetérica
Inervação Nervo massetérico (ramo do nervo mandibular)
Vascularização Artéria massetérica (ramo da artéria maxilar)
Função Elevação da mandíbula e ligeira protrusão
Nota clínica Reflexo massetérico (mandibular)

Neste artigo, vamo-nos concentrar na anatomia do músculo masseter e a sua função como parte integrante do sistema muscular do corpo humano.

Anatomia

O músculo masseter é um músculo espesso e retangular da mastigação. Ele consiste de uma parte superficial e outra profunda, ambas originando-se do arco zigomático.

Músculo masseter (verde) - vista lateral esquerda

Origem e inserção

A parte superficial se insere na tuberosidade massetérica, na superfície externa do ângulo da mandíbula, enquanto a parte profunda cursa mais dorsalmente até à superfície externa do ramo da mandíbula. Nesse ponto o músculo pode ser facilmente palpado a partir da cavidade oral, ao longo da bochecha. Além disso, parte das fibras profundas se irradiam para a cápsula anterior e para o disco articular da articulação temporomandibular. A glândula parótida encontra-se no lado lateral do masseter, com seu ducto cursando sob o arco zigomático através do músculo.

Inervação

Como todos os músculos da mastigação, o masseter é inervado por um ramo do nervo mandibular, o nervo massetérico.

Nervo massetérico (verde) - vista lateral esquerda

Função

O masseter é um dos quatro músculos do aparelho mastigatório. Ele eleva a mandíbula, causando um poderoso fechamento da boca. A contração da parte superior, que cursa diagonalmente à frente move a mandíbula para frente (protrusão). Além disso, o músculo auxilia na estabilização da tensão da cápsula articular da articulação temporomandibular.

Videoaula recomendada: Músculo masséter
Origem, inserção, inervação e funções do músculo masséter.

Nota clínica

O exame neurológico de rotina inclui o teste do reflexo mandibular, também conhecido como reflexo massetérico. O examinador posiciona o seu dedo indicador no queixo do paciente e golpeia o dedo com um martelo de teste de reflexo. Em pessoas saudáveis o estiramento do masseter provoca um movimento superior da mandíbula. 

Para se obter melhores resultados, é útil pedir ao paciente que relaxe e abra ligeiramente a sua boca, e feche os seus olhos. Um reflexo mandibular patológico pode indicar uma lesão do nervo trigêmeo (trigémio), mas se isso for pouco provável (ex.: sensação facial intacta, músculo masseter bem desenvolvido dos dois lados, etc.) deve-se considerar a possibilidade de lesão do tronco encefálico.
 

Músculo masseter - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.102.418 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Referências:

  • D. Drenckhahn/J. Waschke: Taschenbuch Anatomie, 1st edition, Urban & Fischer Verlag/Elsevier (2008), p. 184-185
  • N. Schwenzer/M. Ehrenfeld: Mund-Kiefer-Gesichtschirurgie, 4th edition, Thieme Verlag (2011), p. 25 B
  • Reichert: Anatomie in vivo, Thieme Verlag (2007), p. 235-236
  • A. Bumann/U. Lotzmann: Color atlas of dental medicine – TMJ disorders and orofacial pain, Thieme Verlag (2002), p. 35
  • P. Urban: Erkrankungen des Hirnstamms, Schattauer (2009), p. 63-37
  • C. Bischoff/R. Dengler/H. C. Hopf: Elektromyographie – Nervenleitungsuntersuchungen, 2nd edition, Thieme Verlag (2008), p. 31-33 

Autor:

  • Achudhan Karunaharamoorthy 

Ilustrações:

  • Músculo masseter - vista lateral esquerda - Yousun Koh
  • Músculo masseter - vista posterior - Yousun Koh
  • Porção superficial do músculo masseter - vista lateral esquerda - Yousun Koh
  • Porção superficial do músculo masseter - vista posterior - Yousun Koh
  • Porção profunda do músculo masseter - vista lateral esquerda - Yousun Koh
  • Porção profunda do músculo masseter - vista posterior - Yousun Koh
  • Nervo massetérico - vista lateral esquerda - Paul Kim

Tradução para português e layout:

  • Rafael Lourenço do Carmo
  • Catarina Chaves
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 4 artigos

Assista videoaulas

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.