Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo constritor superior da faringe - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo constritor superior da faringe

Músculo constritor superior da faringe (musculus constrictor pharyngis superior)

O músculo constritor superior da faringe é um dos três músculos constritores da faringe, cuja principal função é facilitar o processo de deglutição. Este músculo tem uma morfologia complexa, uma vez que é formado por quatro partes:

  • Parte pterigofaríngea 
  • Parte bucofaríngea 
  • Parte milofaríngea 
  • Parte glossofaríngea

Além de seu papel na deglutição, o músculo constritor superior da faringe é um importante marco anatômico que limita alguns dos principais compartimentos do pescoço, como os espaços peritonsilar e parafaríngeo.

Este artigo vai discutir a anatomia e a função do músculo constritor superior da faringe.

Informações importantes sobre o músculo constritor superior da faringe
Origem Hâmulo pterigoideo, rafe pterigomandibular, extremidade posterior da linha milohioidea da mandíbula, língua
Inserção Tubérculo faríngeo na parte basilar do osso occipital
Ação Constringe a parede da faringe durante a deglutição
Inervação Ramos do plexo faríngeo (NC X)
Vascularização Ramo faríngeo da artéria faríngea ascendente, ramo tonsilar da artéria facial
Conteúdo
  1. Origem e inserção
  2. Relações
  3. Inervação
  4. Vascularização
  5. Função
  6. Notas clínicas
    1. Tonsilectomia
  7. Referências
+ Mostrar todo

Origem e inserção

O constritor superior da faringe tem uma morfologia bastante complexa, sendo formado por quatro partes. Cada parte tem sua própria origem e todas elas dividem uma única inserção. As quatro partes são:

  • Parte pterigofaríngea - se origina do hâmulo pterigoideo do osso esfenoide,
  • Parte bucofaríngea - se origina da rafe pterigomandibular da fáscia bucofaríngea, 
  • Parte milofaríngea - se origina da linha milohioidea da mandíbula
  • Parte glossofaríngea - se origina da língua.

Logo após se originarem dessas estruturas, as fibras musculares convergem posteriormente para formar a parede superolateral da faringe.

As fibras musculares eventualmente encontram as fibras do lado oposto na rafe faríngea mediana, uma faixa de tecido conjuntivo que se estende inferiormente a partir do tubérculo faríngeo na parte basilar do osso occipital, no plano médio-sagital.

Relações

O músculo constritor superior está localizado anterior aos músculos pré-vertebrais e posterior ao músculo bucinador, do qual ele é separado pela rafe pterigomandibular. A fenda que contém o músculo levantador do véu palatino, a tuba faringotimpânica (tuba auditiva) e uma projeção superior da fáscia faringobasilar separa a borda superior do músculo constritor superior da base do crânio. A parte inferior do músculo é separada do músculo constritor médio da faringe por um pequeno espaço que contém o músculo estilofaríngeo e o nervo glossofaríngeo.

A artéria faríngea passa na borda superior do músculo, enquanto a artéria tonsilar penetra o constritor superior da faringe na borda superior do músculo estiloglosso. O constritor superior é coberto pela fáscia bucofaríngea, que o separa do espaço retrofaríngeo localizado posteriormente.

O constritor superior da faringe limita importantes compartimentos do pescoço. Ele forma a borda medial do espaço parafaríngeo, um espaço potencial acima do osso hioide. Junto com a fáscia bucofaríngea, ele forma a borda lateral do espaço peritonsilar, um espaço potencial ao redor das tonsilas palatinas.

Inervação

O constritor superior da faringe recebe sua inervação através do ramo faríngeo do nervo vago, via plexo faríngeo.

Vascularização

A maior parte do constritor superior da faringe é vascularizada pelo ramo faríngeo da artéria faríngea ascendente, enquanto uma porção menor do músculo é suprida através do ramo tonsilar da artéria facial. O sangue desta região é drenado pelo plexo venoso faríngeo, que termina na veia jugular interna.

Função

A principal função do constritor superior da faringe é a constrição da parte superior da faringe. Esta ação facilita o ato da deglutição ao empurrar o bolo alimentar inferiormente, para o esôfago e estômago. Expanda o seu conhecimento com o nosso material sobre a mucosa e os músculos da faringe.

Músculo constritor superior da faringe - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!